Notícias

Unesco convida professores a responderem pesquisa sobre apoio às demandas educacionais causadas pela pandemia da COVID-19

A pretensão é traçar um panorama amplo do que tem sido trabalhado em tempos pandêmicos e como os professores pensam o trabalho daqui em diante  

Publicado em: 30/06/2021 19h16 | Atualizado em: 30/06/2021
Foto de um professor com equipamentos de proteção individual e estudantes usando máscaras sentas às suas carteiras na sala de aula
EMEF Dom Veremundo Toth – DRE Campo Limpo

A pesquisa “A situação dos professores e o apoio de que necessitam à luz de COVID-19 na América Latina e no Caribe”, projetada pela OREALC/UNESCO Santiago, visa conhecer, a partir da voz dos professores da América Latina e do Caribe, os principais aprendizados, desafios, necessidades de treinamento, suporte e projeções, decorrentes da pandemia. Conhecer a experiência dos professores é fundamental para a concepção de políticas públicas. O formulário ficará disponível até dia 4 de julho.

Clique aqui e participe! Suas respostas são muito importantes!

 As informações fornecidas serão anônimas e confidenciais, usadas para fins de estudo. O participante irá responder 40 perguntas e levará cerca de 30 minutos para concluí-las. Também será possível manifestar o interesse no próprio formulário em receber o resumo do estudo, garantindo assim, a democratização das informações.

 A pesquisa pretende traçar um panorama amplo do que tem sido trabalhado em tempos pandêmicos e, principalmente, como os professores pensam o trabalho daqui em diante. O intuito é, a partir dos resultados dessa pesquisa, colaborar com proposições de políticas públicas para o fortalecimento da ação educativa considerando as especificidades apontadas.

A parceria com a UNESCO Brasil

Desde 2014, a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo e a Representação da UNESCO no Brasil são parceiras na implementação do projeto de cooperação técnica “Inovações para a Qualidade da Educação: da gestão à sala de aula”, que visa fortalecer a governança da educação no município de São Paulo por meio de ações de inovações à qualidade da educação e da gestão democrática.

As atividades desenvolvidas no contexto desta cooperação, resultaram em rica produção do conhecimento, com diversas publicações lançadas em recursos educacionais abertos (REA) e inovações nos campos pedagógico, acadêmico, tecnológico, de gestão escolar e da educação para o desenvolvimento sustentável (EDS), contribuindo para a oferta de uma educação equitativa, inclusiva e de qualidade em uma das maiores redes de ensino da América Latina.

“A participação dos professores da rede municipal de São Paulo nesta pesquisa é de extrema importância, para efetivar este processo de escuta qualificada, que vai subsidiar, a partir da voz dos profissionais de educação, a produção de materiais e/ou orientações, para que os países da América Latina e Caribe desenvolvam seus programas educacionais, frente à luz dos desafios postos pela pandemia da Covid-19”, afirma Mariana Alcalay, Oficial de Projetos do Setor de Educação da UNESCO no Brasil, responsável pela área de Educação para o Desenvolvimento Sustentável.

 

 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Imagem mostra três meninos brincando em um brinquedo inflável e sendo molhados por um jato de água.
Estudante é vacinada em escola municipal

Saúde inicia vacinação de adolescentes em escolas da rede pública de SP

Publicado em: 25/11/2021 5h23 - em Secretaria Municipal de Educação

Estudantes e professores em atividade na EMEF Amorim Lima

Estudantes da EMEF Amorim Lima realizam exposição sobre poluição luminosa

Publicado em: 24/11/2021 4h32 - em Secretaria Municipal de Educação

Professora de ensino fundamental em sala de aula

SME vai contratar 6.889 professores para diversas funções

Publicado em: 24/11/2021 2h15 - em Secretaria Municipal de Educação

banner de divulgação da VI Jornada Pedagógica

Profissionais da Educação Infantil participam da VI Jornada Pedagógica

Publicado em: 24/11/2021 11h39 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.210