Notícias

Seminários Regionais de Educação em Direitos Humanos

Formação oferecida a educadores que integram as Comissões de Mediação de Conflitos

Publicado em: 17/08/2018 13h16 | Atualizado em: 30/11/2020

seminarios_ed._direitos_humanos_1_740_x_430.jpg

Ocorreu nesta segunda-feira, 13 de agosto, no auditório do Centro Educacional Unificado (CEU) Meninos, a abertura oficial dos Seminários Regionais – Educação em Direitos Humanos: “Projeto Respeitar é Preciso!”. O encontro propôs o compartilhamento de práticas pedagógicas que respeitam a diversidade dos estudantes e a realização de oficinas pedagógicas temáticas sobre temas dos Direitos Humanos.

Os seminários acontecem nesta semana em outras DREs e têm o objetivo de divulgar experiências educacionais que promovam a cultura da Educação em Direitos Humanos e a reflexão sobre o cotidiano das Unidades Educacionais, de modo a possibilitar a elaboração e implementação de novas práticas pedagógicas, a melhora na mediação de conflitos e a cultura de paz.

Estiveram presentes na abertura oficial a professora e socióloga Maria Victória Benevides, o Coordenador da Coordenadoria dos CEUs e de Educação Integral, Rafael Sândalo Palhares, e Rogério Sotilli, diretor do Instituto Vladmir Herzog, instituição que possui parceria com a Secretaria Municipal de Educação nesta ação. Educadores que integram as Comissões de Mediação de Conflitos nas unidades educacionais e nas Diretorias Regionais de Educação Butantã, Ipiranga e Santo Amaro também participaram do encontro.

Estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Doutor José Dias da Silveira fizeram um cortejo do exterior para o interior do auditório. Eles apresentaram a arte e cultura dos povos africanos por meio dos orixás Exu, Nanã, Obaluae, Iemanjá, Oxóssi, Ewá, Obá, Logum Edé, Oxum, Xangô, Iansã e Oxalá.

O diretor da EMEF Prestes Maia, Edivaldo Cardoso da Silva, apresentou as ações de sua unidade que promovem melhor convívio entre estudantes, equipe docente e funcionários a partir da gestão do clima escolar. A ideia é que a escola possua um ambiente de convivência harmoniosa, onde se garanta o direito de aprender aos estudantes.

A diretora da EMEF Doutor José Dias da Silveira, Maria Cecília Carlini, falou sobre as práticas que são desenvolvidas em sua unidade e que promovem o bem-estar de estudantes e funcionários. A ação é chamada “Humanizar e Ocupar – um coletivo em busca de experiências cognitivas e seus lugares”. A diretora mostrou a reestruturação de alguns ambientes da unidade, ação que favoreceu as experiências de todas as pessoas da escola. Entre as mudanças estão a integração da sala de professores com um jardim com árvores frutíferas, que possibilitou a ampliação do espaço de convívio e estudo dos educadores, a melhoria de acesso e criação de um espaço de leitura no bosque da escola, instalação de espelhos no pátio da escola e sala de artes e melhoria da acústica das salas de aula, que possuem janelas voltadas para o pátio e quadra.

A Professora de Educação Infantil, Lilian Pereira de Souza Onório, e a Diretora de Escola, Débora Iza de Lima, apresentaram as práticas incorporadas por todos os funcionários no Centro de Educação Infantil (CEI) Enedina de Souza Carvalho, que acolhe e valoriza as famílias como participantes, também, do projeto de Educação em Direitos Humanos.

Após as exposições orais, os participantes foram encaminhados para oficinas pedagógicas sobre os seguintes temas: direito de brincar, direito ao corpo, direito à informação, direito à cidade, direito ao território e direito ao diálogo.

Confira a galeria de imagens.

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.213