Notícias

Semana Étnico-Racial agita estudantes e professores na Escola Fagundes Varella

Aproximadamente 600 estudantes participaram de diversas atividades oferecidas pela unidade, entre elas, o desfile étnico-racial

Publicado em: 14/11/2019 18h14 | Atualizado em: 30/11/2020
Imagem com grupo de alunos posando para foto.

 

Entre os dias 5 e 12 de novembro, estudantes e educadores da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Fagundes Varella, localizada no Jardim Maria Sampaio, Zona Sul de São Paulo, participaram da Semana Étnico-Racial, organizada na própria unidade educacional.

A iniciativa de realizar esta ação partiu da Professora Orientadora da Sala de Leitura, Luci Teixeira Da Silva, após constatar uma postura negativa dos estudantes em relação aos conhecimentos dos países africanos e seus descendentes.

Outros professores da unidade foram envolvidos no projeto para estudar e apresentar o continente africano para os estudantes dentro das suas respectivas áreas de conhecimento.

A Semana Étnico Racial possibilitou para aproximadamente 600 estudantes do 1º ao 5º ano, contação de histórias, danças, degustação de chás, Palestras, Passeios, Roda de capoeira, finalizando com um Desfile Étnico Racial.

Também houve oficinas temáticas para diferentes públicos estudantis: 1ºs anos, contação de histórias; 2ºs anos, poesias, jogos e brincadeiras; 3ºs anos, rodas de capoeira e passeio ao Museu Afro; 4ºs anos, dança e chás de Marrocos e por fim, nos 5ºs anos, palestra sobre Religiosidade.

As ações aconteceram em diferentes ambientes escolares: Sala de vídeo, quadra, pátio e palco da escola.

Após o estudo e desenvolvimento das atividades, a equipe escolar percebeu uma mudança de postura e comportamento dos estudantes em relação aos conhecimentos dos países africanos.

A Coordenadora Pedagógica, Márcia Regina comentou sobre a participação dos estudantes. “As crianças gostaram muito do movimento de desfilar, ler sobre os países pesquisados, dançar, cantar e assistir o desfile e as músicas de origens afro brasileiras. Eu acredito que no contexto geral, teve um grande significado no processo de aprendizagem dos estudantes”. Finaliza Márcia.

Veja algumas fotos:

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Mulheres na sala de aula de Confeitaria. Elas estão de frente para mesa coletiva e manuseiam uma massa em forminhas. Também usam máscara de proteção individual, avental e touca.

Inscrições abertas para as turmas de 2023 dos cursos gratuitos profissionalizantes dos CMCTs

Publicado em: 28/11/2022 11h50 - em Secretaria Municipal de Educação

Cowparede - fotografia de esculturas de vacas pintadas por artistas

CEU Paraisópolis recebe exposição CowParade

Publicado em: 25/11/2022 1h01 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de grupo de estudante tocando instrumentos de percussão

EMEF Imperatriz Leopoldina forma ritmistas com ‘batucada’

Publicado em: 25/11/2022 10h00 - em Secretaria Municipal de Educação

Capa do Álbum de Mancala Awelé feito por um estudantes.

Confira o resultado do concurso “Meu Álbum de Mancala Awelé”

Publicado em: 24/11/2022 11h37 - em Secretaria Municipal de Educação

Viii Jornada Pedagógica
1 2 3 1.299