Notícias

SME realiza o IV Seminário Leituraço

Encontro contou com a presença de Professores, Bibliotecários e Coordenadores Pedagógicos.

Publicado em: 04/11/2016 16h02 | Atualizado em: 04/05/2021

seminario_leituraco_740_x_430.jpg

Aconteceu nesta quinta-feira, dia 3 de novembro, a 4ª edição do Seminário Leituraço, evento que, além de traçar um breve balanço da política de promoção e incentivo à leitura e literatura, também se propõe a dar visibilidade ao “Leituraço!2016”, atividade que se realizará entre os dias 7 e 18 de Novembro, em todas as unidades de Ensino Fundamental e nas unidades da rede direta da Educação Infantil, mobilizando o acervo disponível em toda a Rede Municipal de Ensino (RME).

Cerca de 900 pessoas, entre Professores Orientadores de Sala de Leitura, Coordenadores Pedagógicos e Bibliotecários dos Centros Educacionais Unificado (CEUs) participaram do evento que aconteceu no auditório da Universidade Nove de Julho, na Barra Funda onde a Secretaria Municipal de Educação Adjunta, Fátima Antônio, comentou sobre o projeto. “Este é um momento muito importante para todos nós. Durante a implementação da política de Reorganização Curricular que ocorreu em 2013, ficou evidenciada a temática étnico-racial e, um dos grandes desafios foi articular as ações no Núcleo de Educação Étnico-Racial a todos os outros núcleos e divisões da SME”, ponderou a Secretária Adjunta.

O Seminário aconteceu em dois períodos, com aproximadamente 450 participantes em cada um. Após as falas iniciais das autoridades, os participantes se dirigiram para as oficinas com temática étnico-racial como, por exemplo, a de “História da Cultura Africana e Afro-Brasileira – capoeira”, “Bonecas de pano Makena e Abayomi” e “Remexer na memória para contar nossa história”.

Sobre o Leituraço – O projeto “Leituraço!”, presente na Rede Municipal de Ensino (RME) desde 2014, propõe que a escolha de livros para serem lidos durante as atividades alinhe-se a uma perspectiva estética e política de valorização da cultura e história das populações afro-brasileira, indígena e imigrante, contribuindo, assim, para a desconstrução dos estereótipos que povoam o imaginário sobre estas populações e fortalecendo as identidades de estudantes e educadores.

Veja galeria de imagens do evento.

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.197