Notícias

Estudantes criam protótipos de robôs com materiais encontrados em casa

Ação foi desenvolvida na EMEF Humberto de Campos e envolveu crianças e adolescentes do 1º ao 9ºano

Publicado em: 30/08/2021 15h01 | Atualizado em: 31/08/2021

foto de diversos protótipos de robôs feitos com materiais reciclaveisCriar um protótipo de robô com caixas, garrafas, sucata ou até equipamentos tecnológicos encontrados em casa que estimulam a inventividade, criatividade e criticidade. Esta era a missão dos estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Humberto de Campos, da Diretoria Regional de Educação Penha, que participaram do concurso “Se meu robô falasse”.

A ação foi promovida como uma das atividades da Professora Renata Ardiguieri, da disciplina de Educação Digital e envolveu estudantes dos ciclos de Alfabetização, Interdisciplinar e Autoral. 

A ideia era que cada criança e adolescente, utilizando materiais recicláveis que encontrasse em suas casas, criasse o seu próprio robô. Cada protótipo deveria ter um nome e uma funcionalidade imaginária. Para concorrer no concurso, os estudantes também precisaram produzir um vídeo com até dois minutos em que fazem a apresentação e ensinam o passo-a-passo do processo de criação.

 

 

Posteriormente, os robôs ficaram expostos para que toda a comunidade escolar pudesse conhecer de perto. Uma comissão formada por 14 professores avaliou as produções tendo em vista quatro fatores: inventividade, criatividade, temática e coerência com o tema tecnologia. 

“Como resultado, houve criações mais simples e outras mais sofisticadas, mas em todos ciclos tivemos crianças que superaram as expectativas. Um estudante que utilizou o motor de um carrinho de controle remoto e adaptou em sua estrutura de recicláveis”, comemora a professora que desde 2012 atua como docente na EMEF. 

Todos os estudantes inscritos receberam certificado de participação e os três primeiros colocados de cada ciclo de ensino/categoria ganharam um fone de ouvido. A proposta de trabalho com a inventividade de protótipos móveis está prevista para continuar durante todo o semestre letivo envolvendo mais estudantes dentro das aulas de Educação Digital. 

Os vídeos produzidos pelos estudantes, as fotos e os resultados do concurso podem ser acessados na página “Se meu robô falasse” da plataforma Padlet. 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Imagem de cinco adultos, uma adolescente e uma criança lado a lado pousando para a fotografia. Ao fundo na parede branca uma TV ligada com o desenho de criança e um poema.

Estudante da EMEBS Anne Sullivan ganha concurso internacional de poesia

Publicado em: 04/05/2022 6h43 - em Secretaria Municipal de Educação

Arte com duas fotografias. A esquerda temos uma foto da escritora Conceição Evaristo, em fundo laranja e com camiseta colorida. Ao lado direito, a foto da capa de um dos livros da autora
Mosaico com quatro imagens dos jogos Free Fire, Just Dance, Fifa 22 e Rainbow Six Siege.

SME receberá quatro etapas presenciais do Campeonato Paulista Estudantil de E-Games

Publicado em: 04/05/2022 11h52 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia mostra 5 bailarinas e 1 bailarino. Elas estão com collant e saia preta, meia calça e sapatilha de meia ponta cor de rosa. O bailarino veste camisa branca e calça preta. Ao centro, a professora Alessandra abraça uma das participantes.

Estudantes de EMEF da Brasilândia concluem curso de balé de 8 anos

Publicado em: 03/05/2022 4h56 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com um arco azul claro e amarelo, no centro as figuras de um globo terrestre cercado de crianças. Segue com a logomarca 'Recreio nas Férias' e o texto 'O brincar mudo o mundo'.
1 2 3 4 5 6 1.237