Notícias

EMEF Almirante Tamandaré recebe Sérgio Vaz

Alunos participam de bate-papo com o poeta da quebrada

Publicado em: 15/12/2016 15h28 | Atualizado em: 30/11/2020

recebe_sergio_vaz_740_x_430.jpg

Matéria produzida pela equipe de Imprensa Jovem da EMEF Almirante Tamandaré

Os alunos da EMEF Almirante Tamandaré participaram de um debate na manhã do dia 8 de novembro com o escritor Sérgio Vaz. Com o objetivo de ampliar o conhecimento dos alunos e valorizar a produção cultural periférica, o encontro com o poeta promoveu o debate de temas importantes como descolonização de currículos, perspectivas para o jovem da periferia, interseccionalidade etc.

O poeta, que gosta de escritores latinos como Pablo Neruda, Miguel de Cervantes, Julio Cortázar e Gabriel Garcia Marquez, costuma dizer que a periferia é mais que um lugar, é um sentimento e uma identidade. “Relacionei a história dele, das suas poesias e de suas ações em sua comunidade, com a proposta e os trabalhos de TCAs, que têm como uma de suas propostas principais a intervenção social por parte dos estudantes. De maneira interdisciplinar, trabalho tanto nas aulas de História como nas orientações de TCA com os nonos anos, exemplos de pessoas reais da História que interviram e/ou intervêm diretamente em suas realidades com o objetivo de promover uma sociedade mais justa e igualitária”, explicou Michele Badolato, professora de História da escola.

Além dos TCAs dos nonos anos, a professora Michele também trabalhou com os sétimos anos as poesias de Sérgio Vaz. Segundo ela, “a literatura periférica dialoga diretamente com as concepções trabalhadas em História, que visam a descolonização dos currículos quando tratam qualquer temática a partir das lutas de classes, que problematiza, discute e desconstrói relações de superioridade-inferioridade em relação a gênero, etnia, classe, sexualidade, a partir do conceito da intersecionalidade”, disse Michele.

O escritor iniciou sua participação com um bate-papo e respondeu perguntas dos estudantes. Em seguida, leu algumas de suas poesias e os alunos também participaram lendo poesias autorais que retratam suas realidades, falando sobre injustiças, desigualdades, preconceitos e também sobre o amor. Para finalizar, eles foram presenteados com livros do autor.

Sérgio Vaz – Com mais de 25 anos de carreira e conhecido como o Poeta da Periferia devido às suas atividades culturais com comunidades carentes, Sérgio Vaz nasceu em Minas Gerais, mas veio para São Paulo ainda criança.

É autor de sete livros como Colecionador de Pedras, Literatura, Pão e Poesia, Cooperifa – Antropofagia Periférica, Flores de Alvenaria etc. Também é criador da Cooperativa Cultural da Periferia (Cooperifa), considerado um dos movimentos culturais e sociais mais importantes das periferias de São Paulo.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Mulheres na sala de aula de Confeitaria. Elas estão de frente para mesa coletiva e manuseiam uma massa em forminhas. Também usam máscara de proteção individual, avental e touca.

Inscrições abertas para as turmas de 2023 dos cursos gratuitos profissionalizantes dos CMCTs

Publicado em: 28/11/2022 11h50 - em Secretaria Municipal de Educação

Cowparede - fotografia de esculturas de vacas pintadas por artistas

CEU Paraisópolis recebe exposição CowParade

Publicado em: 25/11/2022 1h01 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de grupo de estudante tocando instrumentos de percussão

EMEF Imperatriz Leopoldina forma ritmistas com ‘batucada’

Publicado em: 25/11/2022 10h00 - em Secretaria Municipal de Educação

Capa do Álbum de Mancala Awelé feito por um estudantes.

Confira o resultado do concurso “Meu Álbum de Mancala Awelé”

Publicado em: 24/11/2022 11h37 - em Secretaria Municipal de Educação

Viii Jornada Pedagógica
1 2 3 4 5 6 1.302