Notícias

Revista Magistério celebra os 15 anos dos Centros de Educação e Cultura Indígena

Publicação conta história das escolas indígenas que reafirmam e fortalecem a identidade étnica dos povos originários da cidade de São Paulo

Publicado em: 23/12/2019 17h37 | Atualizado em: 06/08/2021
Imagem de um garoto em um brinquedo segurando em uma barra de ferro, e a escrita "CECI 15 Anos".

A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo publicou uma edição especial da Revista Magistério que celebra os 15 anos dos Centros de Educação e Cultura Indígena (CECIs) da cidade de São Paulo. A Revista legitima a importância desses espaços representativos para as aldeias Krukutu, Tenondé Porã e Jaraguá e trata do empenho do município em aprimorar a oferta da Educação Infantil que é oferecida nos Centros de Educação Infantil Indígena (CEIIs), para os bebês e crianças indígenas.

A Revista Magistério “CECI 15 anos – Luta e resistência para autonomia e fortalecimento da cultura e da infância Guarani” foi produzida pela Divisão de Educação Infantil e contém entrevistas, relatos de prática e textos que foram elaborados a partir dos encontros e diálogos com as lideranças indígenas e educadores. A intenção é que o material fomente discussões sobre os aspectos da Cultura Guarani paulistana e que gere discussões contextualizadas e aprofundadas no interior das Unidades Educacionais, aprimorando seus respectivos Projetos Político-Pedagógicos.

Atualmente, na Cidade de São Paulo, existem três aldeias Guarani e outras em formação. Duas estão localizadas no distrito de Parelheiros e uma no distrito do Jaraguá. Segundo as lideranças, a Aldeia Tenondé Porã e a Aldeia Krukutu, situadas no Distrito de Parelheiros, tem uma população de aproximadamente 954 e 291 indígenas, respectivamente. A Aldeia Jaraguá, no distrito do Jaraguá, possui aproximadamente 650 indígenas.

Acesse a Revista Magistério CECI 15 anos

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.457