Notícias

Alunos da EMEF Madre Maria Imilda do SS. Sacramento investigam “quem conserta a quebrada”

Documentário produzido nas aulas do 8º ano reflete o papel do morador para a resolução de problemas da cidade

Publicado em: 27/11/2015 14h49 | Atualizado em: 30/11/2020

quem_conserta_a_quebrada.jpg

Os alunos do 8º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Madre Maria Imilda do Santíssimo Sacramento, da Diretoria Regional de Educação (DRE) de São Miguel, produziram um documentário com depoimentos de familiares e moradores das comunidades próximas à escola, trazendo para discussão temas como cidadania e participação popular.

Intitulado “Quem conserta a quebrada?”, o vídeo de autoria dos alunos apresenta em seu enredo os problemas que mais incomodam os moradores da periferia e o que eles pensam que deveria ser feito para melhorar a situação. Os alunos do 8º ano D, Everton José dos Santos e Heloísa Santos Muniz, coautores do projeto, dizem que o título criativo sugere “uma resposta no ar” e “chama a atenção do morador para que ele tenha curiosidade do que virá a seguir”. Segundo Heloísa, “acaba sendo um trocadilho, soa bem juvenil e chama a atenção porque é bem realista”.

A ideia de produzir um documentário surgiu nas aulas de Informática Educativa da turma e partiu dos alunos. “Sugeri que eles (os alunos) lessem uma reportagem chamada ‘São Paulo tem jeito?’, da revista Superinteressante, e que publicassem no ambiente virtual Edmodo impressões sobre a nossa cidade. Em seus comentários, evidenciavam problemas que, segundo eles, seriam resolvidos apenas com a ação dos órgãos públicos. É uma ideia baseada em senso comum e que precisa ser melhorada: a participação dos moradores é fundamental, é trabalho conjunto! Para avançar, realizamos pesquisas para entender, por exemplo, a função da Subprefeitura. Descobrimos que o morador pode sinalizar os problemas, para uma ação mais efetiva da Prefeitura, fazendo uso do canal 156, do SAC (Serviço de Atendimento ao Cidadão) e da Ouvidoria do Município. Temos, hoje, uma cidade aberta para a participação popular”, conta o professor Pedro Roberto da Fonseca Satiro, Professor Orientador de Informática Educativa da unidade e orientador do projeto.

O vídeo final foi planejado para compartilhar com outras pessoas o aprendizado da turma. O aluno Paulo Henrique Teléscio Perdigão conta que a ideia era fazer “um filme com todos os dados necessários para resolver qualquer problema em sua sociedade… um filme curto, mas esclarecedor.”

“Quem conserta a quebrada?” também conta com a participação do prefeito Fernando Haddad, em uma fala concedida à aluna-repórter Isabela Marco no dia 04/09/2015, durante o evento Prefeitura no Bairro na Vila Itaim.

Confira o vídeo:


Notícias Mais Recentes

1 2 3 4 5 1.211