Notícias

Novas unidades educacionais em Parelheiros vão garantir mais 1,3 mil vagas na região

Durante o Prefeitura Presente em Parelheiros, o prefeito Ricardo Nunes vistoriou as obras do Centro de Educação Infantil (CEI) e da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Ana Teberosky, no bairro da Barragem

Publicado em: 10/05/2024 16h42 | Atualizado em: 10/05/2024
Fotografia mostra construção de novo Centro Educacional Unificado (CEU).

O prefeito Ricardo Nunes inspecionou, nesta quinta-feira (9), durante o Prefeitura Presente em Parelheiros, o andamento das obras de construção da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) e do Centro de Educação Infantil (CEI) Ana Teberosky, no bairro da Barragem. As unidades vão funcionar onde havia a Escola Estadual Renata Menezes dos Santos, que estava fechada desde um incêndio ocorrido há cerca de 10 anos. A área, que é municipal, foi devolvida para a Prefeitura, que está fazendo as obras com investimento de R$ 26,4 milhões.

O CEI terá capacidade para atender mais de 200 bebês e crianças de 0 a 3 anos. No caso da EMEF, serão atendidos mais de 1,1 mil estudantes nos dois turnos do Ensino Fundamental I e II na faixa etária de 6 a 14 anos.

O prefeito Ricardo Nunes destacou a qualidade da obra em andamento. “Nesse local, existia uma escola estadual que pegou fogo e, agora, teremos uma unidade de altíssima qualidade, um espaço maravilhoso. Teremos mais de 1.300 alunos estudando aqui, sendo atendidos pelos nossos professores, nossas coordenadoras, com muito carinho, para ensinar os nossos alunos”, afirmou o prefeito.

As duas unidades terão infraestrutura completa, seguindo as normas de acessibilidade para atender com conforto e segurança. Também serão equipadas com dispositivos de sustentabilidade como água de reuso, para reaproveitamento nas bacias sanitárias e lavagem das áreas externas, e placas solares para aquecimento da água utilizada nos banheiros e na cozinha.

“As unidades terão estrutura para proporcionar um ambiente enriquecedor para as vivências e atividades que ampliam o processo de ensino e aprendizagem”, enfatizou a secretária executiva municipal de Educação, Malde Vilas Bôas. Haverá ainda áreas funcionais como cozinha, despensa, vestiário para funcionários, sanitários comuns e acessíveis, salas administrativas, refeitório, brinquedoteca, depósito e playground.

Novas unidades
Desde o ano passado, foram inauguradas 22 unidades educacionais, das quais 18 são Centros de Educação Infantil (CEIs), três Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) e o Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) Professor Dalmo de Abreu Dallari, que atende crianças de 0 a 5 anos. Até o final do ano, serão entregues 45 novas unidades, no total.

A Prefeitura mantém zerada a fila para creches pelo quarto ano consecutivo, graças a parcerias firmadas com Organizações da Sociedade Civil (OSCs), ampliação de vagas nos CEIs existentes e inaugurações de novas unidades.

Notícias Mais Recentes

1 2 3 4 1.460