• Ir para Facebook da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para Instagram da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo
  • Ir para YouTube da Secretaria Muncipal de Educação de São Paulo

Currículo

Imagem com desenhos de crianças e escrito Jornada Pedagógica

As Jornadas Pedagógicas acontecem em dois momentos ao ano, nos meses junho e novembro, e envolvem todos os profissionais dos Centros de Educação Infantil (diretos e parceiros) e das Escolas Municipais de Educação Infantil que fazem parte da Rede Municipal de São Paulo.

No dia da ação são realizadas formações simultâneas, como palestras, relatos de práticas, mesas de discussão, visitas e oficinas nos territórios das 13 Diretorias Regionais de Educação (DREs), em aproximadamente 400 locais da cidade. As jornadas proporcionam momentos de reflexão a respeito das ações de implementação curricular da Educação Infantil e como impactam o fazer dos Educadores junto aos bebês e crianças no cotidiano das Unidades Educação.

Acesse aqui a programação III Jornada Pedagógica  que acontece em Junho de 2020


Parques Sonoros

A proposta do Projeto Parques Sonoros leva para dentro das Unidades de Educação Infantil a música, o lúdico, a formação de professoras e professores e a intervenção sonora nos espaços internos e externos da Unidade. É uma ação que envolve toda a equipe escolar, um formador que viabiliza o estudo, discussões e reflexões sobre as ações que acontecem dentro da sala com os pequenos e que, aos poucos, vão saindo e se tornando instrumentos e brinquedos do lado de fora.

Acesse a publicação sobre Parques Sonoros (link externo)


Imagem com um desenho de criança e escrito Infâncias em foco

 

 

 

 

 

 

Iniciado em 2019, o Projeto Infâncias em Foco envolve a formação direta de cerca de quatro mil gestores, entre Coordenadores e Diretores. Ações focam na implementação e na consolidação de ações de formação que qualifiquem permanentemente a proposta pedagógica nas unidades educacionais, tendo como diretriz o Currículo da Cidade – Educação Infantil. O trabalho alcança indiretamente 31 mil professores e 269 mil bebês e crianças que frequentam os CEIs parceiros.

Acesse a Síntese Anual de 2019

Acesse notícias sobre o Projeto Infâncias em foco.

Ciclo 8

Cartas pedagógicas: instrumento de reflexão e memória para gestores
Um memorial das práticas de gestão que pode ajudar as equipes dos Centros de Educação Infantil (CEIs) tanto a refletir e a avançar no seu trabalho ano a  ano como     indicar o     percurso vivido para os gestores que venham a substituí-las.Saiba mais clicando no link.

Cartas Pedagógicas

Acesse aqui o documento sobre o que a dupla gestora pode orientar às famílias para o período da quarentena

 

Projeto Infâncias em Foco amplia discussão sobre literatura na educação infantil e realiza visitas pedagógicas virtuais durante a suspensão das ações presenciais

Com as atividades presenciais suspensas em função das medidas de distanciamento social adotadas em resposta à epidemia da COVID-19, o projeto Infâncias em Foco investiu nos últimos meses, entre outras ações, na discussão do papel da literatura na Primeira Infância, por meio do Informativo Experiências Literárias, e na realização das Visitas Pedagógicas virtuais, dando continuidade à potente estratégia de fortalecimento de coordenadoras/es pedagógicas/os realizada presencialmente em 2019. As duas frentes do percurso formativo dão sustentação à implementação do Currículo da Cidade – Educação Infantil. Acesse o link Visitas Pedagógicas.

Visitas Pedagógicas

Experiências literárias

Você se lembra do primeiro livro que leu? Ou da primeira história que alguém leu com você? Talvez não, mas com certeza algum livro marcou a sua vida. As experiências literárias nos formam e, como educadores, queremos que estejam presentes também na vida dos bebês e crianças  atendidos nos CEIs (Centros de Educação Infantil) parceiros da cidade de São Paulo.  Foi pensando em complementar o percurso formativo das equipes dos CEIs que o projeto Infâncias em Foco, uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, preparou o informativo Experiências literárias: diálogos com as gestoras/es e professoras/es 

O objetivo é qualificar e fortalecer a leitura para e com bebês e crianças por meio da reflexão sobre o importante papel que a literatura desempenha na Primeira Infância. O material traz propostas que visam fomentar práticas de leituras qualificadas, ampliando e diversificando as experiências literárias vividas nos CEIs.

Serão publicados quatro informativos até agosto, um a cada mês, não percam. Acompanhem!

