Notícias

Escolas da Rede Municipal de Educação de SP recebem prêmio Estudantes em Ação

Com objetivo de promover cidadania e ações transformadoras no contexto escolar; foram entregues mais de R$140 mil em prêmios para escolas e grêmios estudantis.

Publicado em: 07/12/2023 17h56 | Atualizado em: 07/12/2023

Foto de professores e estudantes no evento Estudantes Em AçãoA Prefeitura de São Paulo, por meio do secretário da Controladoria Geral do Município (CGM), Daniel Falcão, e o secretário municipal de Educação, Fernando Padula, da Secretaria Municipal de Educação (SME), premiou nesta quinta- feira (07), as 10 melhores escolas classificadas na primeira edição do projeto Estudantes em Ação.

A ação, que é uma iniciativa da Controladoria Geral do Município em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, incentivou os professores, estudantes e toda a comunidade escolar no desenvolvimento de práticas para promover ações transformadoras no contexto escolar, baseadas no exercício da cidadania ativa, da participação social, do controle social, dos direitos humanos e da cultura da paz e coletividade .

“Mais uma vez agradecer a Controladoria Geral do Município pelo Prêmio Estudantes em Ação. Os projetos são muito interessantes, envolvendo a comunidade de dentro da escola e do entorno. Identificando as questões. É um exercício de cidadania. Algo que fica e vai transcender o espaço escolar. Portanto, parabéns a todos vocês”, enfatizou o secretário Fernando Padula.

A primeira colocada recebeu o valor de R$30 mil, e a décima R$5 mil. Já os Grêmios Estudantis receberam prêmios entre R$3 mil e R$8 mil reais. Os estudantes do time vencedor também terão a oportunidade de participar da ação “Um dia de Prefeito” em que visitarão o Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura de São Paulo, e participarão de atividades especiais, com o objetivo de aprender sobre o trabalho do executivo de forma prática e didática.

“Todas as escolas que concluíram o desafio merecem ser parabenizadas pois as entregas mostraram capacidade de mudança da realidade e inovação, bem como envolver atores diversos da comunidade. 82 professores e mais de 1.200 participaram efetivamente das atividades. O que demonstra o sucesso dessa primeira edição”, destacou o Controlador Geral, Daniel Falcão.

Atividades do Projeto
Setenta e quatro escolas e seus grêmios estudantis se inscreveram no projeto, das unidades inscritas, 42 equipes foram selecionadas, contemplando todas as Diretorias Regionais de Educação, conforme o edital de seleção.
As atividades tiveram início em agosto e as equipes participaram de quatro atividades: oficina para professores orientadores, tarefa especial, auditoria cívica e desafio.Na primeira etapa, os professores passaram por uma atividade de capacitação para apresentação de conceitos, metodologia e as orientações para a realização de todas as atividades previstas no projeto.

A segunda etapa do projeto foi a tarefa especial, uma atividade de curta duração, realizada em parceria com a Secretaria Municipal da Fazenda e que consistiu na participação em oficina expositiva sobre os pilares da educação fiscal e o ciclo orçamentário e na avaliação de propostas eleitas pela população no processo participativo municipal “Orçamento Cidadão”.

A terceira etapa, denominada auditoria cívica, resultou na realização de uma atividade de percepção do ambiente e das ações da escola. Para cumprir seus requisitos, a auditoria cívica teve que ser executada de maneira coletiva pelos estudantes, com o preenchimento de formulários que puderam detectar problemas passíveis de correção e possíveis melhorias nas escolas.

A quarta e última etapa foi dividida em duas partes, sendo planejamento e execução/entrega dos resultados. O desafio completo consistiu na realização de um projeto que abordou as temáticas de controle social, transparência pública, voluntariado, construção de valores de combate à corrupção, melhoria do ambiente escolar e educação fiscal ou financeira.

Após análise das atividades, o Projeto Estudantes em Ação premiou as seguintes escolas e seus projetos:

Lista das escolas finalistas do Projeto (por ordem de Classificação):

10ª – EMEF JOÃO RIBEIRO DE BARROS
A atividade realizada pela equipe foi de revitalização de um espaço ocioso para transformá-lo em um local de convivência por meio da confecção de grafites, pintura e adequação do piso com atividades lúdicas e instalação de bancos e floreiras.

9ª – EMEF JOÃO DOMINGUES SAMPAIO
A atividade realizada foi uma ação de conscientização sobre a limpeza da escola com a criação de uma gincana.

8ª – EMEF DESEMBARGADOR MANOEL CARLOS DE FIGUEIREDO FERRAZ
A atividade realizada foi o Projeto de horta através da compostagem.

7ª – EMEF MARCOS MÉLEGA
A atividade realizada foi uma Campanha de conscientização quanto ao uso do patrimônio público, envolvendo placas físicas, postagens nas redes sociais e entrevistas/conversas com membros da comunidade escolar.

6ª – EMEF DAMA ENTRE RIOS VERDES
A atividade realizada foi uma Realização do “Dia D” de limpeza do entorno da escola e ação de conscientização para que o local permaneça limpo.

5ª – EMEF VILA MUNCK
A atividade realizada foi uma Ação conjunta de limpeza, restauração e conservação do espaço da horta e instalação de um sistema de irrigação inteligente.

4ª – EMEF CONSTELAÇÃO DO ÍNDIO
A atividade realizada foi uma ação de conscientização sobre a importância da reciclagem, incluindo a instalação de lixeiras de coleta seletiva e de orgânicos. A escola também realizou a manutenção dos banheiros e dos ventiladores e instalou um mural da transparência para prestação de contas.

3ª – EMEF FAZENDA DA JUTA
A atividade desenvolvida foi uma ação de conscientização da comunidade quanto às verbas recebidas pela escola (de onde vem e como são gastas). A escola elaborou uma peça teatral para sensibilização sobre o tema.

2ª – EMEF SÓCRATES BRASILEIRO SAMPAIO DE SOUSA VIEIRA DE OLIVEIRA
Com uma Ação de revitalização da praça ao lado da escola, com mutirões para limpeza e corte de mato, plantio de flores e plantas diversas, manutenção dos bancos e instalação de lixeiras ecológicas,

A grande vencedora foi a EMEF Professor Francisco da Silveira Bueno da DRE Ipiranga que com a orientação da professora Karina da Paz Pimenta realizou uma ação de revitalização do entorno da escola. A ação contou com campanha de limpeza, grafite e apresentações culturais (rap, hip hop e poesia). A escola também elaborou um abaixo-assinado para revitalização das calçadas da unidade escolar.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Publicadas as vagas para professores aprovados em concurso público

Publicadas as vagas para professores aprovados em concurso público

Publicado em: 13/10/2015 1h38 - em Secretaria Municipal de Educação

Consulta Pública: Plano de Ação para a regulamentação da Alimentação Orgânica na Rede Municipal de Ensino
Unidades da Rede Municipal participam da Ciranda do Movimento Humano

Unidades da Rede Municipal participam da Ciranda do Movimento Humano

Publicado em: 09/10/2015 4h51 - em Diretoria Regional de Educação Butantã

Filmes e vídeos - NAAPA

Filmes e vídeos – NAAPA

Publicado em: 09/10/2015 4h19 - em NAAPA

Legislação – NAAPA

Legislação – NAAPA

Publicado em: 09/10/2015 4h18 - em NAAPA

1 1.425 1.426 1.427 1.428 1.429 1.440