Notícias

SME divulga livro sobre o histórico da Educação de Jovens e Adultos a partir dos 16 CIEJAs da cidade de São Paulo

Publicação “CIEJAs na Cidade de São Paulo: Identidades, Culturas e Histórias” aborda diversidade dos estudantes de diferentes partes da cidade

Publicado em: 26/05/2021 10h33 | Atualizado em: 26/05/2021
Imagem mostra a capa do livro CIEJAs na cidade de São Paulo - Identidades, Culturas e Histórias. No fundo, faixas coloridas e na parte esquerda o mapa da cidade com pins marcando a localização dos dezesseis CIEJAs na capital.

A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, por meio da Divisão de Educação de Jovens e Adultos (DIEJA) da Coordenadoria Pedagógica, divulga a publicação “CIEJAs na Cidade de São Paulo: Identidades, Culturas e Histórias”. O material é o registro sobre o histórico dos dezesseis Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos da cidade. Em 2021, estas unidades contam com cerca de 10 mil estudantes matriculados nos períodos diurno e noturno.

O livro traz narrativas que apresentam o processo de ressignificação pelos quais passaram as equipes dos antigos Centros Municipais de Ensino Supletivo (CEMES) até a consolidação do modo de trabalho e atendimento que os Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos (CIEJAs) oferecem atualmente aos estudantes que, por razões diversas, tiveram o direito à educação negado em algum momento das suas vidas.

A publicação possui 192 páginas e também fala sobre a diversidade e a pluralidade das identidades, culturas e histórias dos estudantes inseridos nos diferentes territórios da cidade que buscam nos CIEJAs um espaço de reconhecimento, acolhimento, integração e de construção de conhecimentos. Desta forma, levando-os à inserção aos bens culturais e às progressões das aprendizagens necessárias à sua formação integral no século XXI.

O material revela o compromisso das equipes em atender às necessidades e especificidades desses estudantes que, muitas vezes, vivenciam a exclusão e a invisibilidade social em seu dia a dia, e que encontram nos CIEJAs o acolhimento, o apoio, o encorajamento e a força para continuar lutando por dias melhores.

Acesse aqui o livro CIEJAs na Cidade de São Paulo: Identidades, Culturas e Histórias.

 

O que são os Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos

Os CIEJAs são equipamentos públicos municipais criados para garantir direitos aos jovens e adultos que não puderam estudar na intitulada “idade certa”. A atuação das unidades ocorre na direção de cumprir as três funções principais da Educação de Jovens e Adultos previstas nas Diretrizes Curriculares Nacionais para essa modalidade, que são:  reparar, qualificar e equalizar as aprendizagens. O público são pessoas acima de 15 anos até qualquer idade, atendidas nos períodos matutino, vespertino e noturno, com jornadas de estudo de 2h15 diárias.

As dezesseis unidades localizam-se em diversas regiões da cidade com o intuito de atender à população em maior vulnerabilidade, a qual foi sistematicamente excluída de seus direitos, visando combater, por meio do acesso à educação pública de qualidade, todas as formas de preconceito ou discriminação entre pessoas com diferenças de cultura, etnia, cor, identidade de gênero, orientação sexual, nacionalidade (migrantes e refugiados), origem e posição social, profissão, religião, opinião política, deficiência ou outra diversidade.

Na página 20 do caderno você encontra o mapa do CIEJAs na capital paulista que faz parte da pesquisa “Tecendo os fios da rede: o CIEJA Campo Limpo como possibilidade ao processo educacional e as redes de ações no território”, desenvolvida pelo pesquisador Diego Elias Santana Duarte, sob a orientação do prof. Dr. Nécio Turra Neto no programa de Pós-graduação em geografia da Faculdade  de Ciências  e Tecnologia – Campus  Presidente  Prudente, Universidade  Estadual Paulista – Júlio  de Mesquita Filho (FCT/UNESP/PP). Confira!

Educação de Jovens e Adultos

A EJA é uma modalidade da Educação Básica destinada a jovens e adultos acima de 15 anos que não tiveram acesso e/ou não concluíram o Ensino Fundamental (1º ao 9º Ano).     

O CIEJA é uma das formas de atendimento da Educação de Jovens e Adultos que, além desta, são: EJA Regular, EJA Modular, Movimento de Alfabetização (MOVA SP) e Centro Municipal de Capacitação e Treinamento (CMCT). A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo atende mais de 49 mil estudantes matriculados entre EJA, Educação Profissional e MOVA.  

Atualmente o perfil dos estudantes da EJA é heterogêneo e composto tanto por jovens que não concluíram o Ensino Fundamental no tempo regular, quanto adultos que buscam maior escolaridade devido às exigências do mundo do trabalho e idosos à procura dos processos de alfabetização, além de migrantes estrangeiros que querem melhorar seu aprendizado da Língua Portuguesa.

Conheça mais sobre a Educação de Jovens e Adultos (EJA) clicando aqui.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Ensino Médio Foto

Ensino Médio na Rede Municipal de São Paulo está com inscrições abertas

Publicado em: 12/08/2022 5h47 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de professora com crianças de educação Infantil
Ilustração com retrato de Marina Colasant

Marina Colasanti será homenageada pela Academia Estudantil de Letras

Publicado em: 12/08/2022 12h43 - em Secretaria Municipal de Educação

Banner de divulgação do V Seminário Agosto Indígena - 2022 - Indígenas na cidade, São Paulo Terra Indígena. Fotografia estilizada de crianças indígenas brincando em uma árvore. Ao fundo, imagem estilizada de pontos turísticos da cidade de São Paulo.

SME promove seminário ‘Agosto Indígena’ no Theatro Municipal de SP nesta segunda (15)

Publicado em: 11/08/2022 4h42 - em Secretaria Municipal de Educação

Quatro estudantes estão sentadas em suas carteiras, há um livro na frente deles. Uma menina aparece à frente da fotografia, os outros estão desfocados mais ao fundo.

Dia do Estudante: Veja sete curiosidades da Rede Municipal de São Paulo

Publicado em: 11/08/2022 1h23 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.262