Notícias

SME divulga livro sobre o histórico da Educação de Jovens e Adultos a partir dos 16 CIEJAs da cidade de São Paulo

Publicação “CIEJAs na Cidade de São Paulo: Identidades, Culturas e Histórias” aborda diversidade dos estudantes de diferentes partes da cidade

Publicado em: 26/05/2021 10h33 | Atualizado em: 26/05/2021
Imagem mostra a capa do livro CIEJAs na cidade de São Paulo - Identidades, Culturas e Histórias. No fundo, faixas coloridas e na parte esquerda o mapa da cidade com pins marcando a localização dos dezesseis CIEJAs na capital.

A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, por meio da Divisão de Educação de Jovens e Adultos (DIEJA) da Coordenadoria Pedagógica, divulga a publicação “CIEJAs na Cidade de São Paulo: Identidades, Culturas e Histórias”. O material é o registro sobre o histórico dos dezesseis Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos da cidade. Em 2021, estas unidades contam com cerca de 10 mil estudantes matriculados nos períodos diurno e noturno.

O livro traz narrativas que apresentam o processo de ressignificação pelos quais passaram as equipes dos antigos Centros Municipais de Ensino Supletivo (CEMES) até a consolidação do modo de trabalho e atendimento que os Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos (CIEJAs) oferecem atualmente aos estudantes que, por razões diversas, tiveram o direito à educação negado em algum momento das suas vidas.

A publicação possui 192 páginas e também fala sobre a diversidade e a pluralidade das identidades, culturas e histórias dos estudantes inseridos nos diferentes territórios da cidade que buscam nos CIEJAs um espaço de reconhecimento, acolhimento, integração e de construção de conhecimentos. Desta forma, levando-os à inserção aos bens culturais e às progressões das aprendizagens necessárias à sua formação integral no século XXI.

O material revela o compromisso das equipes em atender às necessidades e especificidades desses estudantes que, muitas vezes, vivenciam a exclusão e a invisibilidade social em seu dia a dia, e que encontram nos CIEJAs o acolhimento, o apoio, o encorajamento e a força para continuar lutando por dias melhores.

Acesse aqui o livro CIEJAs na Cidade de São Paulo: Identidades, Culturas e Histórias.

 

O que são os Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos

Os CIEJAs são equipamentos públicos municipais criados para garantir direitos aos jovens e adultos que não puderam estudar na intitulada “idade certa”. A atuação das unidades ocorre na direção de cumprir as três funções principais da Educação de Jovens e Adultos previstas nas Diretrizes Curriculares Nacionais para essa modalidade, que são:  reparar, qualificar e equalizar as aprendizagens. O público são pessoas acima de 15 anos até qualquer idade, atendidas nos períodos matutino, vespertino e noturno, com jornadas de estudo de 2h15 diárias.

As dezesseis unidades localizam-se em diversas regiões da cidade com o intuito de atender à população em maior vulnerabilidade, a qual foi sistematicamente excluída de seus direitos, visando combater, por meio do acesso à educação pública de qualidade, todas as formas de preconceito ou discriminação entre pessoas com diferenças de cultura, etnia, cor, identidade de gênero, orientação sexual, nacionalidade (migrantes e refugiados), origem e posição social, profissão, religião, opinião política, deficiência ou outra diversidade.

Na página 20 do caderno você encontra o mapa do CIEJAs na capital paulista que faz parte da pesquisa “Tecendo os fios da rede: o CIEJA Campo Limpo como possibilidade ao processo educacional e as redes de ações no território”, desenvolvida pelo pesquisador Diego Elias Santana Duarte, sob a orientação do prof. Dr. Nécio Turra Neto no programa de Pós-graduação em geografia da Faculdade  de Ciências  e Tecnologia – Campus  Presidente  Prudente, Universidade  Estadual Paulista – Júlio  de Mesquita Filho (FCT/UNESP/PP). Confira!

Educação de Jovens e Adultos

A EJA é uma modalidade da Educação Básica destinada a jovens e adultos acima de 15 anos que não tiveram acesso e/ou não concluíram o Ensino Fundamental (1º ao 9º Ano).     

O CIEJA é uma das formas de atendimento da Educação de Jovens e Adultos que, além desta, são: EJA Regular, EJA Modular, Movimento de Alfabetização (MOVA SP) e Centro Municipal de Capacitação e Treinamento (CMCT). A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo atende mais de 49 mil estudantes matriculados entre EJA, Educação Profissional e MOVA.  

Atualmente o perfil dos estudantes da EJA é heterogêneo e composto tanto por jovens que não concluíram o Ensino Fundamental no tempo regular, quanto adultos que buscam maior escolaridade devido às exigências do mundo do trabalho e idosos à procura dos processos de alfabetização, além de migrantes estrangeiros que querem melhorar seu aprendizado da Língua Portuguesa.

Conheça mais sobre a Educação de Jovens e Adultos (EJA) clicando aqui.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Ceu Cidade Dutra

Prefeitura vai investir R$ 180 milhões na reforma de 26 Centros Educacionais Unificados

Publicado em: 20/09/2022 11h51 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com fundo branco onde se lê

SME promove o Seminário de Educação Especial: Educação como Direitos de Todos

Publicado em: 19/09/2022 3h58 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com fundo de papel reciclado, na parte superior a esquerde segue com o texto
Fotografia de pessosas

Modalidades Paralímpicas são tema de seminário de formação para professores da rede municipal

Publicado em: 16/09/2022 3h59 - em Secretaria Municipal de Educação

Curso Primeiríssima Infância (1)

Prefeitura oferece curso sobre Protocolo Integrado de Atenção à Primeiríssima Infância

Publicado em: 16/09/2022 2h19 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 1.283