Notícias

Imprensa Jovem antenada nas ondas das Tecnologias para Aprendizagem

Estudantes da EMEF Mário Fittipaldi acompanharam evento de doação de tablets no CEU Vila do Sol

Publicado em: 16/11/2017 14h50 | Atualizado em: 30/11/2020

Imprensa_Jovem_Tecnologias_para_Aprendizagem_740_x_430.jpg

Matéria produzida pela equipe de Imprensa Jovem da CEU EMEF Mário Fittipaldi

A equipe de Imprensa Jovem da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Mário Fittipaldi, do Centro Educacional Unificado (CEU) Guarapiranga, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Campo Limpo, foi convidada para cobrir o evento de doação de 100 tablets ao CEU EMEF Vila do Sol pela empresa Multilaser, realizado no dia 1º de agosto no teatro do CEU Vila do Sol.

Ao chegarmos à escola, conhecemos os alunos do CEU EMEF Vila do Sol. Nós nos misturamos e começamos a conversar. Em pouco tempo, parecia que éramos amigos há muito tempo. Conversamos sobre as nossas experiências e falamos de alguns momentos vividos como repórteres mirins, do “medinho” que temos quando vamos entrevistar pessoas importantes, a dificuldade em escrever e reeditar tudo, falamos da importância e responsabilidade que temos quando usamos a camiseta laranja. Foram muitas risadas. Adolescentes são assim!

O CEU Vila do Sol é um lugar bonito de ser ver, sua infraestrutura é linda e seus prédios são como todos os outros CEUs. Fomos muito bem recebidos pelas pessoas de lá, conhecemos cada uma delas, são muito animadas e divertidas. Visitamos cada cantinho e nos apaixonamos!

Sabíamos que faríamos a cobertura jornalística com os alunos do CEU Vila do Sol. Trocamos experiências com a futura Imprensa Jovem do CEU, adoramos ajudar e incentivá-los a querer estar nesse projeto maravilhoso que é a Imprensa Jovem.

Depois de toda a conversa, os alunos do CEU Vila do Sol nos levaram para conhecer um pouco de sua escola. Acontecem muitas coisas por lá!

Evento – No evento, alunas do CEU Casa Blanca falaram sobre dois aplicativos que servem para os alunos com deficiência e sobre dois projetos que acontecem lá no CEU.

Renato Feder, da Multilaser, subiu ao palco e falou sobre como é bom dar algo para alguém e incentivou os alunos que estavam presentes a estudar para garantir o seu futuro. O Secretário Municipal de Educação, Alexandre Schneider, junto com o Renato, conversou conosco. Ele é uma pessoa bem legal e muito acessível.

Entrevista com o Secretário Alexandre Schneider e com Renato Feder :

Aluna repórter Marina, do CEU Vila do Sol: Por que depois de visitar várias escolas, o CEU EMEF Vila do Sol foi escolhido para receber os tablets?

Renato Feder: Eu queria entregar esses tablets para uma escola onde o uso fosse grande e que precisasse muito desse equipamento. Após muitas visitas a várias escolas, o coração foi relevante para a escolha.

Aluno Repórter Vitória, do CEU Vila do Sol: Qual a sua intenção com a doação desses tablets? Outras escolas receberam?

Renato Feder: Por enquanto outras escolas não receberam, só o CEU Vila do Sol, mas espero fazer outras doações no futuro. A intenção é que vocês usem com aplicativos que ajudem na educação. O tablet e o computador são ferramentas, é como se fossem um carro, que pode ser usado para o bem ou para coisas inúteis. Vocês podem usá-los para coisas que vão ajudar a construir um futuro para vocês, há centenas de programas maravilhosos que podem ajudar na leitura, matemática, programação e em outros conhecimentos, construindo um futuro melhor para vocês.

Aluno Repórter Guilherme Guerra, do CEU EMEF Mário Fittipaldi: No laboratório de informática, tanto os computadores quanto o sistema precisam de melhorias. Qual a proposta da Prefeitura para resolver esses problemas?

Secretário Alexandre Schneider: A Prefeitura está neste momento fazendo uma licitação (concorrência) para comprar e renovar os equipamentos. A ideia é mudar o desenho do laboratório de informática, usar computadores portáteis e tablets.

Então, teremos uma aquisição de equipamentos e uma mudança nos currículos dos professores que trabalham com tecnologia. Eles passarão por formações para que possam usar os equipamentos da melhor forma possível e construirão projetos na área de tecnologia e na área de programação. Tudo isso está previsto para acontecer a partir do início do ano que vem.

Aluno Repórter Guilherme Lopes, do CEU EMEF Mário Fittipaldi: Os tablets garantem uma autonomia na sala de aula e fora dela, porém a rede wi-fi é limitada. O que a Prefeitura pretende fazer para melhorar a conexão?

Secretário Alexandre Schneider: Têm duas coisas que a gente vai fazer para melhor a conexão. Existe uma conexão que chega até o portão da escola – vamos negociar com as redes telefônicas para ampliar a banda, possibilitando que mais dados trafeguem. No outro pedaço, que é da porta da escola para dentro, usaremos roteadores. A Prefeitura recebeu uma grande doação da Cisco, uma das maiores empresas que produzem este equipamento no mundo. Eles vão melhorar a conexão dentro da escola.

Aluno Repórter Cinthia, do CEU EMEF Mário Fittipaldi: Sobre a manutenção dos tablets, quem fará?

Renato Feder: Os tablets tem um ano de garantia. Em caso de qualquer problema, a Multilaser está à disposição para consertar ou trocar.

Depois da entrevista, fomos para a sala ao lado onde fizemos um lanche. Chegou a hora de ir embora. Dissemos um até logo aos repórteres da Vila do Sol, pessoas incríveis que conhecemos, brincamos juntos e que esperamos ver novamente em breve.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de um rapaz, dos olhos para baixo. Ele está escrevendo em uma agenda. Ao fundo há um computador portátil e uma planta desfocados.

IFSP recebe inscrições para especialização em Educação Profissional e Tecnológica

Publicado em: 21/06/2022 2h18 - em Secretaria Municipal de Educação

Junho Migrante - diversos retratos de crianças com a imagem de um mapa do mundo

SME promove o Junho Migrante com rodas de conversa sobre migração

Publicado em: 21/06/2022 12h16 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia fragmentada mostra 3 pares de pés, todos com o pé esquerdo no chão e o direito pouco levantado. No tornozelo direito da pessoa que está no meio há uma tornozeleira para dança de origem indígena, as pessoas que estão nas extremidades têm uma tornozeleira feita de material reciclável.

SME reúne relatos de práticas pedagógicas sobre histórias e culturas indígenas

Publicado em: 20/06/2022 4h12 - em Secretaria Municipal de Educação

Sobre um fundo verde, um mapa da cidade de São Paulo e os dizeres: Curriculo da Cidade, Considerações do Conselho Municipal de Educação de São Paulo

Conselho Municipal emite parecer sobre o Currículo da Cidade

Publicado em: 15/06/2022 3h02 - em Conselho Municipal de Educação

Fotografia de um garoto adolescente sentado em uma escada e mexendo no celular

Estudantes participam do Projeto “Sou Adolescente, e agora?”

Publicado em: 15/06/2022 12h52 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 5 1.248