Notícias

Transcidadania oferece ensino, formação profissional e inclusão à população trans 

No Dia da Visibilidade Trans, Educação e Direitos Humanos divulgam vídeo sobre estudantes atendidos no CIEJA Paulo Emílio Vanzolini; assista

Publicado em: 29/01/2022 12h12 | Atualizado em: 29/01/2022
Arte com o texto "Aperta o Play - CIEJA e Transcidadania". Segue com as logomarcas "Coordenação de Políticas LGBTI", "Cidade de São Paulo - Direitos Humanos e Cidadania" e "Cidade de São Paulo - Educação". No quadrante esquerdo fotografia de uma mulher pintando uma tela com tintas coloridas e pincéis. No quadrante direito, elementos como filmadora com triângulos que saem de sua lente como se fosse a luz da imagem projetada.

Neste sábado (29), Dia da Visibilidade Trans, as Secretarias Municipais de Educação e de Direitos Humanos e Cidadania da cidade de São Paulo preparam um material audiovisual exclusivo sobre a importância da Educação e do Programa Transcidadania para travestis, mulheres transexuais e homens trans que estudam em unidades escolares municipais.

O minidocumentário traz um pouco da história de vida e a relação com a educação dessa população que é atendida no CIEJA Paulo Emílio Vanzolini, na região do Cambuci, e participam do Programa Transcidadania. O material está disponível no Facebook, Instagram e Youtube da SME. E também no Facebook, Instagram e YouTube da SMDHC, e no Instagram da sua Coordenação de Políticas LGBTI. Assista a matéria abaixo:

 

O Programa Transcidadania, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, realizado por meio da Coordenação de Políticas LGBTI, promove a reintegração social e o resgate da cidadania para travestis, mulheres transexuais e homens trans em situação de vulnerabilidade por meio da elevação da escolaridade, fortalecendo as atividades de colocação profissional. Atualmente o Programa atende 510 pessoas beneficiárias. Até 2024 o Programa de Metas da capital pretende dobrar o número de atendimentos chegando a 1.020 pessoas

Para se candidatar ao Programa, as pessoas interessadas devem entrar em contato com um dos Centros de Cidadania LGBTI ou Centro de Referência e Defesa da Diversidade (CRD) . Clique aqui e veja os endereços e telefones.

E este Dia da Visibilidade Trans também marca outra oportunidade para as bolsistas do Transcidadania, que agora têm a chance de realizar as horas complementares do programa em secretarias municipais e subprefeituras da capital paulista com atividades práticas. Todos os estágios são voltados para a área administrativa, com o objetivo central de ampliar as experiências profissionais das(os) beneficiárias(os), saindo do ciclo de profissões pré-estabelecidas para esta população, como as de cabeleireira e maquiadora.

Articulada pela Coordenação de Políticas para LGBTI da SMDHC e com previsão de início para fevereiro, a parceria inovadora envolve seis subprefeituras e três secretarias. Além disso, a pasta preparou uma programação especial para esta data, com ações acontecendo em toda a rede de atendimento, composta pelos quatro Centros de Cidadania LGBTI e o Centro de Referência e Defesa da Diversidade (CRD). Veja aqui tudo que está rolando e participe!

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Foto da reunião de planejamento

SME recebe entidades sindicais para diálogo das ações de 2023

Publicado em: 01/02/2023 11h03 - em Secretaria Municipal de Educação

Foto Professores com bebês brincando

Prefeitura de SP paga R$ 293 milhões em prêmio aos servidores da Educação nesta terça-feira (31)

Publicado em: 31/01/2023 4h23 - em Secretaria Municipal de Educação

Ilustração de uma jovem negra que é personagem da Revista Jovenilda e sua turma
fotos dos itens que compõe o uniforme das escolas da prefeitura de São Paulo
Fachada de uma Escola Tecnica Estadual - Etec

Aluno da EMEF Coelho Neto conquista primeiro lugar em curso da ETEC São Mateus

Publicado em: 27/01/2023 11h06 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 5 1.312