Notícias

Inauguração do Centro de Educação Infantil Dom Cláudio Hummes marca volta às aulas nesta segunda (24)

Unidade fica na zona Oeste de São Paulo e é a 2ª implantada das 45 que serão entregues até 2024

Publicado em: 24/07/2023 15h27 | Atualizado em: 24/07/2023

Fotografia de sala do CEI Dom Claudio HummesCom R$ 4,2 milhões de investimento, a região do Butantã, na Zona Oeste, ganhou um Centro de Educação Infantil (CEI) nesta segunda-feira (24), no retorno às aulas de mais de 1 milhão de estudantes matriculados na Rede Municipal de Ensino (RME). O CEI recebeu o nome do cardeal Dom Cláudio Hummes (1934-2022), reconhecido pelo trabalho em defesa dos mais pobres, e é administrada em parceria com a Organização Social da Sociedade Civil (OSC) Liga Solidária, que atenderá cerca de 110 crianças. Essa é a segunda creche inaugurada neste mês, entre as 45 que serão entregues até o fim desta gestão, dentro do previsto no Programa de Metas 2020-2024. 

A nova unidade tem 920 m² de área construída, com 2 pavimentos 9 salas, sendo 3 de berçário e 6 salas minigrupos, brinquedoteca, refeitório, cozinha, diretoria, secretaria, coordenadoria pedagógica, sanitários, copa, lactário, banho e troca, almoxarifado, sanitários, depósito, elevador, playground na área externa e um solário. E está equipada com sistemas sustentáveis em suas instalações, com água de reúso, placas solares para aquecimento da água utilizada nos banheiros e placas solares para geração de energia, além de atender todas as normas de acessibilidade, contendo elevador, rampas de acesso, piso tátil, corrimão, sinalização braile e playground acessível. 

Ao inaugurar o novo CEI na manhã desta segunda, o prefeito Ricardo Nunes ressaltou a importância da educação especializada nos primeiros anos da vida escolar. “Quando a criança passa pela creche, tem uma coisa muito importante, além de ela ter cinco refeições por dia, tem nutricionista, refeições balanceadas, são pedagogas que cuidam das nossas crianças, e a gente sabe que ela vai poder desenvolver toda a coordenação motora, toda a sua ação de formação do cérebro, as questões cognitivas, e lá na frente ela vai ter uma capacidade melhor de aprendizado, porque a gente tem visto os estudos do quanto contribui para a vida das crianças que tiveram oportunidade de passar por uma creche. Quando a criança fica fora da creche, perdeu, passou, aquilo não volta mais”, destacou o prefeito. 

A inauguração também marcou a volta às aulas de mais de 1 milhão de estudantes matriculados na Rede Municipal de Ensino (RME). Todas as programações serão retomadas, assim como atividades no contraturno e de recuperação de aprendizagens. Os serviços de apoio, como o Transporte Escolar Gratuito (TEG), alimentação, além do Programa de aquisição de material e uniforme, seguem disponíveis às famílias.   

A Prefeitura mantém zerada a fila para creches pelo terceiro ano consecutivo, graças a parcerias firmadas com cerca de 700 Organizações da Sociedade Civil (OSCs) e à ampliação de vagas nas CEIs já existentes, garantindo atendimento de todas as famílias cadastradas.    

“É com grande alegria que entregamos mais uma creche para a população paulistana. O atendimento de crianças nessa faixa etária é fundamental para o desenvolvimento de todas as habilidades que fazem parte dessa etapa da primeira infância”, afirma Fernando Padula, secretário municipal de Educação.   

Atualmente há mais de 300 mil crianças matriculadas nos Centros de Educação Infantil (CEIs) municipais. 

Para a presidente da OSC Liga Solidária, Rosalú Fladit Queiroz, esse novo equipamento condiz com os princípios da organização para o atendimento adequado às crianças. “Nós temos como lema da Liga Solidária a criança protagonista, exploradora. E é isso que a gente vai fazer neste espaço tão bonito que a gente está ganhando de presente hoje. Pra mim especialmente, a gente ter dado essa homenagem a Dom Cláudio Hummes, quando vivo realizou a nossa missa de 90 anos da Liga Solidária. Como é uma coisa de Deus. Nos 100 anos da Liga a gente volta para inaugurar uma creche com o nome dele. Eu espero que as mães e as crianças sejam muito felizes neste espaço”, afirmou. 

