Notícias

EMEF Laerte Ramos de Carvalho promove exposição de trabalhos sobre causas sociais

Questões de gênero, racismo, intolerância religiosa e fome estão entre os temas abordados nas atividades

Publicado em: 26/05/2023 16h00 | Atualizado em: 26/05/2023

ExposiÇÃo (1)Considerando o papel que a escola tem na formação cidadã dos alunos, a professora de Artes da EMEF Prof. Laerte Ramos de Carvalho, Karen Prado, organizou, no dia 16 de maio, uma exposição de trabalhos feitos pelos alunos do 9° ano.

Baseada na produção dos vídeos, profecias e estandartes do artista contemporâneo Randolpho Lamonier, a atividade tinha o objetivo de levar os estudantes a se aprofundarem nas pautas das causas sociais.

Os alunos se dividiram em 20 equipes e cada grupo escolheu o tema a ser abordado. A partir de suas respectivas pesquisas, teriam que prever o tempo necessário para resolução do problema estudado.

ExposiÇÃo (2)
A produção foi objeto de exposição em um dos corredores da Unidade Escolar e a explanação foi direcionada aos alunos dos 6°s anos, que foram prestigiar os trabalhos.

Um dos trabalhos falou sobre a questão da desigualdade salarial entre homens e mulheres, citando o desfavorecimento das mulheres, e questionou por que homens com o mesmo cargo costumam receber mais.

ExposiÇÃo (4)
Também foi citado o Projeto de Lei aprovado recentemente que torna obrigatória a igualdade salarial entre pessoas que exercem a mesma função, cobrando respeito a essa lei no futuro.

Outro trabalho abordou a situação dos moradores de rua. Segundo o grupo de alunos, a menos que haja um grande investimento na educação – que ampliará o repertório sociocultural e o desenvolvimento profissional dessas pessoas -, “esse problema dificilmente vai acabar”, de acordo com eles.

ExposiÇÃo (5)
Além da educação, os alunos consideram como pontos importantes e essenciais o investimento na área da Saúde para a luta contra a dependência química, para a saúde mental e diálogos com crianças e adolescentes sobre os problemas causados pelo uso das drogas.

A produção desse grupo foi inspirada em um senhor, bem conhecido no entorno da escola que é morador de rua e costuma passar pela escola, e que representa uma parcela significativa da população.

ExposiÇÃo (3)
A questão do racismo também foi presente em um trabalho. Os estudantes responsáveis pela abordagem do tema, perceberam a relevância social e como isso tem sido discutido frequentemente na mídia, citando os diversos movimentos sociais antirracistas que estão ocorrendo no Estados Unidos a partir dos trágicos episódios de violência, entre eles o assassinato do George Floyd.

Nelson Mandela, líder sul-africano que marcou seu nome na História na luta contra o racismo, também foi tema de pesquisa do grupo.

A produção do grupo também levantou a pauta da intolerância religiosa, a qual também está inserida no universo racista – especialmente quando se trata de religiões de matrizes africanas, como Umbanda e Candomblé.

ExposiÇÃo (6)
Além dos tópicos mencionados, a fome também apareceu como uma das mazelas a serem superadas. Sabendo que o Brasil voltou a aparecer no mapa da fome da ONU em 2022 , a decisão para discorrer sobre isso aconteceu em função do consenso de que esse é um tema sensível e delicado, já que milhões de pessoas passam fome no Brasil hoje.

ExposiÇÃo (7)

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Foto de uma criança com uniforme da rede publica de São Paulo em um brinquedo.
Fotografia de adultos em atividade na piscina de um CEU

58 CEUs promovem atividades físicas e esportivas abertas para a comunidade

Publicado em: 09/02/2024 4h45 - em Secretaria Municipal de Educação

Programação Dos Ceus Carnaval
Curso Ceu Vila Rubi

CEU Vila Rubi oferece cursos de capacitação e empreendedorismo

Publicado em: 09/02/2024 3h00 - em Secretaria Municipal de Educação

Obras Emei Jorge Jonas
1 3 4 5 6 7 1.428