Notícias

Uma jornada cultural na EMEF Milton Pereira Costa

Estudantes e professores revelam as riquezas do Nordeste em espetáculo musical desenvolvido no Programa Mais Educação

Publicado em: 27/12/2023 14h17 | Atualizado em: 27/12/2023
Apresentação da peça “O Nordeste e suas riquezas”, da EMEF Milton Pereira Costa.

Na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Milton Pereira Costa, da DRE São Miguel, na zona Leste, aconteceu a apresentação da peça “O Nordeste e suas riquezas”. O espetáculo musical foi realizado por cerca de 60 estudantes que participaram do projeto de teatro no Programa Mais Educação durante este ano letivo. 

No desenvolvimento do projeto, estudantes e professores exploraram a cultura, culinária e curiosidades dos nove estados da região Nordeste por meio das disciplinas de Arte, Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, Educação Física, entre outras. 

Dos ensaios ao palco

Toda dedicação e aprendizado culminaram na tarde da apresentação. Ao som de músicas  de artistas como Daniela Mercury, Djavan, Elba Ramalho, Luiz Gonzaga, Fagner, Chico César, Jackson do Pandeiro, Dominguinhos, entre outros, nove coreografias, cada uma representando um estado nordestino, ganharam vida no palco. 

Além da expressividade das performances com forró, baião, frevo e xote, o figurino foi planejado inspirado nas cores das bandeiras estaduais, adicionando uma dimensão visual vibrante à apresentação. Cada detalhe foi pensado cuidadosamente, desde a criação de coreografias até a escolha de trajes, resultando em uma celebração autêntica das riquezas do Nordeste.

Bastidores dos aprendizados 

Jogos teatrais, improvisações, brincadeiras, discussões sobre questões geográficas, históricas e personalidades importantes do Nordeste fizeram parte dos estudos. Além disso, pensar sobre a escrita do texto para a peça, criação de coreografias, escolha do figurino também fizeram parte das iniciativas. 

A professora Vanessa Sena é a responsável pelo projeto de teatro. Ela conta que as atividades tiveram início em março e de lá pra cá muitas vivências foram realizadas com os estudantes e professores para chegarem ao resultado final. 

Também aconteceram dois passeios ao teatro, um no SESI, para assistir “Voz de Vó”, de Sara Antunes, com supervisão de Vera Holtz, e o outro no Teatro Flávio Império, onde aprenderam sobre as questões técnicas de uma apresentação. Essa foi, inclusive, a primeira vez que alguns estudantes foram ao teatro. 

Já a Professora Orientadora de Educação Digital (POED), Edilene Maciel de Araújo, orientou uma pesquisa em que os estudantes entrevistaram os funcionários e as famílias para fazerem um levantamento em qual estado nasceram. 

Conexões e celebração

A apresentação para famílias, convidados, estudantes e equipe escolar marcou o ápice de nove meses de dedicação e aprendizado. Mais do que uma performance, foi um momento de conexão, no qual as raízes nordestinas foram celebradas e compartilhadas. O espetáculo trouxe não apenas vida às riquezas do Nordeste, mas também deixou uma marca na memória de todos os presentes.

Notícias Mais Recentes

1 2 3 4 5 1.440