Mãe de Zyan, de 4 meses, Jenifer da Silva Morais comemorou a possibilidade de poder deixar o filho aos cuidados da creche para poder voltar a trabalhar e estudar. “Estou muito feliz por ele estar na creche nova, pra eu poder procurar trabalho. Vai ser bom pra ele e bom pra mim, porque ele vai estar aqui e eu vou estar tranquila. É muito seguro estar com o filho perto de casa, saber que está bem cuidado, está tendo atenção”, afirmou Jenifer, que disse ter encontrado a vaga muito rápido.    

O CEI Dom Cláudio Hummes foi construído pelo Departamento de Obras e Manutenção da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras (SIURB). 

São mais de R$ 2,5 bilhões de investimentos em manutenção, em criação de coberturas para escola, em ampliações. Essa é uma das novas 45 escolas que estão sendo construídas na cidade para a gente dar um atendimento cada vez melhor para nossas crianças, para nossos adolescentes. Só na região do Butantã a gente está falando em 26 intervenções em escolas, das mais diversas, 7 já entregues contando com esta, outras 19 em andamento”, disse o secretário municipal de Obras, Marcos Monteiro.   

Atuação das Mães Guardiãs na volta às aulas
O retorno das aulas também marca a retomada do trabalho das mulheres que atuam como Mães Guardiãs no apoio da Busca Ativa de estudantes nas escolas da Rede Municipal. Elas ingressaram no programa, inicialmente, durante a pandemia para apoiar o cumprimento dos protocolos sanitários. Entretanto, neste ano, passaram a ter uma nova função e colaboram com as ações de combate à evasão escolar. O programa tem sido ampliado e chegará a 7 mil mulheres trabalhando para a permanência dos estudantes nas unidades educacionais.    

As participantes do programa recebem bolsa-auxílio de R$ 1.386 para seis horas diárias de atividades, de segunda a sexta-feira. As Mães Guardiãs realizam, prioritariamente, ações voltadas para a proteção do direito à escolarização, como o apoio no acompanhamento da frequência escolar e as visitas domiciliares nos casos de frequência irregular.    

Programa de Transferência de Recursos Financeiros (PTRF)
Neste mês, a Prefeitura de SP liberou R$ 186,9 milhões referentes ao segundo repasse do Programa de Transferência de Recursos Financeiros (PTRF) destinado a melhorias nas escolas. O primeiro repasse, de mais R$ 170 milhões foi realizado em abril.   

Os recursos do PTRF podem ser utilizados pelas escolas para manutenção e pequenos reparos, aquisição de materiais e equipamentos para os projetos pedagógicos e materiais de consumo necessários ao funcionamento da unidade de forma mais ágil e menos burocrática.     

Sábado em Família
No próximo dia 5 de agosto, as 4,1 mil unidades educacionais municipais estarão abertas para as programações do “Sábado em Família”, data em que os pais ou responsáveis serão acolhidos nas unidades para diálogo sobre as vidas escolares dos estudantes. O encontro incentiva a aproximação e estreitamento de laços entre escola e comunidade. 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Projeto Nova Escola

Projeto Nova Escola

Publicado em: 14/10/2015 4h04 - em Diretoria Regional de Educação Jaçanã/Tremembé

“Sábado no Parque” celebra 80 anos da Educação Infantil Paulistana

“Sábado no Parque” celebra 80 anos da Educação Infantil Paulistana

Publicado em: 14/10/2015 3h47 - em Secretaria Municipal de Educação

Quando os livros vão além dos muros da escola

Quando os livros vão além dos muros da escola

Publicado em: 14/10/2015 2h58 - em Secretaria Municipal de Educação

Curso “Produção de Jogos nos Ciclos Interdisciplinar e Autoral”

Curso “Produção de Jogos nos Ciclos Interdisciplinar e Autoral”

Publicado em: 14/10/2015 10h51 - em Diretoria Regional de Educação Campo Limpo

DAE participa de evento internacional para discutir a qualidade da alimentação escolar
1 1.424 1.425 1.426 1.427 1.428 1.440