Notícias

Nutricionista da CODAE é premiada como destaque profissional do ano

Mariangela Oliveira contribui há 25 anos com o Programa de Alimentação Escolar na cidade de São Paulo

Publicado em: 18/09/2017 11h12 | Atualizado em: 30/11/2020

Imagem_Noticia_edit.jpg

No dia 1 de setembro, em cerimônia realizada em uma casa de eventos da capital paulista, a nutricionista Mariangela Oliveira, da Coordenadoria de Alimentação Escolar (CODAE), foi homenageada com o prêmio “Dra. Eliete Salomon Tudisco”, concedido anualmente, desde 1993, pelo Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região do Estado de São Paulo (CRN3) em reconhecimento ao “Destaque Profissional do Ano”.

A nutricionista já foi Diretora do então Departamento da Merenda Escolar no período de abril de 2012 a fevereiro de 2013 e integra a equipe da CODAE há 25 anos dedicando-se ao Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento, área responsável pela busca por novos alimentos e preparações, com impacto direto no desempenho e aceitação da alimentação escolar pelas crianças e jovens da Rede Municipal de Ensino. Ela participa ativamente na equipe de apoio em pregões e chamadas públicas, além de atuar em grupos de trabalho para a elaboração de editais relacionados ao atendimento do Programa de Alimentação Escolar.

“Sabemos que a Alimentação Escolar propicia um espaço para desenvolver atividades de promoção da saúde, aquisição de hábitos alimentares e de aprendizagem na escola. Por ser oferecida com qualidade e de forma cotidiana, propicia uma relação direta com a prática vivenciada pelas crianças nas suas refeições”, diz Mariangela.

Não é a primeira vez que um profissional da CODAE é homenageado com este Prêmio. Em 2015, a nutricionista Vera Lucia Tioma Nakayama recebeu o destaque na área de alimentação coletiva.

Sobre o Prêmio Dra. Eliete Salomon Tudisco – O Conselho Regional de Nutricionista (CRN3) premia anualmente o “Destaque Profissional do Ano” em reconhecimento pelo trabalho na sua área de atuação e que são indicados por nutricionistas à comissão do CRN3 para posterior votação dos escolhidos pela categoria. O Prêmio “Dra. Eliete Salomon Tudisco” é entregue desde 1993 em decorrência do Dia do Nutricionista, 31 de agosto.

Entrevista – Confira, abaixo, uma entrevista com Mariangela Oliveira.

Qual foi sua trajetória dentro da CODAE?

Sou nutricionista da CODAE há 25 anos, atuando junto ao Núcleo de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D). Já assumi também a Diretoria do então Departamento da Merenda Escolar, no período de abril de 2012 a fevereiro de 2013. Até retornar ao P&D.

Participo da equipe de apoio em pregões e chamadas públicas e da elaboração de termos de referência de editais, como os de serviços de preparo e fornecimento de alimentação (terceirizada) nas unidades educacionais; aquisição de frutas, verduras, legumes e ovos com a solução logística para entrega diretamente nas unidades.

Fui conselheira nos primeiros Conselhos de Alimentação Escolar (CAE) da cidade de São Paulo, contribuindo para a construção do seu primeiro Estatuto. Participei dos trabalhos para implementação das aquisições de alimentos diretamente da Agricultura Familiar e do Empreendedorismo Familiar Rural e fui membro do Grupo de Trabalho para elaboração e regulamentação da Lei municipal nº 16.140/2015, que instituiu a inclusão progressiva de alimentos orgânicos e de base agroecológica no Programa de Alimentação Escolar (PAE) da cidade de São Paulo.

Quais as responsabilidades do P&D e seu papel dentro do fluxo da alimentação escolar?

É responsável pela elaboração de especificações técnicas de alimentos e serviços contratados por licitações e chamadas públicas, análise técnica e sensorial de alimentos realizada por ocasião das licitações, para produtos novos cuja introdução nos cardápios estiver sendo estudada e como controle de qualidade dos alimentos já fornecidos, homologação de produtos a serem utilizados pelas empresas terceirizadas, coordenação de testes de aceitabilidade de alimentos que são realizados nas unidades educacionais e elaboração de pareceres técnicos diversos, relacionados a alimentos e à alimentação escolar.

