Notícias

CEUs oferecem modalidade paralímpicas através de parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro

12 CEUs sob gestão da Secretaria Municipal de Educação em parceria com o Instituto Baccarelli são polos da Escola Paralímpica de Esportes e já realizaram mais de 12 mil atendimentos em diversas modalidades neste ano

Publicado em: 07/06/2024 12h58 | Atualizado em: 07/06/2024
fotografia de jovens cadeirantes praticando tênis de quadraParalimpíadas

Uma parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) está ampliando as atividades inclusivas em 12 CEUs que são polos da Escola Paralímpica de Esportes. Somente neste ano já foram mais de 12 mil atendimentos em diversas modalidades como natação, bocha e atletismo. O prefeito Ricardo Nunes, acompanhado da Secretária Executiva da Secretaria Municipal de Educação (SME), Malde Vilas Bôas, acompanharam as atividades no CEU Carrão/Tatuapé nesta quinta-feira (06). 

Voltadas para pessoas com deficiências física, visual, intelectual e transtorno do espectro autista, as atividades abrangem diversas faixas etárias a partir dos 7 anos. As equipes de esportes das unidades também participaram de formação completa com o Comitê Paralímpico, com aulas práticas e imersão no dia a dia de treinos e atendimentos. As crianças e jovens têm acesso a todos os materiais esportivos necessários para a prática que são fornecidos pelo CPB. 

A iniciativa também permite que as modalidades paralímpicas alcancem novos públicos na cidade de São Paulo, bem como potencializar a busca por novos talentos no esporte. “Nosso CEUs são espaços fundamentais para a formação de novos atletas, além de estimular a prática esportiva que garante mais saúde e qualidade de vida. Aqui todo mundo é bem-vindo. Essa parceria vai permitir que os CEUs estejam ainda mais preparados para acolher, atender e estimular o potencial das pessoas com deficiência”, destacou a Secretária Malde. 

O Centro Paralímpico Brasileiro tem se destacado pelos resultados em competições internacionais. Nos Jogos Paralímpicos de Verão de 2020, realizados em Tóquio em 2021, o time brasileiro conquistou seu maior resultado da história, ficando em 7º lugar na classificação geral. Foram 22 medalhas de ouro – um recorde da delegação brasileira–, somando 72 medalhas no total. Este ano também acontece também o Jogos Paralímpicos de Paris e a delegação brasileira irá competir em diversas modalidades. 

A iniciativa acontece desde 2023 nos 12 CEUs com gestão em parceria da SME com o Instituto Baccarelli, são eles: Arthur Alvim, Tremembé, Carrão/Tatuapé, Freguesia do Ó, Parque do Carmo, Parque Novo Mundo, Pinheirinho, São Miguel, Taipas, São Pedro/José Bonifácio, Barro Branco/Cidade Tiradentes e Vila Alpina/Vila Prudente. 

Para Edilson Ventureli, diretor executivo do Instituto Baccarelli, instituição que realiza a gestão em parceria com a SME de 12 CEUs da cidade de São Paulo, incluir é também oferecer oportunidades – abrir portas e mostrar que um mundo diferente é possível. “A parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro é fundamental, e faz parte de um projeto mais amplo. Entendemos que, para pessoas com deficiência, a oferta de esporte, cultura e lazer é ainda muito menor do que deveria ser”, afirmou Edilson Ventureli. “Nós queremos que a pessoa com deficiência saia de casa e venha para o CEU fazer o que gosta, seja um esporte paralímpico, seja uma aula de teatro, de dança – o que ela quiser. Queremos nos transformar em referência no atendimento às pessoas com deficiência na educação de São Paulo.” 

“Estamos muito honrados em firmar esta parceria com o Instituto Baccarelli, porque vamos levar o esporte para mais pessoas em São Paulo. A cidade já conta com o Centro de Treinamento Paralímpico, um dos mais modernos de todo o mundo e, agora, teremos mais 12 pontos nos CEUs com oferta de modalidades paralímpicas para pessoas com deficiência. Além de proporcionar inclusão e bem-estar a elas, queremos, também, descobrir novos talentos, pensando no alto rendimento”, disse Mizael Conrado, presidente do CPB e bicampeão paralímpico no futebol de cegos (Atenas 2004 e Pequim 2008).

Para participar é necessário consultar a disponibilidade de turmas e horários na secretaria de cada CEU. Os menores de idade devem estar acompanhados de pais ou responsáveis e levar documento com foto e comprovante de residência da criança e do responsável. Confira as modalidades oferecidas em cada CEU:

Natação

Arthur Alvim, Tremembé, Carrão/Tatuapé, Freguesia do Ó, Parque do Carmo, Parque Novo Mundo, Pinheirinho, São Miguel, Taipas, São Pedro/José Bonifácio, Barro Branco/Cidade Tiradentes e Vila Alpina/Vila Prudente

Badminton

Carrão / Tatuapé

Atletismo

Freguesia do Ó

Bocha

Parque Novo Mundo 

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.460