Notícias

São Paulo Integral promove a qualidade social da educação na RME

Programa intensificou as ações de ampliação de jornada em escola na zona leste

Publicado em: 28/03/2016 17h19 | Atualizado em: 30/11/2020

qualidade_social_educacao_740_x_430.jpg

A Educação Integral em tempo integral é uma realidade em diversas unidades educacionais da Rede Municipal de Ensino (RME) da cidade de São Paulo. Na zona leste, por exemplo, a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Prof. Antônio Duarte de Almeida aderiu ao Programa São Paulo Integral e intensificou as ações que já ampliavam o tempo de permanência dos estudantes em ambiente escolar.

A escola é localizada na região da Diretoria Regional de Educação (DRE) Itaquera, no bairro Vila Jacuí. O diretor da unidade, José Santos Silveira, conta que mesmo antes da implantação do Programa São Paulo Integral a escola já estava comprometida em possibilitar aos seus alunos um grande leque de possibilidades educativas, por meio de atividades no contraturno desenvolvias a partir da adesão aos Projetos Mais Educação do Ministério de Educação e do Mais Educação São Paulo, implantado pela Prefeitura de São Paulo em 2013.

A proposta do Programa São Paulo Integral foi apresentado à comunidade escolar por meio de reuniões de Conselho de Escola e Associação de Pais e Mestres (APM). Em plenária, foi decidida a adesão.

Desafio – O ano de 2016 foi iniciado com oito turmas em tempo integral, divididas igualmente entre 1º e 2º ano. Para o planejamento dos espaços e atividades, o primeiro desafio da unidade foi pensar no currículo como algo em movimento. “Pensamos em alternativas que o tornasse mais solto e menos fragmentado, com o objetivo de promover a sua descolonização. Um currículo não pode ser algo engessado. A proposta pede uma (des)organização dos tempos e espaços”, brinca José.

05_qualidade_social_740_x_430.jpg

Para o diretor, a grande estratégia para ressignificar o currículo foi voltar o olhar para as práticas existentes na Educação Infantil. Assim, iniciou-se uma parceria entre os educadores da EMEF com os da Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Glauber Rocha, que fica localizada no mesmo bairro. Troca de experiências e reuniões de formação conjuntas com os educadores das duas escolas fizeram parte das estratégias.

Todas as atividades desenvolvidas na unidade visam promover , além da Educação Integral, a qualidade social da educação. Para tanto, as ações são norteadas pela interdisciplinaridade, trabalho colaborativo e coletivo, aprendizagem por projetos, gestão democrática e abertura para o diálogo, sempre na perspectiva de um currículo significativo e integrador.

03_qualidade_social_740_x_430.jpg

“A nossa escola enfrenta os mesmos desafios de outras unidades. A cada dia estamos aprendendo a conviver com a movimentação que a modificação do currículo pede. A ideia é que as crianças percebam a escola como sendo delas, como um espaço de convívio”, complementa o diretor.

Na matriz curricular das turmas participantes do São Paulo Integral na EMEF, além das experiências pedagógicas convencionais de cada ano, foram adicionadas atividades que contemplam diferentes territórios do saber. As crianças participam de projetos de Jogos de tabuleiro (xadrez e Mancala); teatro; educação alimentar e nutricional: projeto “comer, estudar e brincar”; Imprensa Jovem; Iniciação à Ciência: projeto Plantando uma Sementinha; Cidadania e Participação: Projeto construindo a cidadania através da brincadeira e Projeto Identidades, quem sou eu?

07_qualidade_social_740_x_430.jpg

Vocação para a Educação Integral – Desde 2013 a escola oferece atividades
que promovem a ampliação de jornada. Em 2016, cerca de 60% dos estudantes da EMEF Prof. Antônio Duarte de Almeida optaram em participar de pelo menos um dos projetos que ampliam a permanência em ambiente escolar. Capoeira, Banda, Xadrez, Cheerleading, Dança do Ventre, Slackline, Educom – Rádio, Imprensa Jovem, Futsal – Masculino,
Futsal – Feminino, Vôlei, Dança Africana, Alunos Monitores, Grêmio Estudantil, Teatro, Inglês – Conversação, Violão, Recuperação Paralela e Ginástica Artística são algumas das atividades oferecidas pelos programas Mais Educação MEC e Mais Educação São Paulo.

Confira a galeria de imagens.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Professora Lívia e várias crianças andando de motoca na Praça da república.
Alunos de Dança Cigana do CEU Formosa posam para foto

CEU Formosa promove aulas gratuitas de dança cigana para comunidade

Publicado em: 11/04/2024 4h37 - em Secretaria Municipal de Educação

Alunas do CEU Parelheiros participam de aula de Afromix. No palco as professoras conduzem a aula.

CEUs oferecem aulas de dança do Afromix em sua programação

Publicado em: 11/04/2024 11h51 - em Secretaria Municipal de Educação

Dengue Vacina

Estudantes da Rede Municipal de São Paulo poderão se vacinar contra a dengue

Publicado em: 10/04/2024 6h49 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia mostra quatro pessoas adultas ao redor de uma mesa com componentes eletrônicos na aula do curso profissionalizante de auxiliar de eletricista.

Cursos gratuitos profissionalizantes dos CMCTs estão com inscrições abertas 

Publicado em: 10/04/2024 5h12 - em Diretoria Regional de Educação São Miguel

1 2 3 4 1.439