Notícias

Academia Estudantil de Letras promove curso com a escritora Kiusam de Oliveira

Formação é destinada para professores de Ensino Fundamental I e Fundamental II e Médio; inscrições online devem ser feitas nesta terça-feira (26) 

Publicado em: 25/04/2022 13h53 | Atualizado em: 25/04/2022

 

Fotografia da escritora Kiusam de Oliveira com a imagem da capa do livro 'O Black Power de Akin', de Kiusam de Oliveira, ilustrações de Rodrigo Andrade.

A Academia Estudantil de Letras (AEL), em parceria com a escritora Kiusam de Oliveira, realizará o curso “A Literatura Negro-brasileira do Encantamento Infantil e Juvenil como Território de Ação da Pedagogia Eco-ancestral”. A formação tem como público-alvo professores de Ensino Fundamental I e Ensino Fundamental II e Médio, Coordenadores Pedagógicos e Diretores de Escola.

Serão oferecidas 200 vagas, divididas em quatro turmas. As inscrições serão realizadas nesta terça-feira, 26 de abril, às 12h30. Clique aqui para acessar o formulário. Os encontros síncronos do curso serão nos dias 9, 16, 23 e 30 de maio, das 19h30 às 21h.

O curso visa dar continuidade aos estudos iniciados em 2021 pelo projeto AEL, na formação intitulada “Literatura, Cidadania e Relações Étnico Raciais na Educação”. Naquele curso, a formadora tratou de temas introdutórios, como o conceito de racismo estrutural, ancestralidade e encantamento e a política pública fomentada pela lei 10.639/03.

Nesse novo ciclo formativo, a literatura será aprofundada como objeto de análise e estudo nos encontros do curso. A pedagogia eco-ancestral, conceito formulado pela escritora e professora Kiusam de Oliveira, será apresentado, bem como exemplos de obras com essa concepção cultural, que visa proporcionar um espaço para a elaboração do contradiscurso hegemônico enquanto possibilidade teórica, prática e metodológica de modificar paradigmas estruturais que reproduzem o racismo entre os profissionais da educação e no cotidiano escolar.

A proposta visa problematizar os métodos e materiais de trabalho, em especial obras literárias, utilizados nas unidades educacionais, compreendendo as experiências e relações que se afirmam nas instituições escolares.

Kiusam chama o curso de “Eguigunaráokú”, que significa esqueleto. “Um corpo saudável, com uma estrutura óssea perfeita traz, em si, a possibilidade do movimento em prol da comunidade. A formação, nesse momento, tem o propósito de construir um currículo vivo a partir de outros paradigmas em educação, que dê sentido e significado à vida de todos os estudantes, saindo da lógica ensimesmada de ver e entender a educação”, afirma Kiusam.

Leia aqui publicação no Diário Oficial e as especificações do curso.

Quem é Kiusam de Oliveira?

Nascida em Santo André, grande São Paulo, aos 14 anos ingressou no Colégio IESA para cursar Magistério de 2º Grau. Logo após, foi para a Fundação Santo André cursar Pedagogia, com habilitações em Administração Escolar e Orientação Educacional. Para qualificar-se fez lato-sensu em Metodologia do Ensino Superior e, na sequência, na USP habilitou-se em Deficiência Intelectual e Mestrado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano e Doutorado em Educação, ambos pela USP.

Atua como professora há mais de 25 anos, tendo dedicado grande parte deste período à Educação Especial e à formação de profissionais de Educação no município de Diadema/SP, implantando a Lei 10.639/03 e ocupando funções de gestão pública. Desenvolveu também, ao longo de anos, atividades formativas para educadores e profissionais de todas as áreas juntamente às instituições públicas e privadas, com temáticas relacionadas à diversidade de gêneros, questões étnico-raciais e afins.

A partir de 2009, iniciou uma sequência de lançamentos literários, com grande repercussão nacional e internacional. Suas obras foram premiadas por diversas frentes: com o livro Omo-Oba-Historias de Princesas, altamente premiado e que em 2019 completou 10 anos de sua primeira edição.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de três crianças negras. Dois meninos e uma menina, todos olham para a lente da câmera fotográfica.

CEUs promovem concursos para celebrar o Dia da Consciência Negra

Publicado em: 18/11/2022 5h43 - em Secretaria Municipal de Educação

Estágios

Inscrições abertas para estágio remunerado na Rede Municipal de Ensino

Publicado em: 18/11/2022 3h33 - em Secretaria Municipal de Educação

Ilustração com uma menina negra escrevendo em um livro aberto. Ao fundo um círculo amarelo e atrás do círculo metade superior com uma faixa em tons de roxo com estrelas.

SME divulga textos finalistas para o livro Antologia de Contos do Ensino Fundamental e Médio 2022

Publicado em: 18/11/2022 11h34 - em Secretaria Municipal de Educação

Expo Internacional Dia Da Consciência Negra

Educação Antirracista é destaque em estande da SME na II Expo Internacional Dia da Consciência Negra

Publicado em: 17/11/2022 10h53 - em Secretaria Municipal de Educação

Arte com fundo branco, a borda superior esquerda está com uma marcação laranja e a borda inferior direita, com a marcação na cor bege. No canto superior direito há o texto

SME recebe inscrições para o II Foro de Debates da Supervisão Escolar Paulistana

Publicado em: 16/11/2022 4h04 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 5 1.299