Como enxerga o impacto do seu trabalho na CODAE na comunidade?

Acredito que permitiu que eu contribuísse para a construção do Programa de Alimentação Escolar (PAE) da cidade de São Paulo enquanto política pública de alimentação escolar saudável, pesquisando e aprimorando a qualidade dos alimentos fornecidos: inclusão de alimentos orgânicos, priorização de in natura, limitação do teor de açúcares e aditivos alimentares, isenção de gorduras trans, garantia da qualidade sanitária.

Sabemos que a Alimentação Escolar é um espaço para promoção da saúde, aquisição de hábitos alimentares e de aprendizagem na escola. Oferecida com qualidade e de forma cotidiana, propicia uma relação direta com a prática vivenciada pelas crianças nas suas refeições.

Como foi ser homenageada com o prêmio, o que ele representa para você e a CODAE?

Ganhar esse prêmio foi uma honra e uma alegria muito grande. O prêmio é atribuído com base na indicação de colegas nutricionistas do Conselho Regional do Estado de São Paulo. Acredito que fui escolhida devido à minha trajetória, embora inclua 11 anos na iniciativa privada, meu maior foco foi na administração pública municipal. E é nessa área que considero o prêmio mais emblemático.

Este é apenas uma parte do trabalho de qualidade dos diversos profissionais da CODAE. Por isso esse prêmio tem um significado maior para mim e também para a CODAE. Renova nosso orgulho de pertencer à Coordenadoria.

Gostaria de comentar sobre algum projeto pessoal?

Estou encerrando minha carreira na Prefeitura, mas tenho projetos em andamento. Realizei trabalhos como pesquisadora no Instituto Perfil Esportivo de Pesquisa, Ensino & Consultoria em Obesidade Humana, dirigido pela Profª Drª Cláudia Cezar, e no momento, aguardo a publicação de um livro sobre inovações na educação brasileira, no qual contribuí com um capítulo sobre avaliação do estado nutricional de escolares por meio do exame antropométrico escolar.

Em outubro, coordenarei uma Oficina sobre Licitações públicas dentro do XVIII Seminário de Alimentação Escolar do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL). Vou falar sobre um tema que eu gosto bastante e em que tive a oportunidade de me especializar ao longo dos anos na CODAE.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Composição com quatro imagens . No primeiro quadrante de cima para baixo, da esquerda para direita: em fundo preto imagem de seis coroas coloridas feitas de fitas e missangas; no segundo quadrante a imagem do rosto de uma mulher negra, ela usa turbante dourado; no terceiro quadrante, vários frascos de perfumes com imagens e flores dentro deles; e no último há uma escultura.
Fotografia de uma professora e seus estudantes da EMEI sentados sobre uma toalha xadrez verde. Eles estão em um piquenique na área externa com grama, folhas secas e árvores. Ao fundo um homem está em pé, ele usa roupas e luvas verdes.

EMEI Parque Brasil inaugura o Bosque Arco-Íris

Publicado em: 19/10/2021 10h00 - em Secretaria Municipal de Educação

print da tela do encontro de escuta ativa do dia 18/10/21

Servidores das DREs Ipiranga e Guaianases participam de seminário no Ciclo de Escuta Ativa

Publicado em: 18/10/2021 4h55 - em Secretaria Municipal de Educação

Ilustração de um grupo de estudantes do projeto Imprensa Jovem.

SME oferece aulas abertas de Educomunicação

Publicado em: 18/10/2021 3h28 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com formas arredondadas em tons de laranja, amarelo e vermelho à esquerda. À direita um fundo branco com os dizeres NAAPA Núcleo de Apoio e Acompanhamento para Aprendizagem.

SME oferece vagas de estágio para atuar no NAAPA das DREs

Publicado em: 18/10/2021 11h27 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 1.199