Notícias

Secretaria Municipal de Educação realiza curso para uso consciente e responsável da Internet

Evento discute com profissionais da educação o uso da internet segura

Publicado em: 06/06/2019 18h02 | Atualizado em: 30/11/2020

Internet Segura_740x430 1.jpg

Nesta quarta (5) e quinta-feira (6), o Núcleo Técnico de Currículo – Tecnologias para Aprendizagem (NTC-TPA), da Coordenadoria Pedagógica (COPED), realizou o curso Uso Consciente e Responsável da Internet.

O evento possibilitou a percepção e ampliou a capacidade de utilização crítica das mídias digitais no Brasil, refletiu sobre o compartilhamento de imagens, reputação digital e segurança digital, discutiu aspectos ligados ao bullying e cyberbullying e subsidiou o trabalho dos laboratórios pela fundamentação teórica e metodológica dos Eixos do Currículo (Programação, Tecnologia da Informação e Comunicação e Letramento Digital).

Participaram Professores Orientadores de Informática Educativa (POIEs), Professores de Educação Infantil, Professores de Educação Infantil e Ensino Fundamental I, Professores de Ensino Fundamental II e Médio, Coordenadores Pedagógicos, Diretores de Escola e Assistentes Técnicos de Educação I que atuam com Tecnologias para Aprendizagem nas Diretorias Regionais de Educação.

Internet Segura_740x430.jpg

O curso auxiliou os profissionais a pensarem em como trabalhar às questões da internet com os estudantes sempre lembrando que há limites com relação aos Direitos Humanos e que o ambiente virtual não é diferente do ambiente real no que diz respeito aos direitos e deveres.

Os formadores do curso fazem parte do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto Brasil – NIC.br, do Comitê Gestor da Internet no Brasil – Cgi.br, do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação – Certi.br (que é um departamento do NIc.br) e da Associação Civil de Direito Privado – SaferNet Brasil.

Na Rede Municipal de Ensino, existem escolas que já trabalham essas e outras questões relacionadas ao uso da internet segura como é o caso da Escola Municipal de Ensino Municipal (EMEF) Plinio Salgado.

O trabalho sobre internet segura na escola

Na Escola Municipal de Ensino Fundamental Plínio Salgado, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Capela do Socorro, a Professora Orientadora de Informática Educativa (POIE) Marcia Maria S. Alves desenvolve o projeto “Segurança na Internet” com os estudantes do 8º e 9º anos, nas aulas regulares (Ciclo Autoral).

A professora Márcia conta que “A ideia de trabalhar a navegação segura veio após observações recorrentes de casos de exposição excessiva na internet, vazamento de nudes, plágio nos trabalhos escolares e diferentes formas de agressão envolvendo nossos estudantes nas redes sociais”.

A proposta de trabalho se desenvolve em cinco fases e tem a duração prevista para um bimestre. Da primeira a última etapa, os estudantes passam por uma sensibilização com rodas de conversa utilizando situações problema com polêmicas relativas ao uso da internet.

Conhecem ferramentas online para edição de imagens como o Canva e produzem cartazes virtuais. Elaboram campanha publicitária preventiva ou de alerta sobre assuntos como os riscos nas redes sociais, a exposição excessiva na internet, a liberdade de expressão e danos à reputação, o cyberbullying, o discurso de ódio, os danos e riscos à prática de nude ou sexting, os direitos autorais, plágio e compartilhamento responsável.

Na etapa “Viral do Bem” compartilharam os trabalhos produzidos com a comunidade escolar através das redes sociais da escola e expuseram uma versão impressa dos mesmos no mural da escola.

Essa forma de compartilhamento permitiu que o conteúdo trabalhado na sala de informática ultrapassasse as paredes da sala. “Para fazer com que nossos debates e aprendizagens extrapolem as paredes da sala de informática, contribuindo para uma mudança de cultura no sentido de fazermos um uso mais consciente e seguro da internet tanto para nós, quanto para os demais usuários”, comentou Marcia.

O trabalho foi finalizado com a navegação no site SaferNet no qual os estudantes pesquisaram sobre o uso seguro da internet e aprenderam como fazer denúncias ao se depararem com conteúdos contendo crimes virtuais e um debate virtual através da plataforma Padlet com a questão provocadora “Qual deve ser nossa atitude ao encontrar ou receber algum crime na web feita por um amigo (a)?”

A POIE ressalta que essa temática deve fazer parte do cotidiano da escola e por isso a proposta de aula sobre esse conteúdo deve ter continuidade.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Imagem mostra, em primeiro plano, uma criança se alimentando. Ela está com uma colher na boca e um prato em sua frente. Ao fundo, outras crianças também comendo e funcionarias da escola auxiliando
Programação de dezembro- imigrante e cultura inclusiva

Migração e acessibilidade são eixos centrais da programação dos CEUs em dezembro

Publicado em: 06/12/2021 6h29 - em Secretaria Municipal de Educação

Mão infantil segurando massinha de modelar
mão feminina preenchendo gabarito de prova de concurso

SME convoca candidatos aprovados em lista específica de Negro, Negra ou Afrodescendentes

Publicado em: 04/12/2021 1h30 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem de uma professora sentada do chão. Ela segura um caderno com uma figura e mostra para a criança que está em pé em sua frente.

SME amplia em 1.068 o número de cargos para a Educação Infantil Municipal

Publicado em: 03/12/2021 5h08 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.212