Notícias

11 mil estudantes da rede municipal participam do Projeto Itinerâncias Antirracistas

Visitas guiadas são feitas em instituições culturais com exposições que versam sobre diversidade étnico-racial e de gênero são foco do projeto

Publicado em: 08/12/2023 15h48 | Atualizado em: 08/12/2023
Expo Pequenas Àfricas (1)

Mais de 11 mil estudantes da Rede Municipal de Ensino de São Paulo participam do projeto “Itinerâncias Antirracistas”, que dá acesso à programação de diversas instituições culturais, com ênfase na diversidade étnico-racial e de gênero. As visitas iniciaram em agosto e seguem até 13 dezembro. A previsão é que o projeto continue em 2024.

O projeto está em consonância com as diretrizes do Currículo da Cidade e é liderado pelo Núcleo de Educação para as Relações Étnico-Raciais (NEER) em colaboração com o Núcleo de Gênero e Diversidade (NGD) e outros setores da Divisão de Currículo (DC/COPED). O objetivo é ampliar o horizonte pedagógico, proporcionando acesso a diversas expressões culturais, históricas e artísticas, com ênfase na diversidade étnico-racial e de gênero.

O programa ocorre por meio de parcerias da SME com diversas instituições culturais da cidade, incluindo o Museu Afro Brasil Emanoel Araújo, o Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE/USP), o Museu da Imigração e o Instituto Moreira Salles (IMS). Durante as visitas, os estudantes seguem roteiros com foco em Educação Antirracista elaborados em conjunto com os setores educativos dos museus.

Para a estudante Jasmim da Silva, da EMEF Brigadeiro Correia de Melo, visitar a Exposição Pequenas Áfricas no Instituto Moreira Salles foi muito legal. Ela conta que aprendeu muitas coisas sobre a cultura do samba e a cultura negra.

Além das visitas aos museus, os estudantes tiveram, em 2023, a oportunidade de participar de eventos como o “Festival Afro Minuto”, a “Expo Internacional Dia da Consciência Negra” e a “Expo Favela”, que ocorreram em novembro. Para ter acesso à programação, a SME tem assegurado o transporte necessário para os estudantes e docentes. A última visita prevista para 2023 ocorrerá na quarta (13) no Museu Afro Brasil. 

Essa iniciativa reforça o compromisso com o projeto “São Paulo: Farol de Combate ao Racismo Estrutural” e contribui para consolidar a luta contra o racismo estrutural no campo educacional paulistano. Ao participar ativamente da “Rede de Cidades Educadoras”, a cidade de São Paulo reforça seu compromisso com uma educação integral que ultrapassa os limites das escolas, promovendo a interação e o diálogo com todos os espaços da cidade.

Expo Pequenas Àfricas

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de um bebê e uma professora.

Resultados da prova discursiva e classificação prévia de concurso para ATE e PEI são divulgados

Publicado em: 12/04/2024 9h37 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia mostra parte de um rosto feminino com foco na boca em movimento de fala

SME oferece curso voltado à saúde vocal para os educadores da Rede Municipal

Publicado em: 11/04/2024 5h25 - em Secretaria Municipal de Educação

Professora Lívia e várias crianças andando de motoca na Praça da república.
Alunos de Dança Cigana do CEU Formosa posam para foto

CEU Formosa promove aulas gratuitas de dança cigana para comunidade

Publicado em: 11/04/2024 4h37 - em Secretaria Municipal de Educação

Alunas do CEU Parelheiros participam de aula de Afromix. No palco as professoras conduzem a aula.

CEUs oferecem aulas de dança do Afromix em sua programação

Publicado em: 11/04/2024 11h51 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 5 1.440