Notícias

Cerimônia de fundação da AEL Graciliano Ramos

São 29 Academias Estudantis de Letras na cidade de São Paulo

Publicado em: 08/08/2017 15h49 | Atualizado em: 30/11/2020

ael_graciliano_740_x_430.jpg

No dia 23 de outubro, o CEU Aricanduva foi o palco da cerimônia de fundação da 29ª Academia Estudantil de Letras (AEL) da Rede Municipal de Ensino de São Paulo, a AEL Graciliano Ramos, da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Francisco Alves Mendes Filho – Chico Mendes. Esta é a segunda AEL de uma escola da Diretoria Regional de Educação (DRE) Itaquera.

Os integrantes da nova academia tomaram posse de suas cadeiras e apresentaram a biografia e as obras dos autores que escolheram para representar. A recepção dos novos acadêmicos foi feita por alunos da 28ª AEL, a AEL Pedro Bandeira, da EMEF Saturnino Pereira, da DRE Guaianases, por integrantes da AEL Rachel de Queiroz, da EMEF Arthur Alvim, da DRE Penha, e por alunos participantes da AEL Walcyr Carrasco, da EMEF Danylo José Fernandes, a primeira fundada na DRE Itaquera, em 2011.

ael_graciliano_2_740_x_430.jpg
Alunos da AEL Graciliano Ramos, AEL Walcyr Carrasco, AEL Pedro Bandeira e AEL Rachel de Queiroz participaram da cerimônia

Academia Estudantil de Letras – Criada em 2005 na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Padre Antonio Vieira pela professora Maria Sueli Fonseca Gonçalves, a Academia Estudantil de Letras (AEL) estimula o gosto pela leitura e pela escrita ao trabalhar a autoestima dos alunos da Rede Municipal de Ensino. Em aulas que acontecem uma vez por semana no contraturno escolar, os estudantes tomam contato com a obra e vida de autores que vão dos clássicos aos contemporâneos.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas