• Ir para Facebook da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para Instagram da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para Twitter da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para YouTube da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo

Notícias

Metade dos professores da Rede Municipal de São Paulo é pós-graduada, com título de especialista, mestre ou doutor

Com cerca de 60 mil docentes efetivos, número de profissionais que atuam nas escolas municipais paulistanas é similar ao de toda cidade do Rio de Janeiro

Publicado em: 15/10/2019 3h06 | Atualizado em: 15/10/2019
Imagem de professoras em formação

 

A Rede Municipal de Educação de São Paulo possui em seu quadro mais de 66 mil educadores efetivos, entre Professores, Coordenadores Pedagógicos, Diretores de Escola e Supervisores Escolares, destes, 99% são graduados em nível superior e cerca de 50% é pós-graduada com título de especialista, mestre ou doutor.

Segundo dados levantados pelo sistema informatizado da Secretaria Municipal de Educação (SME), atualmente, o quadro do magistério municipal possui cerca de 60 mil professores que atuam na Educação Básica em Unidades Escolares de Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Bilíngue para Surdos e Educação de Jovens e Adultos. Deste total, 29 mil profissionais já apresentaram títulos de especialista, 1.332 de Mestre e 116 de doutor. Entre os cerca de três mil gestores com cargo base de Coordenador Pedagógico, Diretor de Escola e Supervisor Escolar, 2.049 mil títulos de especialista, mestre ou doutor já foram contabilizados.

“Os números mostram o compromisso dos nossos educadores e o compromisso da Secretaria Municipal de Educação em investir na formação, que reflete diretamente na qualidade do Ensino que é oferecido aos nossos estudantes”, destacou o secretário de Educação, Bruno Caetano.

Uma grande metrópole

São Paulo é a cidade brasileira que possui o maior número de docentes atuando na Educação Básica. Segundo o dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) de 2018, são quase 133 mil profissionais atuando em escolas públicas e privadas, destes, mais de 60 mil são professores efetivos e que atuam em nossas escolas municipais com gestão direta da Prefeitura de São Paulo.

O número de docentes que compõem o quadro das escolas municipais de São Paulo é semelhante à quantidade total de professores que trabalham na Educação Básica de toda a cidade do Rio de Janeiro, contando escolas públicas e privadas. A capital do Rio de Janeiro possui pouco menos de 60 mil docentes.

A Rede Municipal de Ensino de São Paulo também possui um quadro de docentes maior que o montante de professores que atuam na Educação Básica em todo o estado da Paraíba, com 47 mil; do Piauí, com 46 mil; do Amazonas com 45 mil e Espírito Santo, com 41 mil.

Diversidade

Dados da SME também mostram que 15% dos 60 mil profissionais não são nascidos no Estado de São Paulo. 2.086 são provenientes do estado da Bahia, 2.047 de Minas Gerais, 1.224 do Paraná e 1.070 de Pernambuco. Paulistas são pouco mais de 53 mil profissionais.

Há também 48 educadores estrangeiros, entre gestores e professores, atuando nas escolas municipais. Portuguesa é a nacionalidade mais recorrente na RME, com 19 profissionais. Angola, Alemanha, Espanha, Chile, Bolívia, Índia, Líbano, Síria e Peru são alguns dos outros países que compõem a lista de 17 nacionalidades.

Majoritariamente, o quadro de professores e gestores da RME é formado por mulheres. Somos 57.302 mulheres, enquanto homens são apenas 9.024.

 

ir para educadoresir para Notícias Home

Mais Recentes

RELACIONADAS

Imagem tirada de trás do palco pegando os convidados sentados em cadeiras sobre o palco e ao fundo a platéia.

Premiação destaca boas práticas de atendimento à primeira infância na região Sul de São Paulo

Vencedores receberão até R$ 5 mil em equipamentos e materiais

Publicado em: 15/10/2019 3h06 - em CEU Cidade Dutra

Imagem da porta de entrada dos banheiros da EMEF Brasil Japão

Diretor de Escola investe na cultura de paz

Projeto para retirada de grades é pautado na Educação em Direitos Humanos e já refletiu em melhorias no ambiente escolar

Publicado em: 15/10/2019 3h06 - em Notícias Home

Uma fotografia do rosto da Diretora da EMEI Pedro Álvares Cabral, Andrea Steinvascher

Gestão e projetos da EMEI Prof. Pedro Álvares Cabral Moraes incentivam a participação das famílias e crianças nas atividades da escola

Diretora da unidade, Andrea Steinvascher, revela a importância do diálogo com a equipe escolar para garantir o atendimento de qualidade às crianças

Publicado em: 15/10/2019 3h06 - em Gestão Democrática

Whatsapp Image 2019 11 08 At 12.39.31

Prefeitura de São Paulo envia à Câmara Municipal PL para criar Programa Mais Creche

Objetivo é ampliar atendimento de crianças com idade entre 0 e 3 anos

Publicado em: 15/10/2019 3h06 - em Educação Infantil

Estudantes tocando Instrumentos Musicais

Instrumentos musicais chegam a Escolas Municipais

Investimento de R$1,8 milhão amplia em 35% o trabalho com Educação Musical

Publicado em: 15/10/2019 3h06 - em Notícias Home