Notícias

SME oferece curso sobre prevenção ao trabalho escravo em parceria com a ONG Repórter Brasil

Inscrições podem ser feitas a partir desta sexta-feira (14), às 12h, por meio de formulário eletrônico

Publicado em: 14/10/2022 10h58 | Atualizado em: 14/10/2022

Fotografia de uma arquibancada com muitas crianças e pessoas adultas na quadra dentro de um ônibus feito de papelão. 

A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, por meio do Núcleo Técnico de Currículo – Educação para as Relações Étnico-Raciais (NEER), promove o curso “Escravo, Nem Pensar! – Prevenção ao Trabalho Escravo em São Paulo”, em parceria com a ONG Repórter Brasil. As inscrições podem ser feitas a partir desta sexta-feira (14), às 12h, por meio de formulário eletrônico.

Nesta edição 2022/2023 do projeto, serão contempladas Unidades Educacionais de Diretorias Regionais de Educação (DREs) que abrangem territórios com grande concentração de matrículas de estudantes migrantes. Além disso, o projeto dará ênfase à relação entre migração e questão de gênero, tendo em vista que mulheres migrantes compreendem um dos grupos mais vulneráveis à exploração laboral em São Paulo.

Por isso, serão também incluídas DREs que abrangem equipamentos das redes municipais de Direitos Humanos e Cidadania e de Assistência e Desenvolvimento Social, dedicadas ao atendimento a mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica, incluindo migrantes.

Assim, serão priorizadas nesta ação as DREs Penha, Jaçanã/Tremembé, Pirituba/Jaraguá, Ipiranga, Freguesia do Ó/Brasilândia, Campo Limpo, Capela do Socorro, Santo Amaro e São Mateus. Como a formação tem em vista a multiplicação nas escolas, e o público alvo são Coordenadores Pedagógicos e Assistentes Técnicos de Educação I que atuem nas DREs indicadas.

Serão oferecidas 60 vagas, sendo contemplados 50 Coordenadores Pedagógicos e 10 Assistentes Técnicos. A formação será presencial e ocorrerá no Instituto Mauá de Tecnologia, localizado na Rua Pedro de Toledo, 1071 – Vila Mariana. Aos participantes desta edição será oferecido um novo módulo do curso em 2023, para dar continuidade às ações desenvolvidas.

O curso tem como objetivos oportunizar as reflexões acerca da relação entre migração e trabalho escravo contemporâneo, sensibilizar coordenadores pedagógicos e formadores (as) das DREs para formação continuada de professores tendo em vista o melhor acolhimento de estudantes migrantes e o combate ao racismo e a xenofobia, e promover a articulação entre as unidades escolares para propiciar um atendimento humanizado e integral aos estudantes e suas famílias.

Confira, abaixo, o conteúdo programático

1º Módulo – Formação básica

1º Encontro presencial – 25/10, das 9 às 13h

Tema: migração

2º Encontro presencial – 26/10, das 9 às 13h

Tema: trabalho escravo

3º Encontro presencial – 31/10, das 9 às 13h

Tema: prevenção ao trabalho escravo nas escolas – experiências exitosas

Clique aqui e faça já a sua inscrição.

Acesse a íntegra do Comunicado Nº 813, de 13 de outubro, páginas 66 e 67, publicado no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, desta sexta-feira (14). 

Veja a lauda com todas as especificações do curso. 

 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Portaria de Matrícula

Portaria de Matrícula

Publicado em: 21/10/2015 4h21 - em Diretoria Regional de Educação Butantã

Avaliação institucional CIEJA 2015

Avaliação institucional CIEJA 2015

Publicado em: 21/10/2015 4h13 - em Diretoria Regional de Educação Jaçanã/Tremembé

Grupo Bicho de Pé faz show no CEU Butantã

Grupo Bicho de Pé faz show no CEU Butantã

Publicado em: 21/10/2015 3h44 - em CEU e COCEU

Peça “Why The Horse?” no CEU Inácio Monteiro

Peça “Why The Horse?” no CEU Inácio Monteiro

Publicado em: 21/10/2015 3h24 - em CEU e COCEU

Jornada Especial Integral de Formação – JEIF para o ano de 2016

Jornada Especial Integral de Formação – JEIF para o ano de 2016

Publicado em: 21/10/2015 3h04 - em Diretoria Regional de Educação Butantã

1 1.403 1.404 1.405 1.406 1.407 1.426