Notícias

SME participa da abertura da Semana de Conscientização sobre o Transtorno do Espectro Autista

A Divisão de Educação Especial falou sobre a Política Paulistana de Educação Especial

Publicado em: 04/04/2022 12h46 | Atualizado em: 04/04/2022
Fotografia de um um homem falando em um púlpito ao lado de um rapaz que faz interpretação em Libras

A Divisão de Educação Especial (DIEE) da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (SME), participou na sexta-feira (01), da Mesa de Abertura da Semana de Conscientização sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA). O evento foi uma ação intersecretarial com a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED) e com a Escola Superior do Ministério Público.

A participação da SME ocorreu por meio da fala do Professor Thiago Pereira, mestre em Distúrbios do Desenvolvimento pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Assistente Técnico na DIEE, com a palestra “Educação Inclusiva: da Política Paulistana de Educação Especial às articulações intersecretariais em apoio aos estudantes com TEA.”

Na palestra o Professor Thiago Pereira reforçou a importância da utilização de processos de ensino para os estudantes com TEA. Para ele, “é importante o mapeamento fidedigno da Educação Especial na Rede Municipal de Ensino, do Desenho Universal para a Aprendizagem e de propostas pedagógicas inclusivas para a criação de políticas públicas e construção de uma cultura de Educação Inclusiva nas escolas”.

Para aprimorar o processo ensino-aprendizagem dos estudantes com TEA, a DIEE participa de um Grupo de Trabalho Intersecretarial sobre a Rede de Atenção Municipal a Pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), que permitirá uma linha de cuidado e atendimento para este público.

Além desta ação, a DIEE e os territórios da cidade de São Paulo estão constantemente aprimorando o atendimento para ampliar a autonomia e desenvolvimento pleno dos estudantes. O foco dos trabalhos é o ensino-aprendizagem e a busca de uma Educação na Perspectiva Inclusiva.

TEA na Rede Municipal de Ensino – A Política Paulistana de Educação Especial, tem como objetivo o acesso, a permanência, a participação plena e a aprendizagem de bebês, crianças, adolescentes, jovens e adultos com TEA, a partir da Perspectiva da Educação Inclusiva. Ao todo a rede atende um conjunto de 6.247 estudantes identificados com TEA.

O mês de abril é marcado pela busca da conscientização e visibilidade do Transtorno do Espectro Autista (TEA), como forma de mobilizar a sociedade em busca de melhores condições e políticas públicas para este público.

 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Crianças e professora de Educação Infantil em sala de aula.
Professora de Educação Infantil sentada no chão da sala com cinco bebês sentados a sua volta brincando.

SME faz nova convocação de aprovados em concurso

Publicado em: 22/09/2022 5h07 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com o fundo em mosaico colorido em tons de lilás, azul e verde, onde se lê
Imagem com fundo azul, três faixas no canto esquerdo nas cores rosa, azul e verde, no centro está escrito IV EducaPenha.

DRE Penha realiza IV EducaPenha

Publicado em: 21/09/2022 6h59 - em Diretoria Regional de Educação Penha

Fotografia mostra pessoas sentadas em cadeiras de auditório. Elas estão olhando para frente, para o palco, onde há um homem de pé, segurando um microfone, que está falando enquanto olha para uma apresentação de slide, onde se lê: “Será que eu fiz certo?” na cor vermelha. Abaixo contém o texto: “Na dúvida, pergunte, consulte os colegas, os estudantes. Estude, retome a teoria. Refaça, volte ao começo. E faça outra vez. A prática é fundamental para o desenvolvimento, evolução”, que está escrito na cor preta.
1 2 3 1.283