Notícias

SME produz materiais traduzidos para os povos migrantes

Documentos são encontrados em até 5 idiomas no portal do Núcleo de Educação para as Relações Étnico-Raciais

Publicado em: 05/01/2023 15h11 | Atualizado em: 05/01/2023
Mulher negra está segurando papéis nas duas mãos.

A fim de auxiliar na recepção das pessoas migrantes nas Unidades Educacionais, o Núcleo de Educação para as Relações Étnico-Raciais (NEER), da Secretaria Municipal de Educação (SME), disponibiliza em sua página materiais traduzidos, como fichas de matrícula e placas indicativas para os ambientes escolares. A iniciativa está em consonância com a Política Municipal para a População Imigrante – Lei Municipal nº 16.478/2016 – que assevera a garantia de direitos no Município de São Paulo.

As fichas de matrícula estão disponíveis nos idiomas inglês, espanhol e francês, já as placas indicativas estão em inglês, espanhol, francês, árabe e crioulo haitiano. Nas Orientações Pedagógicas Povos Migrantes são sugeridos cartões de comunicação traduzidos que também podem ajudar no contato inicial quando a pessoa que vai fazer a matrícula na Unidade Escolar não fala o português. As escolas podem imprimir e utilizar os materiais conforme suas necessidades. Dessa forma, as populações migrantes são acolhidas e é promovida a valorização das línguas maternas. 

A Rede Municipal de Educação possui atualmente mais de 8 mil matrículas de migrantes, distribuídas em todos os níveis de ensino e Diretorias Regionais de Educação. Os materiais traduzidos disponibilizados contribuem para uma recepção favorável a esses migrantes e suas famílias no ambiente escolar.

 

Dúvidas ou relatos sobre o trabalho com as pessoas migrantes nas Unidades Escolares podem ser enviados para a equipe do NEER: smecopedneer@sme.prefeitura.sp.gov.br

Saiba mais sobre o Núcleo de Educação para as Relações Étnico-Raciais (NEER).

Acesse a página com conteúdos sobre Migrante, onde estão os materiais traduzidos.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

1 2 3 1.310