Notícias

Projeto Mediação de Conflitos na EMEF Renato Antonio Checchia

Empreendedorismo, capacitação, diálogo e incentivo ao protagonismo juvenil

Publicado em: 27/10/2015 14h40 | Atualizado em: 30/11/2020

mediacao_conflito_740_x_430.jpg

Para enfrentar o cenário de vulnerabilidade social da região onde está localizada, a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Renato Antonio Checchia, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Pirituba, localizada no Jardim Sydney, zona norte de São Paulo, desenvolve desde 2014 uma série de ações para tornar o ambiente escolar mais saudável e harmonioso através do diálogo, mediação e resolução de conflitos e o exercício da cidadania por meio de atividades esportivas e de capacitação para o mercado de trabalho.

Desde o início do projeto, desenvolvido pela professora Rosana Voigt, uma série de oficinas e capacitações vem sendo realizadas, como aulas de tênis em parceria com o Projeto Bola Dentro, oficina de ponto cruz com a professora voluntária Sandra Rocha, oficina de caixas artesanais e capacitação para produção de sabonetes artesanais, aberta para a participação de interessados de outras unidades educacionais e da comunidade. Além disso, também foram realizados atendimentos com ênfase na resolução de conflitos com pais, alunos, professores e a comunidade.

Esportes – As atividades esportivas também foram contempladas com a realização do evento “Um dia de skate na escola”, com a participação de Rogério Antigo, campeão brasileiro profissional de skate freestyle e com a visita ao São Paulo Futebol Clube para uma palestra com o técnico Everaldo Silva, professor de futsal.

meio_mediacao_conflito_740_x_430.jpg

Empreendedorismo – Em parceria com o designer Guilherme Rocha, os alunos produziram uma caneca com mensagens ligadas à convivência harmoniosa em sociedade. A caneca, junto com os demais itens desenvolvidos nas oficinas, serão colocadas à venda em uma feira de empreendedorismo que deve ser realizada no fim do mês de novembro como finalização do projeto neste ano.

Descoberta de talentos – Durante a realização da dinâmica “Projeto de Vida” desenvolvida no Projeto e que tem como objetivo contribuir para que os alunos se apropriem da importância de estudar, mediar conflitos e ressignificar valores não só no cotidiano escolar mas nas relações e nos ambientes como um todo, incluindo o esporte e o trabalho, o aluno Arthur Ribeiro, 15 anos, demonstrou um interesse muito grande em ser Chef de Cozinha. A assessoria do Chef Edu Guedes, ao conhecer o trabalho realizado na escola e o interesse do Arthur, enviou ao aluno um livro autografado como forma de incentivá-lo a não desistir de seus sonhos.

“O projeto viabilizou a inserção das crianças, jovens e adolescentes no contexto familiar, escolar e social, a reflexão do papel da escola, a educação em direitos humanos, a parceria dos pais contribuindo para a diminuição do índice de indisciplina e de violências no ambiente escolar e familiar, o diálogo frente aos conflitos utilizando a mediação, a abertura de canais de comunicação, e eventos para a comunidade e público em geral, o resgate e apropriação de princípios fundamentais como ética, respeito, solidariedade, tolerância, não violência, o aumento progressivo do rendimento escolar dos alunos, conforme relato dos professores e o incentivo ao protagonismo juvenil”, conta Rosana.

Clique aqui e veja a galeria de imagens

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Sme Na Bienal

Bienal do Livro começa neste sábado e estande da SME recebe grandes nomes da literatura brasileira

Publicado em: 01/07/2022 4h18 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia mostra 20 crianças, 18 em pé e 2 ajoelhadas à frente. As que estão ajoelhadas seguram desenhos e uma que está em pé atrás dela segura outro. Uma das crianças que está em pé segura o livro

Estudantes de EMEI enviam cartas para instituição que acolhe refugiados no Rio de Janeiro

Publicado em: 01/07/2022 3h19 - em Secretaria Municipal de Educação

Merendeira servindo refeição para estudante
Fotografia mostra 17 estudantes e uma professora, eles estão em duas filas uma atrás da outra e a professora está ao centro. A professora veste uma camiseta preta da AEL e uma saia preta. Todos os estudantes vestem a mesma camiseta, uma capa prateada e uma medalha.

Rede Municipal de SP ganha Academia Estudantil de Letras Carolina Maria de Jesus

Publicado em: 30/06/2022 2h16 - em Academia Estudantil de Letras

Imagem mostra as mãos de uma pessoa fazem sinal em Libras.

Polo UniCEU Casa Blanca tem inscrições abertas para graduação em Letras

Publicado em: 30/06/2022 11h47 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.250