Notícias

A leitura como prática cotidiana para crianças na Educação Infantil

Projeto para incentivar a leitura com crianças.

Publicado em: 22/03/2016 13h02 | Atualizado em: 30/11/2020
leitura_ed_infantil_740_x_430.jpg

Para promover o hábito da leitura nos alunos, o Centro de Educação Infantil (CEI) Jocelyne Guimarães Fernandes de Melo, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Guaianases, localizado na Cohab Juscelino Kubitschek, região leste da capital, tem desenvolvido o projeto denominado “Culturas Infantis e suas linguagens” que, entre outros objetivos, se propõe a favorecer a interação, potencializar o interesse pela produção de textos diversos e promover a articulação dos saberes.

Para a Professora de Educação Infantil Lindsay Vicente Siqueira, responsável pelo Mini Grupo II, com crianças entre 3 e 4 anos de idade, por meio da leitura as crianças aprendem a observar e reproduzir o comportamento leitor. “É importante salientar que, na Educação Infantil, a leitura feita pelas crianças não está baseada na codificação/decodificação, até porque esse não é principal objetivo desta etapa escolar. Trata-se muito mais de explorar assuntos diversos, interpretar falas e ampliar o repertório de palavras, objetos, lugares e expressões”, disse a professora.

Apresentar leituras de diferentes gêneros textuais como contos de fadas, revistas, jornais, parlendas, panfletos, manuais de instruções, entre outros, é uma maneira de oportunizar descobertas no mundo das palavras e, também, iniciar a criança no mundo da literatura.

A implantação do projeto e de suas diversas atividades conta com a fundamental participação das famílias e demais funcionários da unidade. “É importante que a família incentive a ludicidade e a curiosidade por meio de histórias, lembranças de vida, bem como oferecer livros aos filhos e, sempre que possível, levá-los a espaços de promoção de leitura”, afirma Lindsay.

Todos os dias são realizadas leituras para as crianças e, após a familiarização com a atividade, as crianças são convidadas a realizar recontos orais das histórias apresentadas. Após essa etapa é realizada uma produção textual tendo a professora como escriba.

A professora conta que sempre é escolhida uma personagem para iniciar a produção coletiva. Conforme o texto vai ganhando corpo, com a contribuição das crianças, a professora vai realizando o registro das ideias.

Para o encerramento deste projeto, está prevista a organização dos textos produzidos pelas crianças em um livro, que será compartilhado com toda a comunidade escolar.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

fotografia mostra uma mão infantil sendo auxiliada pela mão de um adulto

Bolsas de estágio têm aumento de 30% e SME possui 4 mil vagas para contratação

Publicado em: 12/01/2022 2h50 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de quadra poliesportiva Coberta

Prefeitura de SP anuncia cobertura de 95 quadras poliesportivas na rede municipal

Publicado em: 12/01/2022 11h14 - em Secretaria Municipal de Educação

Apresentação teatral na abertura do Recreio nas Férias.

“Recreio nas Férias” começa nesta segunda-feira com protocolo contra contaminação do Covid

Publicado em: 10/01/2022 2h47 - em Secretaria Municipal de Educação

foto de professora na sala de leitura, dois estudantes olham atentamento para ela. Todos usam máscaras

SME divulga classificação prévia dos interessados na contratação temporária

Publicado em: 07/01/2022 9h47 - em Diretoria Regional de Educação Butantã

Em cima, os dizeres: Gratificação de difícil Acesso. No meio: desenho de um mapa, com um localização ao centro, destacada por um pin

Gratificação de Difícil Acesso: saiba como identificar o distrito da sua escola

Publicado em: 06/01/2022 5h17 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 5 1.212