Notícias

Estudantes de EMEF da Brasilândia concluem curso de balé de 8 anos

Evento com a participação do rapper Emicida; trabalho é conduzido pela professora de Educação Física e bailarina Alessandra Gomes

Publicado em: 03/05/2022 16h56 | Atualizado em: 03/05/2022
Fotografia mostra 5 bailarinas e 1 bailarino. Elas estão com collant e saia preta, meia calça e sapatilha de meia ponta cor de rosa. O bailarino veste camisa branca e calça preta. Ao centro, a professora Alessandra abraça uma das participantes.

Estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) André Rodrigues de Alckmin, na Brasilândia, concluíram o curso de balé no último sábado (30). Os formandos tinham entre 14 e 15 anos e participaram das aulas durante 8 anos. 

Esses bailarinos fazem parte do projeto “Educando através da dança” da professora de Educação física e bailarina Alessandra Gomes. Ela ensina as técnicas do balé clássico e contemporâneo, além das nomenclaturas e história da dança. Os jovens utilizam sapatilhas de ponta e aprendem as variações de balé de repertório e contemporâneo.

O evento contou com apresentações dos formandos em balé clássico, de repertório e contemporâneo com solos, coreografias em grupo, pas de deux (danças em casais), trios, além de apresentações de outros alunos que também participam das aulas, todas coreografadas pela Alessandra. 

A formatura aconteceu na própria EMEF, a gestão escolar deu todo suporte para a montagem da infraestrutura do evento. Essa escolha de local foi para facilitar o acesso dos convidados dos bailarinos e por ser onde nasceu o projeto.

“Senti a sensação de missão cumprida, fiquei muito emocionada, essa foi a primeira formatura do projeto. É gratificante ter esse projeto por 10 anos em uma escola pública e ver que o meu trabalho está dando certo”, disse Alessandra.

A professora explicou também que quando os estudantes mais velhos criam certa autonomia nas aulas, eles a ajudam sendo monitores, e alguns desses bailarinos já auxiliam no projeto com as turmas iniciantes.

Fotografia de formandos de balé no palco. Mostra 7 bailarinas, usando collant e saia preta, meia calça e sapatilha cor de rosa; e um bailarino de camisa branca e calça preta.
Formandos no palco

Participação do Emicida

O cantor Emicida mandou um vídeo especialmente para os alunos os parabenizando pela conquista e trajetória, assista abaixo:

 

Alessandra disse que as alunas são muito fãs do cantor, que utiliza as músicas dele nas aulas de contemporâneo, sempre o colocando como figura de destaque no avanço cultural. Por isso, ela entrou em contato com ele no início do ano, até que obteve resposta e conseguiu que ele enviasse o vídeo. 

“[…] Porque só a arte tem a capacidade de fazer a luz da vida brilhar e iluminar assim os caminhos novos pro mundo,” foram algumas palavras que o artista deixou, em vídeo, para os bailarinos.

O Projeto

Arte com um coração, dois bailarinos e uma nota musical. Segue com o texto "Educando através da dança - Profª Alessandra Gomes"
Projeto Educando através da dança

“Educando através da dança” existe há 10 anos e atualmente atende cerca de 150 estudantes. Ele foi idealizado e é realizado pela professora Alessandra Gomes, que é formada pelo Teatro Municipal de São Paulo (Escola Municipal de Bailados) em balé clássico e contemporâneo.

Em 2012 esse projeto teve início, com o objetivo de abordar aspectos técnicos e culturais, proporcionando uma postura adequada diante da vida. Atualmente, o projeto atende cerca de 150 estudantes de faixas etárias diferenciadas e nível técnico, que vão do iniciante ao avançado. Todo final de ano, a professora organiza mostras de dança, onde todos os estudantes participam com danças solo ou em grupo.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia da fachada do CEU Paraisópolis, onde mostra um prédio redondo e outro retangular na lateral, com faixas coloridas na frente.

CEU Paraisópolis promove evento com atividades gratuitas para toda a família

Publicado em: 23/11/2022 2h42 - em Secretaria Municipal de Educação

Estudante de Educação de Jovens e Adultos Eja

Escolas municipais de SP recebem matrículas de estudantes da EJA para 2023

Publicado em: 21/11/2022 5h10 - em Secretaria Municipal de Educação

Fragmento da capa das Orientações Curriculares Povos Afro Brasileiros
Arte com duas meninas negras em frente a uma estampa étnica, na parte superior o texto
Fotografia de três crianças negras. Dois meninos e uma menina, todos olham para a lente da câmera fotográfica.

CEUs promovem concursos para celebrar o Dia da Consciência Negra

Publicado em: 18/11/2022 5h43 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 1.298