Notícias

Estudantes da Rede Municipal visitam Polo de Ecoturismo de São Paulo

O pessoal do CEU EMEF Manoel Vieira Queiroz Filho foi até a região de Marsilac para dias de aprendizado na perspectiva da educação ambiental

Publicado em: 18/04/2024 18h16 | Atualizado em: 19/04/2024
Um professor segura o braço de uma estudante que sobe em uma corda. Ao fundo, uma floresta e um rio.

O Rio Capivari é o último completamente limpo da cidade de São Paulo

Os estudantes do CEU EMEF Manoel Vieira Queiroz Filho visitaram nos dias 16, 17 e 18 de abril, o Selva SP, no Polo de Ecoturismo de São Paulo, com o objetivo de explorar o território e aprender sobre turismo sustentável. 

A visita contou com a participação dos oitavos e nonos anos da unidade e foi marcada pela interação com a natureza por meio de trilhas na mata atlântica, tirolesa, rapel, passeios de caiaque e banho no rio Rio Capivari, o último completamente limpo da capital paulista. 

A diretora da unidade, Gisele Rocumback dos Santos, destacou a importância da visita para os estudantes terem a oportunidade de aprender mais ainda sobre Educação Ambiental e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) apresentados em aula. “Além de contemplar os ODS para a preservação do planeta, nós estamos indicando o homem como centro das ações, fomentando um turismo sustentável único da zona sul da cidade”, apontou.

O espaço está a cerca de 60 km do centro de São Paulo, no distrito de Marsilac, extremo sul da cidade, e conta com 17 km² de Mata Atlântica preservada, no centro do Polo de Ecoturismo de São Paulo. O território é protegido por uma Área de Proteção Ambiental (APA), que garante uma baixa presença do ser humano para garantir a preservação de cerca de 20 mil espécies vegetais, 850 espécies de aves, 370 anfíbios e 200 répteis. 

O tour pelos espaços começa com uma roda em uma pequena praia nas margens do Rio Capivari. Lá, os estudantes foram divididos em grupos menores para garantir uma melhor experiência em cada ambiente. 

A trilha começa com uma lição rápida dos guias sobre a importância da preservação do território e as consequências do impacto do ser humano na Mata Atlântica, o principal bioma da Região Sudeste, que hoje conta com menos de 10% de seu território original. Após alguns minutos de caminhada, passando por duas pequenas pontes de madeira, os estudantes pararam para aprender sobre as espécies de plantas ameaçadas de extinção, como a Palmeira-juçara e a sua exploração para o consumo do palmito. A caminhada termina ao chegar na margem do Rio Capivari, onde os estudantes podem cruzá-lo em uma área rasa com a ajuda dos guias. 

Ainda nos espaços do rio, os estudantes cruzaram uma cachoeira, colocaram coletes salva-vidas e puderam nadar livremente ou subir a bordo de caiaques e pequenos barcos para navegar e explorar um espaço delimitado. 

Os profissionais do parque  também apresentaram aos estudantes a importância da preservação animal, com muitas espécies já em risco de extinção, como o Lobo-Guará e o Gavião-Cinza. Após a lição, foi apresentado aos estudantes três animais criados no próprio espaço, uma Jiboia, uma Coruja Suindara e uma Arara-Canindé. Apesar de não serem espécies em extinção, foram exemplos ideais para apresentar pontos importantes sobre a preservação.

Um destes pontos foi o aviso para evitar alimentar os animais vistos com frequências em regiões próximas às da escola, em Parelheiros, como o Quati e o Macaco Sagui. O alimento dado pelo homem pode comprometer o organismo do animal e também afetar seus instintos naturais, os desacostumando a buscar o próprio alimento.

Após uma pausa para o almoço e uma roda de conversa, os estudantes puderam circular por alguns espaços e explorar as possibilidades de esportes de aventura, como rapel, tirolesa e rafting.  

O passeio foi realizado utilizando a verba do Programa de Transferência de Recursos Financeiros (PTRF) e foi um dos objetivos da escola para este ano. “Um dos nossos objetivos para 2024 é propor ações para reconhecimento do território com os nossos estudantes e a visita ao polo foi uma fundamental”, destacou a diretora.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

VI Sarau Cultural da EMEF Coronel Ary Gomes

VI Sarau Cultural da EMEF Coronel Ary Gomes

Publicado em: 09/10/2015 11h09 - em Diretoria Regional de Educação Jaçanã/Tremembé

São Paulo celebra os 80 anos da Educação Infantil

São Paulo celebra os 80 anos da Educação Infantil

Publicado em: 08/10/2015 6h06 - em Educação Infantil

CEU Vila do Sol - Programação de outubro de 2015

CEU Vila do Sol – Programação de outubro de 2015

Publicado em: 08/10/2015 5h26 - em CEU e COCEU

Pintura sensorial no CEI Parque Fongaro

Pintura sensorial no CEI Parque Fongaro

Publicado em: 08/10/2015 5h10 - em Diretoria Regional de Educação Ipiranga

CEU Heliópolis - Programação de outubro de 2015

CEU Heliópolis – Programação de outubro de 2015

Publicado em: 08/10/2015 5h04 - em CEU e COCEU

1 1.448 1.449 1.450 1.451 1.452 1.460