Notícias

Para matar a saudade: teatro online

A professora Vanessa, da EMEF Milton Pereira Costa, conta sobre o teatro online desenvolvido na escola e o resultado positivo desta atividade em tempos de distanciamento social

Publicado em: 27/01/2021 19h44 | Atualizado em: 27/01/2021
Imagem com apresentação de teatro online para estudantes e famílias em plataforma virtual

Os professores e as professoras da Rede Municipal de Ensino da cidade de São Paulo encontraram maneiras de reinventar as práticas pedagógicas durante a pandemia do novo coronavírus em que as aulas presenciais ficaram suspensas. O período exigiu de todos que se adaptassem e na Educação não foi diferente.

Procurando novas formas de aprendizagem, de criar vínculos no mundo que se tornou rapidamente tão virtual, de estar presente mesmo à distância, a Professora de Artes Vanessa da Silva Sena da Costa, da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Milton Pereira Costa, encontrou uma forma de propor atividades de teatro aos estudantes.

A professora conta que após o início das aulas remotas o Projeto de Teatro, que era um sucesso entre os estudantes e era realizado de forma presencial, ficou suspenso. Porém, ela começou a receber mensagens dos alunos dizendo que o teatro estava fazendo muita falta na vida deles.

Foi então que conversou com as coordenadoras pedagógicas Madalena Velame e Ana Carolina Alcantara propondo realizar a ação de forma online. O projeto teve a colaboração da equipe docente da EMEF. Para ela, outros fatores importantes foram “a saudade que os estudantes estavam dos demais professores”, além da possibilidade de realizar o trabalho em parceria com outras disciplinas.

Assim surgiu a proposta do Teatro Online realizada com os estudantes do 1º ao 5º ano, fruto da necessidade de maior interatividade dos professores com os alunos. A primeira apresentação foi um sucesso e a partir disto Vanessa passou a trabalhar outras linhas de espetáculo, como: teatro de sombras, teatro de fantoches e teatro de bonecos.

Por meio destas atividades e da interação com os professores “os estudantes foram criando mais consciência de que não estavam sozinhos diante da tela do celular, notebook ou tablet. Era como se a escola pudesse se transportar para dentro de suas casas porque a participação dos professores criava um universo de acolhimento e aconchego”, comentou a professora. Segundo ela, muitos estudantes contaram que após os espetáculos o interesse pelas atividades online melhorou.

Ao todo, foram 4 apresentações virtuais de teatro com os temas: Saudade, O Dragão Baleia – A busca pela felicidade, Halloween – adaptação do livro Bruxa, Bruxa venha a minha festa, de Arden Druce, para a contação de história em inglês e português, Jogos e Brincadeiras Populares – História de família. As peças foram apresentadas aos estudantes e familiares por meio do Google Meet e depois a gravação foi disponibilizada na plataforma Google Sala de Aula.

Confira as apresentações no canal do YouTube.

Os desafios que surgiram, como adaptação dos cenários para as gravações, os sons do ambiente, descobrir o melhor horário para as apresentações, foram superados com o apoio coletivo. “Chegamos ao fim do ano letivo com muita alegria, pois o Projeto Teatro reforçou os vínculos afetivos dos estudantes com os professores e a escola”, disse Vanessa.

As famílias assistiram aos espetáculos juntos com os estudantes. Estes se mostraram felizes em ver os amigos da escola, os professores e em poder matar um pouquinho a saudade de todos. Entre os benefícios da atividade, as estudantes e os estudantes contaram para a professora que as sessões de teatro os fizeram lembrar das histórias dos pais, que brincaram com os irmãos depois da apresentação, que as peças ajudaram durante o isolamento social, e que ficaram mais criativos, além de terem contato com a escola.

Notícias Mais Recentes

1 2 3 4 5 1.211