Notícias

Comunidade e voluntários trabalham para “verdejar” o CEI Parque Fernanda

Bosque conta com mais de 100 árvores, incluindo plantas nativas do Cerrado e da Mata Atlântica

Publicado em: 01/03/2023 16h06 | Atualizado em: 01/03/2023
Pessoas estão de pé em área verde com os braços levantados e as mãos dadas. Algumas delas seguram cartazes com desenhos de pássaros e escritas "Sejam bem-vindos ao bosque". Entre eles há mudas de árvores de tamanho médio.

No último sábado (25) aconteceu mais uma edição do projeto “Verdejando”, no  CEI Parque Fernanda, da DRE Campo Limpo. Na ação, comunidade, famílias e um grupo de voluntários, além dos funcionários e crianças do CEI, fizeram o plantio de 30 mudas frutíferas e floríferas, de 11 espécies diferentes, dando forma ao bosque. 

Esta foi a terceira edição do projeto, iniciado em 2022. O bosque já está com mais de 100 árvores, incluindo plantas nativas do Cerrado e da Mata Atlântica.

A ideia surgiu a partir da observação das crianças de que a área verde do CEI, apesar de ser grande, não possuía sombra. Então a gestão da unidade fez um post nas redes sociais apresentando o desejo de “verdejar” o espaço. Com isso, Flávio Souza, coordenador do projeto Flora de Rua, que planta mudas em espaços públicos, se sensibilizou e uniu voluntários de diversos locais de São Paulo para esta ação no CEI. Eles arrecadam doações das mudas e marcam com a unidade a data para o plantio.

Inicialmente, o técnico ambiental Lucas Martins fez a análise do solo e determinou quais plantas iriam compor o bosque, selecionando as corretas para o bioma local. A partir dessa seleção, os voluntários conseguiram as mudas necessárias e começaram o plantio, em ação aberta à comunidade. Lucas também deu uma aula para os presentes sobre os biomas.

 

Tinta de terra 

6 adultos e 6 crianças estão em gramado, onde há uma lona na cor azul estendida. Sobre a lona há pincéis, terra, folhas, bacias, entre outros objetos que serão utilizados para fazer tinta. Algumas crianças estão sentadas na lona.

No plantio deste sábado participaram, ainda, o artista plástico Alex Zudão, que fez uma pintura no muro e uma oficina de tinta feita de terra com os convidados, e também artista plástico Reynaldo Berto, que produziu uma arte na caixa d’água e pintou placas que servirão de decoração para o espaço externo. Os voluntários também presentearam o CEI com duas iscas para abelha nativa, sem ferrão, que vão auxiliar na polinização do bosque.

“As famílias participaram plantando árvores, aprendendo a fazer a tinta usando terra, pintando o muro, além de ajudarem na manutenção dos canteiros de flores e ervas. As crianças amaram rever o bosque e acharam lindos os canteiros cheios de flores, elas também ficaram encantadas com as pinturas no muro e na caixa d’água”, comentou Aline Grenfell, coordenadora do CEI.

Confira algumas fotos da ação:

Notícias Mais Recentes

1 2 3 4 5 1.458