Edição nº 01

Edição nº 02

Edição nº 03

Edição nº 04

 

 


Escuta de criança

Escuta Foto Professora E Crianças 1 Escuta Prof 2

No ano de 2019 foi constituído um grupo de trabalho sobre escuta de bebês e crianças, com representatividade de todas as Diretorias Regionais de Educação (DREs),  dois representantes da Divisão de Educação Infantil (DIEI) e coordenado pela  profª Ms  Bruna Ribeiro, com o objetivo de qualificar esta escuta no cotidiano educacional,  a partir da reflexão das práticas pedagógicas de educadoras(es). Este documento apresenta duas partes, a primeira aborda uma fundamentação mais  teórica e a segunda, que esta em construção pela  Consultoria do Wellington Domingos (Consultor Pedagógico, estudioso da primeira infância e diretor da Escola Aroeira) e Lucinda D. Bittencourt Thesbita (Estudiosa da primeira infância e Coordenadora da Escola Aroeira), traz reflexões mais práticas  do ambiente educacional, a partir de visitas em diferentes unidades na Rede Municipal de Educação de São Paulo. No link abaixo traz-se um texto sobre a construção desta segunda parte do documento.

Com a intenção de qualificar a escuta de crianças no cotidiano escolar, visando uma produção escrita que auxilie na atuação pedagógica dos educadores e educadoras, o texto, no link abaixo, é um disparador para fomentar as discussões em nossos espaços de formação.

https://educacao.sme.prefeitura.sp.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/ESCUTA-7portal.pdf

 


Normativa de Registro

Relatório 1 Relatório 2

Os registros na Educação Infantil devem superar o mero cumprimento burocrático para avançar como instrumento formativo e reflexivo que auxilie no replanejamento dos fazeres docentes, a partir da escuta e observação dos bebês e crianças. Assim, o Grupo de Trabalho de Registros na Educação Infantil elaborou a Orientação Normativa 01/2019 que auxilia os profissionais da Infância a elaborar os instrumentos de registros e qualificar os já existentes.

Acesse a Orientação Normativa SME Nº 1 de 6 de fevereiro de 2019 (link externo)


Logos Acoes Curriculo Todos 2 Educação Alimentar

A Orientação Normativa sobre Educação Alimentar e Nutricional tem a intenção de ajudar na análise das propostas da Rede e na qualificação dos momentos de alimentação como reveladoras de práticas culturais e sociais. A proposta é que os encaminhamentos assegurem que bebês e crianças sejam atendidos em suas necessidades nos momentos de alimentação. Ela foi escrita por um grupo de 14 pessoas que fazem parte do Grupo de trabalho de Educação Alimentar.

Pesquisa

Em 2020 as unidades de Educação Infantil participaram da pesquisa “Tempos, espaços e materialidades da alimentação na Educação Infantil”, que foi desenvolvida pelas equipes da Divisão de Educação Infantil – SME/COPED/DIEI e da Divisão de Educação Alimentar e Nutricional – SME/CODAE/DIEDAN, com o objetivo de conhecer melhor o momento da alimentação dos bebês e crianças. A elaboração, coleta de dados e análise da pesquisa foi realizada no período de fevereiro a junho de 2020.

Em 10/12/20 ocorreu a live “Pesquisa Tempos, espaços e materialidades da alimentação na Educação Infantil: resultados e contribuições”, para tratar dessa pesquisa, com a participação do Diretor da DIEI, Cristiano Rogério Alcântara e a Profa Elza Corsi do Instituto Avisalá.

A proposta é apresentar a realidade da RME, em um determinado contexto histórico (anterior à pandemia) e articular as práticas existentes com princípios e diretrizes da Orientação Normativa SME 1/2020. O respeito aos princípios independem do atual momento de distanciamento social.

Para conhecer esses dados da pesquisa e utilizá-los nos momentos formativos, clique aqui

Carta aos Educadores

Estamos vivendo um momento histórico sem precedentes no Brasil. A pandemia afeta a todos nós, aflorando inseguranças e incertezas. Desde março, nós educadores, estamos aprendendo todos os dias como seguir em
frente e apoiar as famílias.Pensar no retorno dos profissionais, bebês e crianças às atividades educacionais requer a revisão de protocolos de cuidados, higiene e saúde em todos os ambientes, além da reorganização das ações pedagógicas como, por exemplo, rodas de histórias e conversas, brincadeiras, alimentação e demais interações. Apesar das   adversidades, gostaríamos   de compartilhar a publicação  (DOC. de 18/07/2020, p. 15 a 19) da Orientação Normativa de Educação Alimentar e Nutricional para a Educação Infantil na Rede Municipal de Ensino,
fruto de muito estudo, pesquisa e conversas pela Rede no ano de 2019.Conheça mais no link abaixo.

CARTA-AOS-EDUCADORES.pdf