Notícias

NAAPA da DRE Guaianases promove Encontro de Proteção aos Direitos das Crianças e Adolescentes

Evento realizado em parceria com a ONG Ação Educativa abordou o antirracismo

Publicado em: 26/04/2019 13h07 | Atualizado em: 30/11/2020

acao_educativa_principal_740x430.jpg

Ocorreu no dia 21 de fevereiro, no Centro de Educacional Unificado (CEU) Jambeiro, o Primeiro Encontro de Ação Educativa, evento viabilizado pela Diretoria Regional de Educação (DRE) Guaianases com a participação da Organização Não Governamental (ONG) Ação Educativa. A iniciativa teve o objetivo de abordar ações articuladas para a defesa dos direitos de crianças e adolescentes nas escolas, utilizando uma abordagem antirracista e fortalecendo a implantação da Lei 10.639.

Um dos núcleos da Divisão Pedagógica (DIPED) da DRE, o Núcleo de Apoio e Acompanhamento para a Aprendizagem (NAAPA) foi o responsável pela organização do evento e contou com a colaboração do Centro de Formação e Acompanhamento à Inclusão (CEFAI) e da Divisão dos Centros Educacionais Unificados e da Educação Integral (DICEU). O encontro ainda teve a participação de Equipes Gestoras das Unidades Educacionais Parceiras, de representantes dos Conselhos Tutelares, do Serviço de Medidas Socioeducativas (SMSE), do Centro de Referência de Promoção da Igualdade Racial (CRPIR), do Serviço de Proteção Social à Criança e Adolescente Vítima de Violência (SPVV) e da Supervisão da Assistência Social (SAS).

As atividades tiveram início pela manhã com um breve acolhimento, no qual os participantes puderam ter suas caricaturas desenhadas por Onézio Cruz, membro da DICEU. Na sequência, o público apreciou o músico Gaspar Lopes Marcelino, Analista de Informação, Cultura e Desporto do CEU Jambeiro, que formou um dueto com o pianista Mateus Renan Sousa Costa, também da região de Guaianases, e executou canções de gêneros como a MPB e o Sertanejo Universário.

Logo depois, Elisandra Félix Vieira, Coordenadora do NAAPA, agradeceu a presença dos participantes e destacou o conteúdo a ser discutido. Ela passou a palavra à Diretora Regional de Educação de Guaianases, Lucimeire Cabral de Santana, que teceu um breve comentário sobre a relevância dos debates sobre a defesa dos direitos de crianças e adolescentes nas escolas, à luz da Lei 10.639.

Em seguida, Luciana Aparecida Tresseno Resende, membro da DICEU, realizou uma terapia denominada Lian Gong, parte do Programa de Promoção à Saúde com Práticas Integrativas e Complementares (PROPIC), que consiste em treinamentos leves voltados à recuperação da movimentação natural.

A Equipe da ONG Ação Educativa, Bárbara Barboza, Cláudia Bandeira e Fernando Konesuk, realizou uma apresentação institucional e abordou o guia “A Escola na Rede de Proteção aos Direitos de Crianças e Adolescentes”, que retrata o papel fundamental da escola na defesa e garantia dos direitos de crianças e adolescentes, contribuindo, assim, para o exercício da cidadania.

acao_educativa_1_740x430.jpg

(Homenageados no palco, os membros da ONG Ação Educativa destacaram a importância do Encontro, buscando à garantia dos direitos das crianças e adolescentes).

A ONG discursou sobre os temas: “O sistema de garantia de direitos: perspectivas de atuação em rede”, “Violação e proteção de direitos: a rede como prática”, “Infância, adolescência e territorialidade”, “A escola na rede e a rede na escola”, “Diagnóstico de atuação nos territórios”, “Sete passos para a construção da rede”, “Racismo na infância e na adolescência”, “Vidas negras importam”, “Relações raciais na educação” e “Por uma rede antirracista”.

Após a apresentação da Ação Educativa, houve um debate no qual a plateia pôde expressar suas experiências e opiniões, além de poder tirar dúvidas relacionadas às questões raciais e aos demais serviços da Rede de Proteção Social. A Coordenadora do NAAPA ressaltou a construção de ações da DRE Guaianases articuladas com os demais serviços da Rede de Proteção Social para a defesa dos direitos de crianças e adolescentes, a partir de uma abordagem antirracista. “É importante continuarmos construindo ações focalizadas e integradas para construção de intervenções mais efetivas, que fomentem o fortalecimento e o monitoramento de políticas públicas que tenham como perspectiva a garantia dos direitos de nossos educandos”, afirmou Elisandra.

A Diretora da DIPED, Ester Marques de Paula Dionísio, finalizou o evento e agradeceu a participação de todos, especialmente às equipes da ONG Ação Educativa e da administração do CEU Jambeiro, representada por Rita Beatriz Boranga, Coordenadora de Ação Cultural.

Clique no link para ter acesso às fotos do encontro:
photos.app.goo.gl/frRt4p75GDpzVphC7

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Ceu Cidade Dutra

Prefeitura vai investir R$ 180 milhões na reforma de 26 Centros Educacionais Unificados

Publicado em: 20/09/2022 11h51 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com fundo branco onde se lê

SME promove o Seminário de Educação Especial: Educação como Direitos de Todos

Publicado em: 19/09/2022 3h58 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com fundo de papel reciclado, na parte superior a esquerde segue com o texto
Fotografia de pessosas

Modalidades Paralímpicas são tema de seminário de formação para professores da rede municipal

Publicado em: 16/09/2022 3h59 - em Secretaria Municipal de Educação

Curso Primeiríssima Infância (1)

Prefeitura oferece curso sobre Protocolo Integrado de Atenção à Primeiríssima Infância

Publicado em: 16/09/2022 2h19 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 1.283