Notícias

“Do Coisário ao Relicário”

Exposição com objetos da comunidade da EMEI Gabriel Prestes é realizada no Museu da Cidade de São Paulo

Publicado em: 20/09/2017 11h10 | Atualizado em: 30/11/2020

Do_Coisario_Relicario_740_x_430.jpg

Em parceria com o núcleo educativo do Museu da Cidade de São Paulo – Chácara Lane, a Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Gabriel Prestes constrói uma exposição que valoriza a memória e a cultura familiar ao utilizar objetos que pertencem às famílias dos estudantes e educadores da escola. Intitulada como “Do Coisário ao Relicário”, a ideia é inspirada numa exposição com o mesmo nome, realizada no Museu de Arte Contemporânea do Rio de Janeiro (MAC-RIO).

Na exposição do Rio de Janeiro, as peças foram selecionadas por Luiz Guilherme Vergara, profissional experiente em curadoria. Na exposição que acontece na escola, a curadoria dos objetos e artefatos de afeto de cada família foi feita pelas crianças, juntamente com o núcleo educativo do museu.

A ideia de ambas as exposições é a da poética das apropriações com objetos de sentido. Para a unidade escolar, também é uma boa estratégia para se aproximar mais das famílias, além de criar vínculos. Em cada objeto há uma breve descrição criada pela família, que expõe sobre sua importância sentimental.

O diretor da EMEI, João Kleber de Santana Souza, conta que muitos dos alunos matriculados na unidade são imigrantes ou de famílias imigrantes, vindos de países como Equador, Moçambique, Angola, Bolívia, Estados Unidos, Haiti e China. Sendo assim, ele considera de grande importância trabalhar com a memória familiar por meio da perspectiva de que tudo o que é produzido, a forma de ser e viver, fazem parte da cultura. “Os artefatos do cotidiano podem ser obras de arte, dependendo do nosso olhar sobre eles. Além disso, trazer a reflexão de que as coisas que temos em nossas casas podem ser relíquias e objetos da cultura, faz com que a comunidade e seus objetos sejam valorizados”, enfatiza João Kleber.

Outras ações – No mês de agosto, a escola promoveu a festa da cultura popular brasileira e de outros povos do mundo e obteve ampla participação da comunidade na preparação e na programação. Durante o evento, as famílias e crianças também tiveram a oportunidade de fazer uma visita ao Museu Chácara Lane, localizada ao lado da escola, e perceber os seus objetos de pessoais como objetos de arte.

O Museu da Cidade de São Paulo – Chácara Lane fica localizado na Rua da Consolação, 1024 e permanece aberto para visitação das 13h às 18h.

Veja mais imagens

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia mostra vários homens de costas com capacete e usando uniforme cinza com a logomarca 'Cidade de São Paulo' e o texto em amarelo e laranja 'Manutenção Escolar'.
Fotografia de duas mulheres na frente de um grupo de crianças contando histórias infantis

Narrativas de Refúgio é tema de apresentação que ocorre em 10 CEUs da capital

Publicado em: 23/05/2022 11h37 - em Secretaria Municipal de Educação

Estudante está olhando pelo telescópio.

Estudantes da EMEF Paulo Duarte estão ‘De olho no Céu’

Publicado em: 20/05/2022 4h54 - em Secretaria Municipal de Educação

Logotipo do Parlamento Jovem

Estudantes do 6º ao 9º do Ensino Fundamental podem se inscrever para o Parlamento Jovem 2022

Publicado em: 20/05/2022 1h04 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de uma estudante da Educação de Jovens e Adultos. Ela possui cabelos grisalhos, usa óculos e máscara de proteção individual. Ela está sentada atrás da sua carteira escolar e sobre a mesa tem seu material escolar.

Matrículas abertas para a Educação de Jovens e Adultos

Publicado em: 20/05/2022 8h00 - em Educação de Jovens e Adultos

1 2 3 4 1.240