Notícias

SME celebra os 50 anos das Salas de Leitura nas escolas municipais

Atualmente, só nas escolas de gestão direta da Rede Municipal de Educação, são 900 salas e espaços de leitura

Publicado em: 29/11/2022 18h44 | Atualizado em: 30/11/2022
SAEL 50 Anos

Para celebrar a história das Salas de Leitura nas escolas municipais da cidade de São Paulo, a Secretaria Municipal de Educação, por meio da sua Coordenadoria Pedagógica, promoveu o Seminário da Sala de Leitura – 50 anos. O evento aconteceu no Teatro da Pontifícia Universidade Católica – TUCA e reuniu escritores brasileiros consagrados e educadores.

Pedro Bandeira, Sérgio Vaz e José Roberto Torero foram alguns dos escritores que participaram do bate-papo com os presentes. Professores Orientadores de Sala de Leitura foram convidados para falarem das suas experiências e estudantes de escolas municipais fizeram apresentações literárias e culturais. 

Histórico

O Programa Sala e Espaço de Leitura iniciou como a experiência piloto Programa Escola-Biblioteca, em 1972, uma ação intercomplementar que propunha o entrosamento entre uma escola municipal e uma biblioteca infantil. Em 1973, o Programa foi instituído na rede em caráter permanente, ampliando-se o número de unidades atendidas e, em 1975, estabeleceu-se a implantação de Salas de Leitura nas escolas, chegando a 45 salas, em 1977. Nas décadas posteriores, o projeto se consolidou e se expandiu significativamente. 

Salas e Espaços de Leitura

Atualmente, só nas escolas de gestão direta da Rede Municipal de Educação, são 900 salas e espaços de leitura. Na educação infantil, entre os Centros de Educação Infantil e as Escolas Municipais de Educação Infantil, são 322 lugares de leitura literária e mediação de leitura. Já nas unidades de Ensino Fundamental, Médio e nas escolas Bilíngues de Surdo, a soma é de 568 unidades que contam com o espaço da Sala de Leitura, ambiente destinado ao armazenamento do acervo, as aulas de leitura literária e empréstimos de livros.

Nestas salas, os Professores Orientadores de Sala de Leitura desenvolvem a mediação da leitura, apresentam a literatura como eixo articulador do trabalho em diálogo com outras manifestações artísticas, constituindo-se como um espaço para integração das diferentes áreas do conhecimento e primando pelo princípio da Bibliodiversidade. O Programa Sala e Espaço de Leitura conta com o Projeto Jovens Mediadores de Leitura, Clube de Leitura e Sarau, que promovem o protagonismo dos estudantes.

Investimento em leitura

Em abril deste ano, a SME distribuiu cerca de 7 milhões de livros literários para as escolas da rede municipal. Os títulos foram adquiridos para os programas Minha Biblioteca e Acervos para Salas e Espaços de Leitura que beneficiaram 1 milhão de estudantes de todas as etapas do ensino. Essa quantidade é três vezes maior do que a adquirida no ano anterior. A maior parte dos títulos – 5 milhões – foi para compor e renovar os acervos das escolas.

Os outros 2 milhões foram distribuídos por meio do programa Minha Biblioteca. Neste ano, pela primeira vez, até os estudantes do ensino médio e EJA foram contemplados. 

Aquisição de livros sobre a temática étnico-racial

A Prefeitura adquiriu 741.333 livros literários sobre a temática étnico-racial para compor os acervos das escolas municipais e serem distribuídos entre os estudantes por meio do programa Minha Biblioteca. A compra faz parte do programa “São Paulo Farol Antirracista”, realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Relações Internacionais com intuito de promover ações de combate ao racismo.

São 178 títulos de diferentes autores consagrados, destinados a diferentes públicos. Para crianças há, por exemplo, obras como “Meu Crespo é de Rainha”, de bell hooks, “E foi assim que eu e a escuridão ficamos amigas”, de Emicida, e “O Pequeno Príncipe Preto”, de Rodrigo França. Destinados aos estudantes do ensino fundamental e médio, há obras como “Torto Arado”, romance premiado de Itamar Vieira Junior, “Miss Davis”, que conta a história da ativista Angela Davis, além de títulos de Conceição Evaristo, Lélia Gonzalez e Carolina Maria de Jesus.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

1 2 3 1.426