Notícias

Crianças do CEI Jd. Shangri-lá descobrem as cores, formas e texturas do milho

Trabalho realizado a partir do recebimento do milho “in natura” encaminhado pela Coordenadoria de Alimentação Escolar

Publicado em: 16/08/2018 9h35 | Atualizado em: 30/11/2020

CEI_jd_shangrila_milho_1_740_x_430.jpg

       A Coordenadoria de Alimentação Escolar encaminhou às Unidades Educacionais, no mês de junho deste ano, o milho verde “in natura”.

     A palavra milho significa “o sustento da vida”. Segundo o historiador Sergio Buarque de Holanda, o milho é o principal alimento da população paulista, sendo chamada por ele de “civilização do milho”. Apesar disso, a urbanização fez com que acontecesse o distanciamento da produção e plantio de diversos alimentos, fazendo com que as suas origens se tornassem desconhecidas por parte de muitas crianças.

      Aproveitando o envio deste alimento, o Centro de Educação Infantil (CEI) Jd. Shangri-lá Núcleo III, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Capela do Socorro, que já desenvolve um trabalho pedagógico voltado para a imersão das crianças na exploração e valorização de diferentes culturas, ofereceu a elas a oportunidade de manusearem as espigas, conhecendo-as e descobrindo suas cores, formas e texturas.

     Neste trabalho de exploração e descobertas, as crianças foram as protagonistas, responsáveis por descascar as espigas, encaminhar para o preparo na cozinha e, finalmente, fazer a degustação após o cozimento. A diretora Benedita Mello disse que muitas crianças desconheciam o alimento em sua forma mais natural, chamando-o de “banana”. O resultado desse trabalho foi uma grande aceitação do milho cozido.

    Foi uma experiência que todas as crianças do CEI vivenciaram e, com isso, puderam trocar experiências com os colegas. Ainda de acordo com a diretora, os diálogos entre as crianças mostraram o quanto significativo foi a experiência.

CEI_jd_shangrila_milho_2_740_x_430.jpg

     Essa mesma Unidade possui uma horta e tem desenvolvido trabalhos com as crianças e as famílias. Os familiares contribuem com o cultivo e organização da horta. As crianças também participam de todo o processo de plantio, desde o cultivo do terreno até a realização da colheita. A horta possui muitas hortaliças, legumes e árvores frutíferas, entre elas, uma bananeira. A diretora relatou que colocou dois cachos de bananas verdes colhidos na horta para amadurecerem no corredor da Unidade, possibilitando a toda comunidade escolar acompanhar o amadurecimento da fruta.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Composição com quatro imagens . No primeiro quadrante de cima para baixo, da esquerda para direita: em fundo preto imagem de seis coroas coloridas feitas de fitas e missangas; no segundo quadrante a imagem do rosto de uma mulher negra, ela usa turbante dourado; no terceiro quadrante, vários frascos de perfumes com imagens e flores dentro deles; e no último há uma escultura.
Fotografia de uma professora e seus estudantes da EMEI sentados sobre uma toalha xadrez verde. Eles estão em um piquenique na área externa com grama, folhas secas e árvores. Ao fundo um homem está em pé, ele usa roupas e luvas verdes.

EMEI Parque Brasil inaugura o Bosque Arco-Íris

Publicado em: 19/10/2021 10h00 - em Secretaria Municipal de Educação

print da tela do encontro de escuta ativa do dia 18/10/21

Servidores das DREs Ipiranga e Guaianases participam de seminário no Ciclo de Escuta Ativa

Publicado em: 18/10/2021 4h55 - em Secretaria Municipal de Educação

Ilustração de um grupo de estudantes do projeto Imprensa Jovem.

SME oferece aulas abertas de Educomunicação

Publicado em: 18/10/2021 3h28 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com formas arredondadas em tons de laranja, amarelo e vermelho à esquerda. À direita um fundo branco com os dizeres NAAPA Núcleo de Apoio e Acompanhamento para Aprendizagem.

SME oferece vagas de estágio para atuar no NAAPA das DREs

Publicado em: 18/10/2021 11h27 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 5 1.200