Notícias

Artista local faz exposição na biblioteca do CEU Heliópolis

‘Arte A2: eu e o pensamento’ cruza literatura com artes plásticas

Publicado em: 12/03/2024 13h06 | Atualizado em: 12/03/2024
Fotografia da Exposição Ceu Heliópolis

A bibliotecária do CEU Heliópolis, Suelen Camilo, juntamente com o artista Nilson Barreto, organizaram uma exposição que cruza literatura com artes plásticas, trazendo poesias e fotografias de obras abstratas. A abertura da mostra aconteceu na última quinta-feira (7) e contou com a presença do artista.

“Arte A2: eu e o pensamento” expõe 37 fotografias das obras de Nilson Barreto, artista local, que abordam temáticas de superação e contam sua história de vida. Para sua arte ele utiliza sobras de materiais como tintas e madeiras para se expressar de forma abstrata, dialogando com sua realidade. Depois de prontas, ele fotografa as obras e desmonta para utilizar os materiais em novas produções. 

“O primeiro contato que tive com ele foi em 2017, quando ele queria fazer a carteirinha da biblioteca. Depois do acolhimento teve o fio condutor. Ele apresentou textos e se abriu como artista. Passado o tempo pensamos em expor o trabalho dele pelas estantes e pisos da biblioteca”, contou Suelen Camilo, bibliotecária do CEU Heliópolis. Ela ainda mencionou que a exposição vem sendo pensada há mais de um ano.

A exposição surgiu quando Nilson mostrou à Suelen seu catálogo. Então os dois fizeram uma curadoria, com auxílio do Matheus Anjos, que participa do Programa Jovem Monitor Cultural, da Secretaria Municipal de Cultura (SMC). Após esta etapa, foram feitas cópias das fotografias escolhidas, em papel A3 colorido.

Além de prestigiar as obras, o público pode participar de mediação e oficinas de produções de textos, desenhos, e entre outras programações para ampliar o diálogo com a exposição. As atividades tem a proposta de utilizar materiais que seriam descartados, uma das técnicas de Nilson. 

“Essa exposição parte da perspectiva que a biblioteca hoje não só trás o conhecimento, ela acolhe o território. Ela vem de encontro com o paradigma da biblioteca no mundo e mostra ele (o artista) como ele mesmo, produzindo. Traz sua história na forma dos materiais”, disse Suelen.

A exposição é aberta ao público de terça-feira à sábado, das 9h às 18h. Para participar das oficinas é necessário fazer um agendamento, clicando aqui.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Um professor segura o braço de uma estudante que sobe em uma corda. Ao fundo, uma floresta e um rio.

Estudantes da Rede Municipal visitam Polo de Ecoturismo de São Paulo

Publicado em: 18/04/2024 6h16 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia mostra seis pessoas sentadas em uma bancada vermelha, atrás deles se lê

Secretaria Municipal de Educação promove encontro formativo para educadores sobre proteção escolar

Publicado em: 18/04/2024 3h16 - em Secretaria Municipal de Educação

Uma criança com uniforme da prefeitura toca em um tablet em cima de uma mesa

Estudantes da Rede Municipal de Ensino ganham recurso para aprender Matemática

Publicado em: 18/04/2024 2h07 - em Secretaria Municipal de Educação

Foto de estudante usando notebook da escola.
Fotografia mostra duas mãos pegando pedrinhas coloridas que formam um coração cheio de predas nas cores amarela, vermelha e azul.
1 2 3 1.440