Notícias

Fundação da AEL Manoel de Barros

A 73ª Academia Estudantil de Letras foi fundada pela EMEF Madre Joana Angélica de Jesus

Publicado em: 05/12/2017 13h38 | Atualizado em: 30/11/2020

ael_manoel_barros_dreg_740_x_430.jpg

No dia 11 de novembro, no Centro Educacional Unificado (CEU) Lajeado, a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Madre Joana Angélica de Jesus realizou a fundação da Academia Estudantil de Letras (AEL) Manoel de Barros. A cerimônia de posse de dezenove acadêmicos dos Ciclos Interdisciplinar e Autoral contou com a participação de alguns alunos principiantes do Ciclo de Alfabetização.

A mesa de honra da 73ª AEL da cidade de São Paulo contou com a presença da idealizadora da AEL, Maria Sueli Fonseca Gonçalves, a Suelizinha, da Diretora da Divisão Pedagógica (DIPED), Ester Marques de Paula Dionísio e da Coordenadora da AEL na Diretoria Regional de Educação (DRE) Guaianases, Rosana Soares Godinho. Representando a Unidade Escolar, também compuseram a mesa a Assistente de Diretor de Escola, Célia Rodrigues, e a Coordenadora Pedagógica, Ana Paula Prado.

“A AEL Manoel de Barros é a consolidação de um sonho, que só se tornou realidade porque alunos, professores, funcionários e equipe gestora caminharam juntos. Incentivando o protagonismo infanto-juvenil e o encantamento literário é possível fazer da escola pública um espaço de formação de leitores e transformação dos sujeitos”, afirma Ana Paula.

Também participaram da solenidade as AELs Cora Coralina, Machado de Assis e Maurício de Sousa. Os seminários literários dos autores escolhidos pelos alunos foram intercalados com apresentações cênicas, baseadas nos estudos da biografia e obra de Manoel de Barros. Foram utilizados recursos de projeção, excertos literários, músicas, encenação e repertório individual, valorizando os projetos desenvolvidos na escola, a potencialidade e o protagonismo dos educandos.

Para finalizar, foi exibido um vídeo com a retrospectiva do trabalho desenvolvido ao longo de 2017, que incluiu uma adaptação em peça teatral, produzida pelos próprios acadêmicos, do poema “A menina avoada”, do livro “Exercícios de ser criança”.

Para prestigiar os alunos, estiveram presentes, ainda, pais, professores, equipe gestora e demais convidados. ‘‘Agradeço por existir esse projeto. Foi um grande passo ver minha filha falando em público, uma grande superação, que vai ajudá-la muito no futuro’’, disse Elisangela Brito, mãe da aluna Manoela, titular da cadeira número 18, que homenageia o escritor Ziraldo.

Um dos destaques do evento foi o Mestre de Cerimônias, professor Pedro Luís, que declamou poesias e finalizou sua fala com um importante apelo à Consciência Negra.

“Foi um projeto grandioso, realizado com a participação e envolvimento de pessoas que buscam a qualidade do Ensino, assim como acreditam que nossos alunos são capazes de protagonizar com autonomia e muita qualidade. Hoje, eles transformaram em espetáculo todo o conhecimento construído ao longo desses dois anos, que antecederam a fundação da AEL. Nossa eterna gratidão pela oportunidade”, conclui a professora Fernanda Matos, Professora Orientadora de Sala de Leitura (POSL).

Sobre a Academia Estudantil de Letras – Criada em 2005 na EMEF Padre Antonio Vieira pela professora Maria Sueli Fonseca Gonçalves, a Academia Estudantil de Letras (AEL) estimula o gosto pela leitura e pela escrita ao trabalhar a autoestima dos alunos da Rede Municipal de Ensino. Em aulas que acontecem uma vez por semana no contraturno escolar, os estudantes tomam contato com a obra e vida de autores que vão dos clássicos aos contemporâneos.

Clique aqui para ver o álbum de fotos

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de Gravação De Vídeo Em Libras (1)

SME e TV Cultura produzem 3.330 vídeos inéditos em Libras com ajuda de instrutores surdos

Publicado em: 13/05/2022 4h14 - em Secretaria Municipal de Educação

Visita Ao Theatro Muinicipal 02
Fotografia mostra seis pessoas em pé e uma sentada. A pessoa sentada é uma mulher, veste camiseta preta e está com os braços cruzados sobre a mesa. Ao seu lado esquerdo, há uma repórter, ela veste a camisa laranja da

Estudantes surdos produzem reportagens em vídeo em Libras pelo Imprensa Jovem no CIEJA Perus I

Publicado em: 13/05/2022 12h03 - em Diretoria Regional de Educação Pirituba

foto de uma sala com bebês, o chão é forrado com placas coloridas de emborrachado e alguns almofadões. Alguns bebês olham para a câmera. Ao fundo, Duas mulheres interagindo com eles

SME faz nova convocação de aprovados em concurso em diversos cargos

Publicado em: 13/05/2022 10h25 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de parque de uma escola com os muros Grafitados

EMEI da periferia da zona sul tem seus muros e paredes grafitados por 25 artistas

Publicado em: 11/05/2022 10h53 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 1.237