Notícias

Roda de conversa discute ações do Programa Português para Imigrantes

Evento ocorre no dia 16 de fevereiro e inscrições abrem nesta quinta-feira (10); participantes poderão trocar experiências e relatar dificuldades

Publicado em: 08/02/2022 18h18 | Atualizado em: 08/02/2022
Ilustração com rostos de pessoas de diferentes raças dispostas lado a lado. Segue com o texto Portas Abertas - português para imigrantes

No próximo dia 16 de fevereiro, às 19h, a Secretaria Municipal de Educação (SME), juntamente com a de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), promove uma Roda de Conversa sobre o Portas Abertas: Português para Imigrantes. O objetivo é escutar os envolvidos e participantes do projeto, seja educadores ou estudantes. 

A roda de conversa é organizada pelo Núcleo de Educação para as Relações Étnico-Raciais da SME e a Coordenação de Políticas para Imigrantes e Promoção do Trabalho Decente da SMDHC. Durante o momento formativo será estimulada a troca de experiências e levantadas as dúvidas e dificuldades encontradas nas unidades polos do projeto.

Podem participar os Auxiliares Técnico de Educação, professoras(es), coordenadoras(es), assistentes de diretor(a), diretoras(es) e supervisoras(es) de UEs que já oferecem ou que tenham interesse em atuar no projeto Portas Abertas: Português para Imigrantes. Estudantes e ex-estudantes do projeto também são aceitos. 

Os interessados podem preencher o formulário de inscrição entre os dias 10 a 12 de fevereiro. Serão ofertadas 150 vagas, considerando as limitações da plataforma Teams. Os inscritos receberão o link para acesso à atividade pelo e-mail cadastrado.

Sobre o Projeto Portas Abertas – Português para Imigrantes – É o primeiro projeto do poder público no Brasil que busca garantir o ensino de Português para imigrantes como política pública, de forma contínua, capilarizada e gratuita.

Tem o objetivo de promover os direitos para a população migrante da cidade de São Paulo, assegurando seu acesso, permanência e aprendizagem na escola, além da inserção no mercado formal de trabalho e a regularização migratória. 

Atualmente, 11 unidades educacionais da cidade de São Paulo contam com o projeto. O curso tem duração de três semestres, sendo divididos em três módulos com 90 horas de aula cada. As aulas são ministradas somente por professores da Rede Municipal de Ensino, que recebem formação específica sobre o tema. O material didático é próprio e específico para os níveis básico, intermediário e avançado.

 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

DRE Pirituba

DRE Pirituba

Publicado em: 15/03/2016 10h11 - em Diretoria Regional de Educação Pirituba

DRE Itaquera

DRE Itaquera

Publicado em: 15/03/2016 10h07 - em Diretoria Regional de Educação Itaquera

DRE São Mateus

DRE São Mateus

Publicado em: 15/03/2016 10h03 - em Diretoria Regional de Educação São Mateus

DRE Santo Amaro

DRE Santo Amaro

Publicado em: 15/03/2016 10h02 - em Diretoria Regional de Educação Santo Amaro

1ª Reunião de Comitês Abertos do Projeto Territoriar

1ª Reunião de Comitês Abertos do Projeto Territoriar

Publicado em: 15/03/2016 9h14 - em Diretoria Regional de Educação São Miguel

1 1.303 1.304 1.305 1.306 1.307 1.440