Notícias

EMEF Almirante Tamandaré entra no ritmo da diversidade cultural

Festa Cultural foi marcada por danças, oficinas, atividades de leitura e cinema.

Publicado em: 20/07/2016 14h15 | Atualizado em: 30/11/2020
ritmo_diversidade_cultural_740_x_430.jpg

Matéria produzida pela Equipe Imprensa Jovem Rádio Calafrio.

Nada melhor do que começar o dia ouvindo música e dançando! Afinal, é na “batucada da vida” como diria Ary Barroso, que seguimos nosso caminho. E foi nesse clima descontraído que a escola recebeu no sábado, dia 18 de junho, os alunos para a Festa Cultural.

O evento teve como foco a diversidade cultural e racial e a cultura dos povos da América Latina. “É um imenso prazer receber os alunos para participar desse evento, que é um dia reservado para nós trabalharmos a questão das diferenças culturais e o respeito que devemos ter por todas elas”, explicou a coordenadora pedagógica, Dauziley Valadão.

O dia cultural teve início com três danças, sendo as duas primeiras apresentadas pelos alunos dos sétimos e nonos anos. A primeira dança foi com a música “Inclassificáveis” sob orientação da professora da Sala de Leitura, Carolina Cortinove. A música do compositor Arnaldo Antunes fala sobre a diversidade de raças.

A segunda dança foi com a música “Watch Me” de Silentó e Mc Gui. “Essa música tem a ver com a realidade dos jovens de hoje e a coreografia foi elaborada pelas próprias alunas do nono ano”, explica a professora de Educação Física, Raquel da Costa Vieira, orientadora da dança. A última apresentação foi uma dança típica da cultura boliviana, organizada pela professora de Educação Infantil e Ensino Fundamental I, Patrícia Costa Pedro.

Contação de histórias, oficinas e Leituraço – A festa cultural continuou com contação de histórias e piadas com a professora Ediná Florentino, com oficinas de confecção de Origami e Haikai com os professores Oscar Carmo Júnior, Rosemary K. Kanashiro Alves, Carolina Cortinove e Alice Haka e com textos do Projeto Leituraço com os professores Marco A. Canadas e Maria Lobo. A professora da Sala de Leitura, Carolina Cortinove falou sobre o Projeto Leituraço: “o Leituraço é um momento que a escola faz uma leitura simultânea de textos para todas as salas. Esse ano, nossa escola escolheu a temática indígena, textos indígenas brasileiros e indígenas latino-americanos. Hoje, trouxemos uma pequena mostra com textos de Ricardo Azevedo, histórias indígenas, japonesas e de humor”.

Para fechar o evento, as professoras do Ensino Fundamental I fizeram uma sessão de cinema seguida de debate sobre o desenho “Festa no Céu”. A animação fala sobre o Dia dos Mortos, uma das festas mais populares no México.

“Nós temos desenvolvido muitas atividades referentes à questão dos imigrantes, em especial a dos bolivianos, pois em nossa escola há muitos deles. Aproveitamos e expandimos para toda América Latina, já que todos nós somos latino-americanos. Trabalhamos com contos e textos de autores brasileiros, argentinos, bolivianos e muitos outros. Hoje, estamos apresentamos um filme de animação produzido e dirigido por mexicanos. Isso é muito importante para que todos se identifiquem como sujeitos de direitos. E compete à escola efetivar um trabalho para as relações étnico-raciais, para os direitos humanos, para a igualdade e valorização da diversidade cultural” ”, comentou a coordenadora pedagógica, Simone Silva.

Confira uma Galeria de Imagens da Festa Cultural.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

SAEL 50 Anos

SME celebra os 50 anos das Salas de Leitura nas escolas municipais

Publicado em: 29/11/2022 6h44 - em Secretaria Municipal de Educação

Estudantes surdos fazem filmagens utilizando câmera filmadora - Cinema

Alunos surdos da EMEF Candida Dora Pino Pretini produzem curta-metragem

Publicado em: 29/11/2022 4h41 - em Secretaria Municipal de Educação

Banner do Festival De Mancala

SME promove festival de jogo de origem africana que reúne mais de mil estudantes e educadores

Publicado em: 29/11/2022 3h00 - em Secretaria Municipal de Educação

Mulheres na sala de aula de Confeitaria. Elas estão de frente para mesa coletiva e manuseiam uma massa em forminhas. Também usam máscara de proteção individual, avental e touca.

Inscrições abertas para as turmas de 2023 dos cursos gratuitos profissionalizantes dos CMCTs

Publicado em: 28/11/2022 11h50 - em Secretaria Municipal de Educação

Cowparede - fotografia de esculturas de vacas pintadas por artistas

CEU Paraisópolis recebe exposição CowParade

Publicado em: 25/11/2022 1h01 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.299