Notícias

CIEJA recebe prêmio com projeto de horta suspensa

Prêmio reconhece trabalho desenvolvido por meio de projeto transformador ligado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis

Publicado em: 27/08/2019 15h00 | Atualizado em: 30/11/2020
ciejahortasuspensa_740x430.jpg

O Projeto desenvolvido pelo Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos (CIEJA) Marlúcia Gonçalves de Abreu “Da Escola para o prato – Horta Suspensa” recebeu na última quinta-feira (22) o prêmio “Desafio 2030 – Escolas Transformando Nosso Mundo”, concurso idealizado pela ONG Reconectta, que tem como propósito reconhecer o trabalho desenvolvido nas instituições de Ensino Básico, por meio de projetos transformadores ligados aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Em sua terceira edição (2019) o prêmio foi voltado a todas as escolas públicas e particulares de Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II, Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Técnico da Grande São Paulo.

ciejahortasuspensa2_740x430.jpg

O Projeto “Da Escola para o prato – Horta Suspensa” foi elaborada pela área de Ciências da Natureza e Matemática, e foi implementado pela Professora Maria Ivanilde Bezerra de Freitas, tendo a intenção de refletir sobre princípios de sustentabilidade, influenciar na cultura alimentar e nutricional dos alunos, com base no entendimento de que é possível ampliar conhecimentos por meio da elaboração de hortas suspensas, aliado com a alimentação nutritiva, proveitosa, de baixo valor econômico e ecológico, podendo ser construído em espaços reduzidos.

A unidade contou com o apoio e a participação da comunidade, pequenos agricultores que aproveitam espaços da região para cultivar hortas orgânicas disponibilizaram a sua experiência no manuseio da terra e plantio; palestras e pesquisas sobre plantas alimentícias não convencionais (PANCs), multimistura, transgênicos, hábitos saudáveis, valor nutricional de alimentação e aproveitamento das sobras de alimentos.

ciejahortasuspensa3_740x430.jpg

Visita ao Aterro Sanitário – Como parte do projeto, os alunos foram visitar o aterro sanitário Sítio São João, localizado no bairro da Terceira Divisão, na região de São Mateus. Durante a visita eles puderam aprender como funciona o aterro e conhecer o tratamento de chorume e como é feito todo o manejo do lixo dentro do aterro sanitário.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de um bebê e uma professora.

Resultados da prova discursiva e classificação prévia de concurso para ATE e PEI são divulgados

Publicado em: 12/04/2024 9h37 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia mostra parte de um rosto feminino com foco na boca em movimento de fala

SME oferece curso voltado à saúde vocal para os educadores da Rede Municipal

Publicado em: 11/04/2024 5h25 - em Secretaria Municipal de Educação

Professora Lívia e várias crianças andando de motoca na Praça da república.
Alunos de Dança Cigana do CEU Formosa posam para foto

CEU Formosa promove aulas gratuitas de dança cigana para comunidade

Publicado em: 11/04/2024 4h37 - em Secretaria Municipal de Educação

Alunas do CEU Parelheiros participam de aula de Afromix. No palco as professoras conduzem a aula.

CEUs oferecem aulas de dança do Afromix em sua programação

Publicado em: 11/04/2024 11h51 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 5 1.440