Notícias

Estudantes criam protótipos de robôs com materiais encontrados em casa

Ação foi desenvolvida na EMEF Humberto de Campos e envolveu crianças e adolescentes do 1º ao 9ºano

Publicado em: 30/08/2021 15h01 | Atualizado em: 31/08/2021

foto de diversos protótipos de robôs feitos com materiais reciclaveisCriar um protótipo de robô com caixas, garrafas, sucata ou até equipamentos tecnológicos encontrados em casa que estimulam a inventividade, criatividade e criticidade. Esta era a missão dos estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Humberto de Campos, da Diretoria Regional de Educação Penha, que participaram do concurso “Se meu robô falasse”.

A ação foi promovida como uma das atividades da Professora Renata Ardiguieri, da disciplina de Educação Digital e envolveu estudantes dos ciclos de Alfabetização, Interdisciplinar e Autoral. 

A ideia era que cada criança e adolescente, utilizando materiais recicláveis que encontrasse em suas casas, criasse o seu próprio robô. Cada protótipo deveria ter um nome e uma funcionalidade imaginária. Para concorrer no concurso, os estudantes também precisaram produzir um vídeo com até dois minutos em que fazem a apresentação e ensinam o passo-a-passo do processo de criação.

 

 

Posteriormente, os robôs ficaram expostos para que toda a comunidade escolar pudesse conhecer de perto. Uma comissão formada por 14 professores avaliou as produções tendo em vista quatro fatores: inventividade, criatividade, temática e coerência com o tema tecnologia. 

“Como resultado, houve criações mais simples e outras mais sofisticadas, mas em todos ciclos tivemos crianças que superaram as expectativas. Um estudante que utilizou o motor de um carrinho de controle remoto e adaptou em sua estrutura de recicláveis”, comemora a professora que desde 2012 atua como docente na EMEF. 

Todos os estudantes inscritos receberam certificado de participação e os três primeiros colocados de cada ciclo de ensino/categoria ganharam um fone de ouvido. A proposta de trabalho com a inventividade de protótipos móveis está prevista para continuar durante todo o semestre letivo envolvendo mais estudantes dentro das aulas de Educação Digital. 

Os vídeos produzidos pelos estudantes, as fotos e os resultados do concurso podem ser acessados na página “Se meu robô falasse” da plataforma Padlet. 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

fotografia de quadra poliesportiva Coberta

Prefeitura de SP anuncia cobertura de 95 quadras poliesportivas na rede municipal

Publicado em: 12/01/2022 11h14 - em Secretaria Municipal de Educação

Apresentação teatral na abertura do Recreio nas Férias.

“Recreio nas Férias” começa nesta segunda-feira com protocolo contra contaminação do Covid

Publicado em: 10/01/2022 2h47 - em Secretaria Municipal de Educação

foto de professora na sala de leitura, dois estudantes olham atentamento para ela. Todos usam máscaras

SME divulga classificação prévia dos interessados na contratação temporária

Publicado em: 07/01/2022 9h47 - em Diretoria Regional de Educação Butantã

Em cima, os dizeres: Gratificação de difícil Acesso. No meio: desenho de um mapa, com um localização ao centro, destacada por um pin

Gratificação de Difícil Acesso: saiba como identificar o distrito da sua escola

Publicado em: 06/01/2022 5h17 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de uma sala de aula com um professor usando máscara de proteção individual e estudantes sentados em suas cadeiras.
1 2 3 4 1.211