Notícias

Projeto da EMEF Jardim Paulo VI arboriza a escola com mais de 350 mudas

Plantados nas dependências da escola, os jequitibás, ipês, cambucis e pitangueiras ajudarão a tornar o ambiente mais agradável.

Publicado em: 26/10/2016 9h07 | Atualizado em: 30/11/2020

projeto_da_EMEF_jardim_paulo_VI_arboriza_escola_com_mais_de_350_mudas_740_x_430.jpg 

Na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Jardim João Paulo VI, próxima ao quilômetro 20 da Rodovia Raposo Tavares, um projeto de alunos e professores culminou no plantio de 354 mudas de árvores nos barrancos que ladeiam a unidade.

Entre as recém-plantadas estão caramboleiras, araticus e pitangueiras que, entre outras espécies, foram assentadas ali no último mês. As professoras Silvana Bastos, Milena Medeiros e Hilda dos Santos explicam que o projeto começou pequeno, através do desejo que os alunos deixavam transparecer há algum tempo. “Em uma pesquisa feita em 2014, percebemos que uma das maiores demandas era por um ambiente mais agradável, mais arborizado, do qual todos da escola pudessem desfrutar”, explicam as professoras. “Além disso, para o grêmio formado nesse ano se elegeu uma chapa que tinha como proposta embelezar a escola, e aí percebemos que essa era uma pauta que não podíamos deixar de lado. Começamos então o projeto de arborização, que por meio de uma campanha empreendida dentro da escola e na comunidade, conseguiu juntar material reciclável suficiente para a aquisição de 12 mudas no Parque Tiso, de Embu das Artes”, completaram as professoras.

Foi nesse processo que elas conheceram um engenheiro agrônomo, que acabou se interessando pelo projeto e veio visitar a escola. Além da descoberta de que uma árvore nativa da mata atlântica, cuja espécie corre risco de extinção, se erguia tranquilamente do lado de dentro da escola, ele também contou que logo seriam abertos editais da Prefeitura para arborização escolar. “Nós nos escrevemos e aguardamos o resultado. Alguns meses depois soubemos que a nossa unidade seria a primeira contemplada, algo que nos deixou muito felizes. A empresa responsável veio no mês de setembro e plantou 342 mudas, metade delas frutíferas. Foram 12 na calçada e o restante em torno da escola, e eles também virão ao longo do ano que vem acompanhar o crescimento das mudas”, contam elas.

Este projeto, que promete amainar o calor dos dias de verão e fazer uma agradável sombra sobre os pátios da escola, acabou por envolver os alunos mais do que se esperava. Thayná Silva e Santos, aluna do sexto ano é uma das mais engajadas. “Logo depois que as árvores foram plantadas, eu pensei em fazermos um mutirão de limpeza do terreno, porque muitas vezes os moradores vizinhos jogam seu lixo por ali. Agora nós pretendemos passar nas casas para conversar e colocar placas pelos muros da escola pedindo que isso não aconteça mais”, explicou Thayná.

Um mês depois do plantio, educadoras e aluna esperam que o crescimento das mudas propicie um ambiente mais agradável a essa escola inaugurada em 2010. Elas relatam, entre risos, que “já foi colocado em prática mais um projeto: mudar o nome da escola para Bosque Paulo VI”.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

1 2 3 4 5 1.211