Notícias

“Do Coisário ao Relicário”

Exposição com objetos da comunidade da EMEI Gabriel Prestes é realizada no Museu da Cidade de São Paulo

Publicado em: 20/09/2017 11h10 | Atualizado em: 30/11/2020

Do_Coisario_Relicario_740_x_430.jpg

Em parceria com o núcleo educativo do Museu da Cidade de São Paulo – Chácara Lane, a Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Gabriel Prestes constrói uma exposição que valoriza a memória e a cultura familiar ao utilizar objetos que pertencem às famílias dos estudantes e educadores da escola. Intitulada como “Do Coisário ao Relicário”, a ideia é inspirada numa exposição com o mesmo nome, realizada no Museu de Arte Contemporânea do Rio de Janeiro (MAC-RIO).

Na exposição do Rio de Janeiro, as peças foram selecionadas por Luiz Guilherme Vergara, profissional experiente em curadoria. Na exposição que acontece na escola, a curadoria dos objetos e artefatos de afeto de cada família foi feita pelas crianças, juntamente com o núcleo educativo do museu.

A ideia de ambas as exposições é a da poética das apropriações com objetos de sentido. Para a unidade escolar, também é uma boa estratégia para se aproximar mais das famílias, além de criar vínculos. Em cada objeto há uma breve descrição criada pela família, que expõe sobre sua importância sentimental.

O diretor da EMEI, João Kleber de Santana Souza, conta que muitos dos alunos matriculados na unidade são imigrantes ou de famílias imigrantes, vindos de países como Equador, Moçambique, Angola, Bolívia, Estados Unidos, Haiti e China. Sendo assim, ele considera de grande importância trabalhar com a memória familiar por meio da perspectiva de que tudo o que é produzido, a forma de ser e viver, fazem parte da cultura. “Os artefatos do cotidiano podem ser obras de arte, dependendo do nosso olhar sobre eles. Além disso, trazer a reflexão de que as coisas que temos em nossas casas podem ser relíquias e objetos da cultura, faz com que a comunidade e seus objetos sejam valorizados”, enfatiza João Kleber.

Outras ações – No mês de agosto, a escola promoveu a festa da cultura popular brasileira e de outros povos do mundo e obteve ampla participação da comunidade na preparação e na programação. Durante o evento, as famílias e crianças também tiveram a oportunidade de fazer uma visita ao Museu Chácara Lane, localizada ao lado da escola, e perceber os seus objetos de pessoais como objetos de arte.

O Museu da Cidade de São Paulo – Chácara Lane fica localizado na Rua da Consolação, 1024 e permanece aberto para visitação das 13h às 18h.

Veja mais imagens

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

banner de divulgação do Premio Paulo Freire - Qualidade no Ensino Municipal 2022

São divulgados os 12 projetos vencedores do Prêmio Paulo Freire 2022

Publicado em: 19/08/2022 12h07 - em Secretaria Municipal de Educação

Cei Amigo Do Peito (1)

SME reconhece unidades educacionais que incentivam aleitamento materno 

Publicado em: 18/08/2022 12h48 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de uma sala de aula com mesas e cadeiras. Duas mulheres em pé, uma escreve no cartaz sobre a mesa e a outra lê um cartaz diferente que também está sobre a mesa. No quadrante inferior direito, um cartaz escrito 'Quais possíveis causas favorecem a ocorrência do caso?'.

SME e Instituto Vladimir Herzog desenvolvem projeto sobre acolhimento e saúde emocional na DRE Guaianases 

Publicado em: 18/08/2022 12h07 - em Diretoria Regional de Educação Guaianases

Whatsapp Image 2022 08 17 At 10.08.12

Cursos de idiomas nos CELPs começaram nesta terça-feira

Publicado em: 17/08/2022 4h17 - em Secretaria Municipal de Educação

Reajuste (6)
1 2 3 1.264