Notícias

EMEF Almirante Tamandaré participa de Desafio de Robótica

Escolas das DREs Jaçanã/Tremembé, Itaquera e Penha encararam desafio realizado no CEU Tiquatira

Publicado em: 26/10/2016 9h08 | Atualizado em: 30/11/2020

desafio_de_robotica_740_x_430.jpg

Por Imprensa Jovem Rádio Calafrio

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Almirante Tamandaré (Diretoria Regional de Educação Jaçanã/Tremembé) foi uma das escolas escolhidas para participar do Desafio de Robótica. Organizado pelo Programa de Robótica do Núcleo de Tecnologias para a Aprendizagem da Secretaria Municipal de Educação (SME), o objetivo do Desafio é divulgar e incentivar novas formas de se trabalhar com as tecnologias nas escolas municipais. “A Robótica tem um potencial incrível de aprendizado, porque contribui para o desenvolvimento de inúmeras habilidades e competências do aluno”, comentou Gislaine Batista Munhoz, uma das organizadoras do evento.

Para poder participar, as escolas interessadas precisavam criar um vídeo de até um minuto mostrando como a robótica poderia ser utilizada na aprendizagem. Apenas professores e alunos dos Ciclos Interdisciplinar e Autoral que não participaram do evento no ano anterior poderiam participar. A professora Maria Madalena Iwamoto Sercundes, professora de Informática Educativa da EMEF Almirante Tamandaré, foi quem orientou a produção do vídeo dos alunos. Utilizando o Scratch, linguagem de programação visual e multimídia que permite a criação de animações, os alunos produziram o vídeo em apenas uma semana. Finalizada essa primeira etapa, o vídeo foi enviado e os alunos puderam participar da segunda parte do Desafio no CEU Tiquatira, no dia 5 de outubro.

desafio_de_robotica_II_740_x_430.jpg

O dia foi longo por lá para os alunos e professores das 33 escolas das DREs Penha, Itaquera e Jaçanã Tremembé. Foi uma verdadeira maratona! No período da manhã, as escolas receberam peças e instruções para criarem um objeto, um protótipo intuitivo. Já no período da tarde, um netbook e um kit com placas e motores foram entregues a cada equipe para dar movimento e velocidade ao objeto criado, ou seja, para programarem a estrutura. Com a robótica, “o aluno é construtor de seu próprio saber, interagindo e produzindo o seu próprio aprendizado, obtendo assim um aprender vivenciado, um aprender baseado na experimentação”, enfatizou Gislaine B. Munhoz.

Discutindo ideias e propondo soluções, professores e alunos racharam a cuca por horas! “O mais difícil nesse projeto, pra gente, é fazer o robô se mexer, criar os movimentos. Está sendo muito legal participar!”, comentaram Victor Cruz de Carvalho e Vitor Paulino de Oliveira, alunos da EMEF Professora Nilce Cruz Figueiredo.

desafio_de_robotica_IV_740_x_430.jpg

O resultado do evento foram vários carrinhos e outros tipos de veículos e objetos que circularam pelo local em um clima de alegria, respeito e satisfação entre as escolas. “Nós criamos uma escola itinerante, a ‘EMEF Tamandaré Jambótica’, com rodas para ir a qualquer lugar e buscar novos conhecimentos, relacionamentos, horizontes e culturas, sem paredes e muros, inclusiva, com uma hélice e com faróis representando a imaginação e a criatividade sempre em movimento e aberta a novos desafios, com novas TICs para obter uma educação de qualidade, a fim de construir um mundo mais sustentável e humano. É possível trabalhar com robótica na escola. Saber que os alunos têm muito potencial, desafiá-los e ver os resultados desse protagonismo infanto-juvenil me estimula a estar sempre aberta a novos desafios”, explicou Maria Madalena I. Sercundes, Professora Orientadora de Informática Educativa da EMEF Almirante Tamandaré.

desafio_de_robotica_III_740_x_430.jpg

As escolas que participaram do evento receberão um kit de robótica no mês de outubro para darem continuidade à aprendizagem dos alunos.

Mais informações, acesse: emeftamandare2015.blogspot.com.br

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de grupo de jovens em participação de uma reunião

SME incentiva que estudantes, familiares e profissionais façam parte das instâncias de participação

Publicado em: 27/02/2024 12h36 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de cinco estudantes com a camiseta laranja do Imprensa Jovem. Três estudantes estão sentados em bancos altos em frente a uma estante de livros e a menina que está no meio segura um microfone e um celular. Todos olham para o celular. Em primeiro plano, de costas para o ângulo da fotografia, um menino manuseia o tripé em que está a câmera e o celular, atrás de sua camiseta laranja está escrito em preto Imprensa Jovem. Em frente a ele, e também de costas para o ângulo da foto, há mais uma estudante.
Design Sem Nome (1)

DRE Guaianases promove reunião de organização

Publicado em: 22/02/2024 4h37 - em Diretoria Regional de Educação Guaianases

Imagem dividida em 3 retângulos, cada um com imagens que fazem alusão à símbolos indígenas
Foto de um adulto, com camiseta do Fab Lab, escrevendo em uma lousa branca, crianças acompanhando , tanto em pé, ao lado da lousa, como sentados.

Rede Fab Lab Livre SP abre agenda de oficinas para estudantes e professores da Rede Municipal

Publicado em: 22/02/2024 11h30 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.427