Notícias

Vacinação contra a gripe Influenza 2019

Em São Paulo, o período de vacinação acontece de 10/4 a 31/5.

Publicado em: 10/04/2019 12h33 | Atualizado em: 30/11/2020

vacinacao_740x430.jpg

Em abril, terá início a Campanha de Vacinação contra a gripe Influenza 2019.

A 21ª Campanha Nacional e 22ª Municipal de Vacinação contra a gripe Influenza ocorrerá, no Município de São Paulo, no período de 10/04 a 31/05/2019, sendo o Dia “D” de mobilização nacional no dia 04/05/2019, sábado.

A Vacinação acontecerá por etapas:

10 a 19 de abril – Serão vacinadas as crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas para vacinação contra Influenza e atualização da Carteira de Vacinação;

22 de abril até 31 de maio – Inclusão de todos os outros grupos prioritários, permanecendo, também, o atendimento aos grupos indicados no período anterior.

Grupos prioritários:

  • Indivíduos com 60 anos ou mais de idade;
  • Crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);
  • Gestantes;
  • Puérperas (até 45 dias após o parto);
  • Trabalhadores da saúde;
  • Professores de escolas públicas e privadas;
  • Povos indígenas;
  • Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
  • População privada de liberdade;
  • Funcionários do sistema prisional.

Influenza – Também conhecida como “gripe”, é uma infecção viral respiratória aguda e altamente contagiosa, sendo mais grave do que um resfriado comum, podendo levar a sérias complicações médicas.

Ocorre com mais frequência no outono e no inverno, quando as temperaturas caem. Pessoas idosas, crianças, gestantes e com alguma comorbidade (doença crônica), possuem maior risco de desenvolver complicações devido à influenza.

A doença pode afetar qualquer pessoa em qualquer idade, sendo facilmente transmitida através da tosse, espirro e contato próximo com uma pessoa ou superfície contaminada. Algumas pessoas podem se infectar entrando em contato, por meio das mãos, com objetos contaminados com o vírus da influenza e, em seguida, tocando a boca, nariz ou olhos.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a ocorrência de casos da influenza pode variar de leve a grave, e até levar a óbito. A hospitalização e o óbito podem ocorrer principalmente entre os grupos de alto risco – crianças menores de 5 anos, gestantes, portadores de doenças crônicas e idosos. Em todo o mundo, estima-se que epidemias anuais resultem em cerca de 3 a 5 milhões de casos de doenças graves e cerca de 290 mil a 650 mil óbitos.

A melhor maneira de se prevenir contra a influenza é vacinar-se, uma vez ao ano. A vacina contra o vírus Influenza é aplicada anualmente em campanhas, nos meses que antecedem o inverno, período de maior transmissão da doença.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Crianças e professora de Educação Infantil em sala de aula.
Professora de Educação Infantil sentada no chão da sala com cinco bebês sentados a sua volta brincando.

SME faz nova convocação de aprovados em concurso

Publicado em: 22/09/2022 5h07 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com o fundo em mosaico colorido em tons de lilás, azul e verde, onde se lê
Imagem com fundo azul, três faixas no canto esquerdo nas cores rosa, azul e verde, no centro está escrito IV EducaPenha.

DRE Penha realiza IV EducaPenha

Publicado em: 21/09/2022 6h59 - em Diretoria Regional de Educação Penha

Fotografia mostra pessoas sentadas em cadeiras de auditório. Elas estão olhando para frente, para o palco, onde há um homem de pé, segurando um microfone, que está falando enquanto olha para uma apresentação de slide, onde se lê: “Será que eu fiz certo?” na cor vermelha. Abaixo contém o texto: “Na dúvida, pergunte, consulte os colegas, os estudantes. Estude, retome a teoria. Refaça, volte ao começo. E faça outra vez. A prática é fundamental para o desenvolvimento, evolução”, que está escrito na cor preta.
1 2 3 1.283