Notícias

Secretaria Municipal de Educação recebe visita de integrantes da Equipe Pedagógica de Vila Velha

Visitantes vieram conhecer o projeto de Robótica implementado nas unidades da Rede Municipal de Ensino

Publicado em: 03/06/2019 17h09 | Atualizado em: 30/11/2020

visitaroboticaprincipal_740x430.jpg

Na manhã desta segunda-feira (03), o Núcleo Técnico de Currículo – Tecnologias para Aprendizagem da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (SME) recebeu dois integrantes da Secretaria Municipal de Educação da cidade de Vila Velha, no Espírito Santo.

A Coordenadora Pedagógica do Núcleo de Ensino de Robótica (NERO), Cida Faria e o Coordenador do Projeto de Robótica nas Escolas, Jadson Fafalsky, vieram conhecer o projeto de Robótica implementado pela SME. Eles foram recepcionados pela integrante do Núcleo de Tecnologias para Aprendizagem, Regina Gavassa, que explicou que, em 2019, todas as 567 escolas de Ensino Fundamental da cidade já possuem quatro kits para desenvolverem seus projetos. “Em 2017, a Secretaria publicou o Currículo da Cidade – Tecnologias para Aprendizagem, no qual a robótica consta como premissa no material pedagógico”, disse Regina.

Após reunião inicial que aconteceu na sede da SME, os visitantes foram conhecer o projeto realizado pela Professora Orientadora de Informática Educativa (POIE) Sandra Severo, na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Águas de Março, DRE Itaquera, região leste da capital.

visitarobotica_740x430.jpg

“Conhecer o Projeto de Robótica foi um momento de intercâmbio de ideias que surpreendeu pela inventividade e pelo trabalho de criação envolvente”, afirmou Fafalsky, destacando que o trabalho com recicláveis realizado pela POIE Sandra e seu impacto positivo na vida dos alunos. “É um trabalho inovador na escola pública com uma qualidade de referência no Brasil”, concluiu.

Para a Coordenadora Pedagógica, Cida Faria, a proposta de Robótica Educacional da Secretaria oferece grande oportunidade para o desenvolvimento dos estudantes. “A visão maker – cultura que tem em sua base a ideia de que pessoas comuns podem construir, consertar, modificar e fabricar os mais diversos tipos de objetos e projetos com suas próprias mãos – permite que estudantes tenham acesso as ferramentas da tecnologia para a educação que facilitam sua participação no seu processo educacional garantindo a autonomia, criatividade, participação, colaboração e integração com a sua equipe. Neste sentido o estudante das escolas municipais estão se preparando para a sua inserção no mundo cada vez mais tecnológico, desde inicio de sua escolarização”, finalizou.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Foto fachada do CEU Aricanduva.

CEUs terão programação cultural para a véspera do feriado

Publicado em: 14/06/2022 5h23 - em Secretaria Municipal de Educação

Curso Saúde Bucal

Prefeitura de São Paulo abre processo seletivo para cursos técnicos em saúde bucal e farmácia

Publicado em: 14/06/2022 5h22 - em Secretaria Municipal de Educação

Fachada de uma escola municipal

Consulta pública para Programa Escola Aberta está aberta até quarta (15)

Publicado em: 14/06/2022 12h20 - em Secretaria Municipal de Educação

Leituraço Junho Migrante (1)

Escolas promovem “Leituraço!” no Junho Migrante

Publicado em: 13/06/2022 5h06 - em Étnico-Racial

Fachada de um CEU com o recorte de uma bandeira com as cores do arco íris
1 2 3 4 5 6 1.248